Ir para o conteúdo

Blog do Miro

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Deltan é enxotado de universidade no Paraná

19 de Novembro de 2023, 11:33 , por Altamiro Borges - | No one following this article yet.
Visualizado 41 vezes
Por Altamiro Borges

Após perder seu mandato de deputado federal e ser abandonado por seus eleitores em protestos minguados, Deltan Dallagnol agora também é enxotado em espaços públicos. Na semana passada, a Universidade Federal do Paraná (UFPR) cancelou uma palestra do ex-procurador da midiática Lava-Jato no Salão Nobre da Faculdade de Direito, em Curitiba. Na sua atual fase de chorão, o ex-valentão disse que foi “censurado” pela reitoria. Em vídeo postado em suas redes sociais, o fascistinha afirmou que foi vítima de uma tentativa “de calar a direita”.

Já a UFPR informou que o evento intitulado "Voz e Vez: Liberdade de expressão e processo penal" foi divulgado sem autorização formal do Setor de Ciências Jurídicas para o uso do espaço. O Diretório Central dos Estudantes (DCE), por sua vez, festejou o cancelamento. A entidade, que articulou um protesto contra o ex-deputado no momento da sua chegada ao local, divulgou nota afirmando que a decisão foi “uma vitória do movimento estudantil e do campo progressista, democrático e popular... Aqueles que diariamente atacam as instituições públicas de ensino amam utilizá-las de palanque político para espalhar ódio... Aqui fascista não tem vez! A UFPR não é o seu lugar”.

Antagonista, Geld e outros direitistas chiam 

Segundo matéria da Folha, “o evento com Deltan era organizado pelo Grupo de Estudos Liberdade e Dignidade (Geld), que tem entre seus fundadores o advogado e empresário Rodrigo Marcial, suplente de vereador em Curitiba pelo partido Novo”. Deltan Dallagnol migrou para o Novo em setembro após ter seu mandato cassado pela Justiça Eleitoral. Em entrevista ao jornal, o chefão do Geld explicou que o grupo surgiu em 2013 visando “abordar tópicos que não fossem somente aqueles que a gente considera de hegemonia da esquerda. Nasceu com a vocação de estudar autores conservadores e trazer o debate para dentro da universidade pública”.

O grupelho e o ex-deputado até tentaram anular a decisão na Justiça, mas foram derrotados. Para a tristeza do site lavajatista O Antagonista, “a Justiça Federal do Paraná negou a concessão de liminar para restabelecer uma palestra do ex-procurador Deltan Dallagnol que seria realizada na sexta-feira... A palestra foi cancelada após pressão do movimento estudantil de esquerda da instituição... Para a juíza Cláudia Rocha Mendes Brunelli, da 20ª Vara Federal de Curitiba, a decisão da instituição não teve vício administrativo”. Que tristeza!

“Verifica-se, nesses termos, que a negativa de autorização em discussão apresentou fundamentação razoável, não sendo possível concluir, pelos elementos constantes dos autos, que seja decorrente de ato de censura ou cerceamento da liberdade de expressão, demonstrando-se insuficiente para tal finalidade a postagem incluída na página 7 da Inicial, por não se tratar de resposta oficial da Faculdade de Direito, mas sim de estudantes contrários ao evento”, afirmou a magistrada – para desgosto de Deltan Dallagnol, do Geld e do Antagonista.
Fonte: https://altamiroborges.blogspot.com/2023/11/deltan-e-enxotado-de-universidade-no.html