Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

CPI da Covid se transformará em frente parlamentar, afirma Calheiros

13 de Outubro de 2021, 16:31 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 17 vezes

Na próxima terça-feira, o relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), fará a leitura do relatório final para que seja votado na quarta-feira. Se aprovado pela maioria dos membros, a comissão entregará o resultado a, no mínimo, quatro instâncias legais. No dia 26, os senadores deverão encaminhar o documento à Procuradoria da República no Distrito Federal.

Por Redação – de Brasília

Uma vez concluídos os trabalhos, a CPI da Covid se transformará em uma frente parlamentar formal. O grupo será formado por senadores, mas deverá contar com a colaboração de organizações da sociedade civil com o objetivo de fiscalizar e acompanhar os desdobramentos das investigações.

Agência SenadoO senador Renan Calheiros (MDB-AL) foi escolhido para a relatoria da CPI da Covid

Na próxima terça-feira, o relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), fará a leitura do relatório final para que seja votado na quarta-feira. Se aprovado pela maioria dos membros, a comissão entregará o resultado a, no mínimo, quatro instâncias legais. No dia 26, os senadores deverão encaminhar o documento à Procuradoria da República no Distrito Federal.

De acordo com o vice-presidente da CPI da Covid, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), a frente parlamentar deverá acompanhar o andamento da situação dos prováveis indiciados pela comissão.

— A ideia (da frente) é fazer um acompanhamento da entrega do relatório às autoridades. Vamos entregar à Procuradoria-Geral da República (PGR), ao presidente da Câmara se houver crime de responsabilidade e ao Ministério Público de São Paulo (MP-SP). O relatório terá 50 ou mais indiciados e cada um terá uma consequência em sua instância — explicou.

Lista de crimes

A criação de um observatório partiu da senadora Zenaide Maia (PROS-RN). O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) ouviu propostas de funcionamento inspiradas no Observatório da Intervenção, idealizado em 2018 pela cientista social Silvia Ramos, da Universidade Cândido Mendes. O objetivo da frente parlamentar será cobrar a responsabilização efetiva de todos acusados pela CPI da Covid.

Calheiros afirmou, ainda, que deverá listar pelo menos 11 crimes atribuídos ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante a gestão da pandemia. A lista, segundo o senador, inclui crimes de responsabilidade, contra a saúde pública e mesmo contra a humanidade, entre outros previstos pela Lei.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/cpi-covid-transformara-frente-parlamentar-afirma-calheiros/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias