Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Colombianos escolhem candidatos de eleição presidencial de maio

12 de Março de 2018, 10:47 , por Jornal Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 8 vezes

Alguns eleitores se reuniram diante dos locais de votação para protestar contra a escassez de cédulas para as primárias, mas o diretor do Registro Nacional

Por Redação, com Reuters – de Bogotá:

O candidato de direita Iván Duque e seu rival de esquerda Gustavo Petro representarão suas respectivas coalizões na eleição presidencial de maio na Colômbia, já que venceram primárias realizadas no domingo.

Eleitores votam em eleição parlamentar em Bogotá, na Colômbia

Duque, protegido do ex-presidente Álvaro Uribe e porta-estandarte do partido Centro Democrático, derrotou os outros postulantes, Marta Lucia Ramírez e Alejandro Ordóñez, e ficou com a indicação de sua coalizão.

Ele tinha mais de 3,9 milhões de votos com 96 %  do total das urnas apuradas.

Petro, de 57 anos e figura destacada da esquerda, é ex-membro do antigo grupo guerrilheiro M-19 e ex-prefeito de Bogotá. Derrotou Carlos Caicedo e foi nomeado por sua coalizão somando 2,7 milhões de votos com 96 %  do total das urnas apuradas.

Isso representou cerca de 30 %  a menos de votos do que Duque, mas os dois têm aparecido próximos em pesquisas para a eleição presidencial.

Muitos colombianos terão votado estrategicamente nas primárias, esperando influenciar a seleção dos candidatos para a votação de 27 de maio.

Duque e Petro são dois de vários candidatos que disputam a Presidência, entre eles um ex-prefeito de Medellín, Sergio Fajardo, e o ex-vice-presidente German Vargas Lleras.

Duque, de 41 anos, é um advogado e senador que trabalhou no Banco Interamericano de Desenvolvimento e na Organização das Nações Unidas (ONU). Ele tem aparecido de forma constante nas pesquisas de opinião, e surgiu dentro da margem de erro atrás de Petro na sondagem presidencial mais recente.

Os apoiadores

Os apoiadores do partido de Petro, Colômbia Humana, enfatizam seu trabalho para melhorar a vida dos pobres. Ele prometeu criar uma “economia social”; que desviará o foco do petróleo para a agricultura.

Alguns eleitores se reuniram diante dos locais de votação para protestar contra a escassez de cédulas para as primárias; mas o diretor do Registro Nacional, que organiza as votações do país andino; rejeitou a sugestão de fechar os locais de votação mais tarde.

Nas eleições legislativas, nenhum partido obteve maioria em nenhuma das Casas parlamentares.

O Centro Democrático de Duque estava liderando o número de votos no Senado com mais de 2,2 milhões dos 15,6 milhões de votos com 88 %  da contagem realizada. O partido Mudança Radical aparecia em segundo e o Partido Liberal em terceiro.

Votos

Na câmara baixa, com 86 %  dos votos apurados, o Partido Liberal estava na frente com mais de 2,1 milhões dos 15,3 milhões de votos; e o Centro Democrático vinha em um segundo lugar próximo com mais de 2 milhões de votos.

Essas eleições marcam a estreia da ex-guerrilha das Farc como partido político. O grupo; que preservou sua sigla, mas mudou de nome para Força Alternativa Revolucionária do Comum; desmobilizou sua guerrilha sob um acordo de paz de 2016.

A Farc tem garantidos cinco cadeiras nas duas Casas legislativas; o Senado, de 108 assentos, e a câmara baixa, de 172. O partido apresentou 74 candidatos na disputa legislativa; mas ficou com apenas 0,22 %  dos votos na câmara baixa e 0,35 % no Senado.

O post Colombianos escolhem candidatos de eleição presidencial de maio apareceu primeiro em Jornal Correio do Brasil.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/colombianos-escolhem-candidatos-de-eleicao-presidencial-de-maio/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias