Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Copa Africana: pedido de Camarões para substituir Joel por problema cardíaco é rejeitado

26 de Junho de 2019, 14:06 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 19 vezes

No entanto, o técnico Clarence Seedorf disse que vai recorrer da decisão tomada pela Confederação Africana de Futebol (CAF),  ainda não fez o anúncio da negativa oficialmente.

Por Redação, com Reuters – do Cairo

A seleção de Camarões teve negado um pedido para substituir o atacante Joel Tagueu da Copa Africana de Nações depois que o jogador foi cortado da equipe atual campeã do continente devido a um possível problema cardíaco.

Atacante da seleção de Camarões Joel Tagueu na arquibancada durante jogo contra Guiné-Bissau

No entanto, o técnico Clarence Seedorf disse que vai recorrer da decisão tomada pela Confederação Africana de Futebol (CAF),  ainda não fez o anúncio da negativa oficialmente.

– æNão estamos satisfeitos com a decisão. Precisamos ir atrá disso de novo, esperamos que haja uma mudança de posição – disse ele a repórteres.

– Fizemos tudo o que tínhamos que fazer, fizemos nosso pedido 24 horas antes do jogo e ainda estamos esperançosos. É justo que a CAF nos permita substituir o jogador –acrescentou.

Clubes

Joel, que já atuou em clubes do futebol brasileiro, foi cortado da seleção de Camarões após um exame médico revelar um possível defeito cardíaco com risco de vida.

O jogador de 25 anos, que joga atualmente pelo clube português Marítimo, teve uma “anomalia em sua artéria coronária detectada pelo médico da equipe William Ngatchou, que coloca sua vida em risco se ele jogar”, disse a Federação Camaronesa de Futebol na segunda-feira.

– A conselho do médico, o treinador decidiu não arriscar o jogador, que está deixando o torneio.

O médico detectou pela primeira vez o problema quando Camarões realizou um período de treinamento pré-torneio no Catar, e exames posteriores confirmaram a suspeita.

O regulamento da Copa Africana de Nações afirma que um jogador pode ser substituído até 24 horas antes do primeiro jogo da equipa envolvida.

Camarões iniciou a defesa do seu título na terça-feira com uma vitória por 2 x 0 sobre Guiné-Bissau, em Ismailia.

RD Congo pede desculpas por derrota para Uganda

A seleção da República Democrática do Congo pediu desculpas a seus compatriotas pela inesperada derrota no jogo de abertura da Copa Africana de Nações no sábado, contra a subestimada Uganda.

Tanto o capitão Youssouf Mucumbu, que não jogou na derrota por 2 a 0, quanto Chacel Mbemba, que usou a braçadeira durante a partida, pediram desculpas em uma mensagem gravada que foi distribuída pelo Twitter (@Leopard Leader Foot).

– Nós viemos até vocês simplesmente para pedir desculpas. É verdade que é difícil, mas temos que fazer isso – disse Mucumbu, acompanhado pelo técnico Florent Ibenge e alguns companheiros de time.

– Precisamos de unidade e é verdade que nós os decepcionamos. Espero que tenha sido uma boa lição para nós. Ainda temos duas partidas, precisamos do seu apoio e vamos corrigir a situação muito rapidamente.

Erro

– Cometemos um grave erro. Eu sei que é humilhante para os 90 milhões de congoleses. É por isso que, com sinceridade e a mão no coração, pedimos desculpas.

Mbemba também expressou os mesmos sentimentos em uma curta fala.

Os congoleses levaram os dois em jogadas de parada, o primeiro em um escanteio, o segundo em uma falta, marcados respectivamente por Patrick Kaddu e Emmanuel Okwi, na primeira vitória de Uganda na competição em mais de 40 anos.

Após a derrota, soube-se que os congoleses tiveram que cancelar sua última sessão de treinos na véspera do jogo de sábado porque membros da seleção foram forçados a passar por exames médicos em um hospital no Cairo, uma vez que a federação de futebol do país não forneceu certificados de saúde exigidos pelos organizadores do torneio.

Agora, o time enfrenta um difícil desafio para avançar além da primeira rodada da Copa. A República Democrática do Congo enfrentará o anfitrião Egito na quarta-feira, antes de enfrentar o Zimbábue no próximo domingo, em seu último jogo pelo Grupo A.

 


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/copa-africana-pedido-camaroes-joel-problema-cardiaco-rejeitado/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias