Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Equipes de resgate buscam desaparecidos entre escombros em Gênova

16 de Agosto de 2018, 11:32 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 23 vezes

Embora não haja números oficiais dos desaparecidos, as autoridades italianas não descartam a possibilidade de haver dezenas de pessoas sob os escombros

Por Redação, com EFE – de Roma

As equipes de resgate continuaram, pela segunda noite consecutiva, buscando, entre os escombros, possíveis desaparecidos após a queda de uma ponte em Gênova, no noroeste da Itália, que deixou pelo menos 39 mortos e 16 feridos.

Bombeiros continuam procurando vítimas no que sobrou da ponte que desabou em Gênova

Embora não haja números oficiais dos desaparecidos, as autoridades italianas não descartam a possibilidade de haver dezenas de pessoas sob os escombros.

Na quarta-feira à noite, as equipes de resgate não localizaram veículo algum sob os blocos de cimento. Os trabalhos de busca dos bombeiros se concentram nos blocos de cimento do pilar que se desabou na margem esquerda do rio Polcevera, onde alguns carros poderiam ser encontrados.

Pelo menos 15 pessoas permanecem hospitalizadas, nove delas em estado grave, no hospital San Martino, onde também se encontram os 39 corpos localizados.

O problema agora está concentrado nas casas que estão sob o que restou da ponte e nos 664 desalojados, 331 núcleos familiares, já que foi anunciado que muitos desses edifícios terão que ser destruídos.

Algumas equipes de bombeiros entraram nas casas para salvar animais de estimação ou pegar alguns remédios de emergência.

A previsão é que neste sábado sejam realizados os funerais de algumas das vítimas, entre elas, quatro turistas franceses e dois jovens albaneses que trabalhavam na Itália.

O primeiro-ministro Giuseppe Conte participou nesta quinta-feira de uma reunião na delegação de governo da capital de Ligúria para conhecer os procedimentos dos trabalhos de busca e estudar onde recolocar as pessoas despejadas.

O acidente ocorreu há dois dias quando um trecho de aproximadamente 100 metros da ponte Morandi desabou e sepultou os carros que circulavam pelo local no momento da tragédia.

 


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/equipes-resgate-desaparecidos-escombros-genova/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias