Ir para o conteúdo

Blogoosfero

Voltar a Blogoosfero
Tela cheia

Azenha censurado: Gilberto Maringoni comentou sobre Azenha no FB

29 de Março de 2013, 21:00 , por Desconhecido - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 52 vezes
Foto do perfil do maringoni no FBAZENHA PODE FECHAR O VIOMUNDO - A notícia me pegou como uma paulada na cara. Imagino que esta seja a sensação de milhares de leitores e companheiros.

Luiz Carlos Azenha, de quem me orgulho de ser amigo desde os oitos anos de idade, está sendo achacado - a palavra é essa - por uma sentença que pode obrigá-lo a pagar R$ 30 mil a Ali Kamel, o capo do jornalismo da Rede Globo. Somado a isso, gastos com advogados e possível pagamento de custas de processo podem levar Azenha a bancarrota. Cabe recurso, mas os recursos da Globo - em outro sentido - são ilimitados.

A ditadura, como lembra Azenha, não calou a imprensa alternativa. Bombas e ataques terroristas, em 1980, não impediram a luta democrática de prosseguir e acabar com o regime cinco anos depois.

Agora, em plena (?) democracia, com o governo de um partido supostamente de esquerda, há não apenas a ameaça de censura judicial no ar, como um avanço do conservadorismo em várias frentes. Não se trata apenas do pastor Feliciano, um coadjuvante nessa narrativa.

O retrocesso vem de uma mídia monopolizada e que conta com simpatias no governo. Vem do retordo da privataria em diversos setores da infraestrutura e de concessões sequenciais à velha direita feitas em nome de uma duvidosa "governabilidade".

Hoje a prefeitura de São Paulo publicou anúncio de meia página - para dizer nada, como sempre - nos jornalões paulistanos. Trata-se de uma prática em miniatura já levada a frente pelo governo federal.

A tática oficial parece ser agradar a direita para enfraquecer a direita. Não entendi bem, mas a toada parece ser essa. É o caminho da frouxidão e do medo.

Não é de se espantar que, nesse quadro, Azenha, Rodrigo Vianna, Luís Nassif e outros sejam vítimas de uma judicialização da luta política, num país em que a Justiça serve os de sempre. E que revistas como Caros Amigos e sites como Carta Maior vivam um acelerado estrangulamento financeiro, por falta de publicidade.

É vital impedir o fechamento dessas trincheiras.

É vital regular a mídia, para que a democracia brasileira não seja a expressão do mercado.

A verdade não é o que sai na Globo e companhia.

A verdade tem muitos lados.

Nenhum deles pode ser calado.
 
Globo consegue o que a ditadura não conseguiu: calar imprensa alternativa
www.viomundo.com.br

O fim do Viomundo
Post do Maringoni no FB

Fonte: http://blogoosfero.cc/news/blog/azenha-censurado-gilberto-maringoni-comentou-sobre-azenha-no-fb

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar