Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Casos de covid explodem na Coreia do Norte e chegam a 820 mil

15 de Maio de 2022, 12:07 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 80 vezes

Na última quinta-feira, a Coreia do Norte confirmou a primeira onda de covid-19 em seu território, após diversos cidadãos testarem positivo para a variante Ômicron BA.2. Ao todo, 42 pessoas morreram desde o início da crise sanitária.

Por Redação, com Sputnik – de Seul

A Coreia do Norte registrou, no sábado, mais de 296 mil novos pacientes doentes, possivelmente com covid-19, informou a agência de notícias estatal KCNA. O país agora tem 820 mil casos da enfermidade.

A Coreia do Norte registrou, mais de 296 mil novos pacientes doentes

Na última quinta-feira, a Coreia do Norte confirmou a primeira onda de covid-19 em seu território, após diversos cidadãos testarem positivo para a variante Ômicron BA.2. Ao todo, 42 pessoas morreram desde o início da crise sanitária.

N0 sábado, o líder norte-coreano, Kim Jong-un, afirmou que o país está enfrentando o maior choque desde a fundação da república devido ao surto de covid-19.

Variante Ômicron BA.2

Kim declarou situação de emergência durante reunião do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia e prometeu que o país vai superar a “crise repentina”.

“Em todos os municípios e cidades do país, devemos fechar ao máximo os caminhos contra a propagação do vírus maligno. Vamos superar a crise repentina e certamente vencer a luta contra o vírus”, disse Kim, de acordo com a Yonhap.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, garantiu, na quinta-feira, que o país não medirá esforços para apoiar a vizinha Coreia do Norte na batalha contra o surto.

– Como camarada da República Popular Democrática da Coreia (RPDC), país vizinho e amigo, a China está pronta para qualquer coisa para apoiar e assistir à RPDC na luta contra o vírus – disse Zhao.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/casos-covid-explodem-coreia-norte-chegam-820-mil/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias