Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Explosão de gasoduto deixa mortos no Irã

14 de Março de 2019, 12:49 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 140 vezes

Algumas autoridades acusaram medidas de segurança precárias e infraestruturas envelhecidas do Irã por explosões no passado.

Por Redação, com Reuters – de Dubai

Uma explosão em um gasoduto no sudoeste do Irã matou ao menos quatro pessoas e feriu outras cinco, nesta quinta-feira, informou a agência de notícias iraniana Isna.

Plataforma de petróleo iraniana no Golfo Pérsico

– O vazamento de gás de um oleoduto que ligava a rede de gás da cidade de Mahshahr à cidade de Ahvaz causou a explosão – disse o funcionário local Kiamars Hajizadeh, segundo a agência.

– Pelo menos quatro pessoas, incluindo uma criança e uma mulher, foram mortas na explosão e cinco pessoas ficaram feridas.

A TV estatal do Irã informou que cinco carros na área pegaram fogo. “Bombeiros e ambulâncias foram enviados para a área”, informou a TV estatal.

Algumas autoridades acusaram medidas de segurança precárias e infraestruturas envelhecidas do Irã por explosões no passado.

Forças da Síria

Apoiadas pelos Estados Unidos, as Forças Democráticas Sírias (FDS) disseram ter frustrado um ataque suicida coletivo do Estado Islâmico na manhã de quarta-feira, durante uma batalha decisiva pelo controle do último enclave do grupo jihadista.

As FDS disseram na terça-feira que a batalha por Baghouz, um aglomerado de vilarejos e plantações próximo da fronteira iraquiana, estava praticamente encerrada.

O enclave é a última porção de território controlada pelos jihadistas, que foram expulsos das grandes áreas que ocupavam no Iraque e na Síria ao longo dos últimos quatro anos.

Mustafa Bali, chefe do escritório de mídia das FDS, disse que as forças bombardearam Baghouz intensamente de madrugada e depois se envolveram em confrontos diretos com combatentes do Estado Islâmico entre as 4h e as 6h da manhã.

Imagens transmitidas ao vivo pela TV curda Ronahi de madrugada mostraram uma série de grandes explosões iluminando o céu noturno de Baghouz.

– Houve ataques de um grupo de homens-bomba com coletes suicidas que tentaram se explodir entre nossas forças. Nossas forças os miraram e mataram antes de eles alcançarem nossas posições – disse Bali.

As FDS estão sitiando Baghouz há semanas, mas adiaram seu ataque final várias vezes para permitir a retirada de milhares de civis, incluindo mulheres e filhos de combatentes do Estado Islâmico, retomando-o no domingo.

Cerca de 3 mil combatentes e suas famílias se renderam a forças das FDS em 24 horas, disse Bali de madrugada. Três mulheres e quatro crianças da seita yazidi, um grupo minoritário que foi sequestrado e escravizado pelo Estado Islâmico em 2014, também foram libertadas, afirmou.

Embora Baghouz seja o último território habitado do que antes foi um “califado” autoproclamado do grupo, combatentes ainda atuam em partes remotas de outras áreas.

Na madrugada de segunda-feira, o grupo divulgou um novo vídeo de propaganda filmado nas últimas semanas dentro de Baghouz, no qual insiste em reivindicar a liderança de todos os muçulmanos e exorta seus apoiadores a manterem a fé.

– Amanhã, se Deus quiser, estaremos no paraíso e eles estarão ardendo no inferno – disse um dos homens entrevistados no vídeo.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/explosao-gasoduto-mortos-ira/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias