Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Ex-assessor de Trump se recusa a cumprir intimação de comissão da Câmara

17 de Janeiro de 2018, 9:58 , por Jornal Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 24 vezes

Depois que Bannon se recusou inicialmente a responder perguntas sobre o assunto, o presidente da comissão, o republicano Devin Nunes, autorizou uma intimação

Por Redação, com Reuters e DW – de Washington:

Steve Bannon, ex-estrategista-chefe do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se recusou a cumprir uma intimação para responder perguntas de uma comissão de inteligência da Câmara dos Deputados sobre seu período na Casa Branca, em audiência dentro de um inquérito parlamentar sobre alegações de interferência russa na eleição presidencial norte-americana.

Steve Bannon, ex-estrategista-chefe do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Depois que Bannon se recusou inicialmente a responder perguntas sobre o assunto; o presidente da comissão, o republicano Devin Nunes; autorizou uma intimação durante a audiência para pressionar o ex-estrategista a falar.

Casa Branca

Mesmo assim, Bannon se recusou a responder depois que seu advogado consultou a Casa Branca e foi orientado novamente a não falar; sobre o período de transição logo após a eleição de Trump; ou sobre o período de Bannon no governo; afirmou o deputado Adam Schiff, o principal democrata da comissão.

Separadamente, o jornal The New York Times reportou que Bannon havia sido intimado; pelo procurador especial Robert Mueller a depor diante de um júri em uma investigação; sobre supostas ligações entre a Rússia e a campanha presidencial de 2016 de Trump, na terça-feira.

De afeto a desavença

Bannon, um nacionalista linha-dura que tentou sacudir a política interna e externa dos EUA; foi demitido do cargo de estrategista em agosto passado. Ele  atuou como um dos assessores mais próximos dos republicanos durante a campanha eleitoral de 2016; o período de transição até a posse de Trump e os primeiros meses da presidência.

Trump e Bannon tiveram desavenças públicas no início deste mês, em meio à publicação do livro Fire and Fury: Inside the Trump White House (Fogo e Fúria: Por dentro da Casa Branca de Trump), do jornalista Michael Wolff. No livro, Bannon relata o encontro do filho mais velho de Trump com um advogada ligada ao Kremlin como “antipatriótico” e “um ato de traição”.

Após a divulgação das declarações, Trump afirmou que Bannon perdeu o juízo. “Steve Bannon não tem nada que ver comigo nem com minha presidência. Quando ele foi demitido, ele não só perdeu o emprego, ele perdeu o juízo”, acusou o presidente.

Após deixar a Casa Branca, em agosto, Bannon continuou a ter contato com Trump. Nesta terça-feira, ao ser interrogado pelo Comitê de Inteligência da Câmara, o ex-estrategista também se recusou a falar sobre essas conversas.

– Esperamos ter Bannon de volta no comitê em breve, com uma posição diferente da Casa Branca – declarou Schiff.

Sarah Sanders, porta-voz da Casa Branca, destacou que o governo vem colaborando com as investigações sobre os supostos laços com a Rússia. Mas, segundo ela, em todas as atividades dos legisladores que dizem respeito ao governo, o Congresso precisa consultar a Casa Branca antes de obter qualquer material confidencial.

O post Ex-assessor de Trump se recusa a cumprir intimação de comissão da Câmara apareceu primeiro em Jornal Correio do Brasil.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/ex-assessor-de-trump-se-recusa-cumprir-intimacao-de-comissao-da-camara/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias