Ir para o conteúdo

Blog do Miro

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Gleisi vai processar a revista ‘QuantoÉ’

12 de Agosto de 2017, 22:29 , por Altamiro Borges - | No one following this article yet.
Visualizado 28 vezes
Por Altamiro Borges

A revista IstoÉ – mais conhecida nos meios jornalísticos como “QuantoÉ” em função do mercenarismo dos seus proprietários – virou um palanque da direita mais obtusa do Brasil. Com suas capas terroristas e mentirosas, ela participou ativamente do golpe dos corruptos que alçou ao poder a quadrilha de Michel Temer. Como recompensa, o covil golpista elevou em 1.384% o valor da publicidade oficial no panfleto chapa-branca de péssima qualidade. Na semana passada, ela obrou uma capa babona para o prefake João Doria, batizado de “o anti-Lula” – o mesmo rótulo que havia dado ao cambaleante Aécio Neves na eleição de 2014. Já na edição desta semana, a “QuantoÉ” destilou seu veneno contra a presidenta do PT, a senadora Gleisi Hoffmann.

A “reporcagem” carregada de ataques levianos e de histeria fascista, porém, não deverá ficar impune. Nesta sexta-feira (11), a direção nacional informou que processará a revista. Se houver Justiça no Brasil – o que hoje, mais do que nunca, é algo muito questionável –, a “QuantoÉ” será forçada a garantir o democrático direito de resposta e até a pagar multa por suas calúnias e difamações. No meio de tantas besteiras obradas – que incluem ataques à autonomia da Venezuela que parecem ter saído da cabeça doentia de Donald Trump –, a “reporcagem” publicou inclusive informações erradas. Num dos trechos, ela afirma que Gleisi Hoffmann recebeu grana da Odebrecht para sua campanha “ao Senado” em 2014. Neste ano, como qualquer repórter menos imbecil poderia pesquisar, a senadora concorreu ao governo do Paraná.

Reproduzo abaixo duas notas – das direções nacional e estadual do PT – que prometem enfrentar os mercenários da “QuantoÉ”:

*****

Dando mais um passo em direção à decadência e à irrelevância, caminho que já está trilhando há alguns anos, a revista IstoÉ traz em sua capa um virulento ataque à senadora Gleisi Hoffmann (PT). As supostas denúncias repetem vazamentos ilegais de um inquérito da Polícia Federal, sem provas, que foram publicados por outro jornal nesta semana. As acusações e ofensas rasteiras dirigidas à senadora serão respondidas pela revista na Justiça.

A IstoÉ, mais conhecida como “QuantoÉ”, não tem escrúpulo de deixar claro para quem trabalha de fato. Na última edição, colocou na capa uma reportagem bajulatória sobre o prefeito de São Paulo, assim como costumava fazer com o senador tucano de Minas Gerais. A revista se transformou em um panfleto político do PSDB e das forças de direita mais reacionárias do país. Neste contexto, atacar o PT tornou-se seu principal serviço.

* Direção nacional do Partido dos Trabalhadores

***

Ataques da “IstoÉ” a Gleisi e ao PT ferem a dignidade do povo brasileiro

PT-PR repudia infâmia da revista, presta solidariedade a Gleisi Hoffmann e apoia iniciativas no sentido de cobrar a responsabilização do veículo a serviço do golpe.

Lula lidera todas as pesquisas de intenção de voto. O Partido dos Trabalhadores (PT), sob a liderança da senadora Gleisi Hoffmann, se fortalece cada vez mais e vive um processo crescente de organização de suas bases em todo o País. A procura espontânea por filiações ao PT só tem aumentado, à medida em que a população se conscientiza do tamanho do estrago e dos retrocessos golpistas sobre os direitos da nossa gente, sobre a democracia e a cidadania, e da violenta perseguição contra militantes e dirigentes do PT.

À medida também em que a consciência de que o Partido dos Trabalhadores, esse grande ícone da esquerda brasileira, representa a chance que o povo tem de barrar ou reverter os prejuízos causados pelo governo ilegítimo do corrupto Michel Temer e os interesses por trás dele. A revolta popular só aumenta. Os crimes comprovados de corrupção de Temer e de seus apoiadores chocam a sociedade e chocam ainda mais por estarem blindados pela impunidade.

É nesse momento, que o desespero, a má fé e a manipulação das forças golpistas atingem proporções insanas. A capa da edição da revista “IstoÉ” desta semana, contra a presidenta nacional do PT, bem como a “reportagem” carregada de ilações e de ataques à senadora Gleisi, protagonizam um dos episódios mais infames, nojentos e criminosos dos golpistas, passível de responsabilizações. De tempos em tempos, a mídia aplica essa mesma fórmula de manipular a opinião pública com mentiras, imposição de medo, espetáculos e factoides que objetivam criminalizar o PT e barrar as lutas populares.

É preciso dar um basta! Os ataques ao PT ferem a dignidade do povo brasileiro.

O Diretório Estadual do PT do Paraná repudia essa infâmia, se solidariza com a companheira Gleisi e apoia toda iniciativa das instâncias diretivas do Partido e da senadora no sentido de responsabilizar a revista por esses ataques e pela total falta de compromisso com a verdade. Que a IstoÉ responda judicialmente pelas manipulações que ela estampa em suas páginas carregadas de ódio, intolerância, má fé e de informações mentirosas ou distorcidas, com o intuito de criminalizar o PT para, por consequência, prejudicar a população que está descontente e revoltada com o golpe.

Curitiba-PR, 12 de agosto de 2017.

Doutor Rosinha - Presidente do PT-PR


*****

Leia também:

Falida, "QuantoÉ" bajula os golpistas

Mais um crime da revista “QuantoÉ”

Justiça condena a revista "QuantoÉ"

"IstoÉ" agonizante sacaneia trabalhadores

'IstoÉ' explora e persegue sindicalista

IstoÉ faz "mau jornalismo", afirma juíza

IstoÉ e a corrupção midiática

Fonte da IstoÉ se contradiz ao acusar Lula

As calúnias da revista IstoÉ

O ataque covarde da IstoÉ à Venezuela

O fim da ética da revista IstoÉ

O ódio machista da revista IstoÉ

Veja, Época e IstoÉ vão para o lixo

Fonte: http://altamiroborges.blogspot.com/2017/08/gleisi-vai-processar-revista-quantoe.html