Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Irã permanecerá na Síria ‘enquanto houver terrorismo e o governo sírio quiser’

21 de Maio de 2018, 14:06 , por Jornal Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 14 vezes

O anúncio foi feito depois da declaração do presidente Vladimir Putin em uma reunião com o presidente sírio Bashar Assad, em 17 de maio

Por Redação, com Sputnik – de Moscou/Beirute:

O presidente russo, Vladimir Putin, em conversa com o presidente sírio Bashar Assad, em 17 de maio, afirmou que, devido ao sucesso da luta antiterrorista das forças sírias, as tropas estrangeiras deveriam se retirar do território da Síria. O Ministério das Relações Exteriores do Irã respondeu ao plano proposto por Putin.

Diversas forças importantes estão presentes em solo sírio

– Ninguém pode forçar o Irã a fazer isso. Enquanto houver terrorismo e o governo da Síria quiser, o Irã manterá sua presença (na Síria). Aqueles que entraram no país sem a permissão das autoridades sírias devem sair”; retrucou Bahram Kasemi, representante do Ministério das Relações Exteriores do Irã, citado pela Tasnim.

O anúncio

O anúncio foi feito depois da declaração do presidente Vladimir Putin em uma reunião com o presidente sírio Bashar Assad, em 17 de maio. O presidente declarou que, devido ao sucesso da luta do exército sírio contra o terrorismo; e o início do processo político, as forças militares estrangeiras devem se retirar da República Árabe.

Como explicou o porta-voz presidencial Dmitry Peskov, diversas forças armadas estrangeiras presentes atualmente na Síria; podem deixar o país no início do processo político, já que não têm base legal para permanecerem.

Aleksandr Lavrentiev, representante especial do presidente russo para assuntos sírios; disse que contingentes estrangeiros deveriam ser retirados da Síria, incluindo as tropas dos Estados Unidos, Turquia; e as forças libanesas do Hezbollah, especificando que as tropas russas permaneceriam por terem sido enviadas ao país com o consentimento de Damasco.

Força

Diversas forças importantes estão presentes em solo sírio: a coalizão internacional liderada pelos EUA; para combater o Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia), que lança ataques aéreos no país desde 2014 sem a aprovação de Damasco ou da ONU. Os EUA também são aliados de alguns grupos de militantes curdos, como as Forças Democráticas Sírias (FDS). No momento atual, pelo menos 2 mil soldados norte-americanos estão na Síria.

Segundo as FDS, as forças de coalizão lideradas pelos Estados Unidos estão alocadas na cidade de Manbij; no norte da Síria, desde que foi libertada dos militantes do Daesh há dois anos.

O presidente dos EUA estava pensando em retirar as tropas da Síria; mas depois de enfrentar uma forte oposição de autoridades norte-americanas; incluindo Brett McGurk, enviado especial à coalizão liderada pelos EUA, Mike Pompeo, novo secretário de Estado dos EUA; e Joseph Dunford, chefe do Estado-Maior Conjunto, ele decidiu manter as forças na Síria por mais algum tempo.

O post Irã permanecerá na Síria ‘enquanto houver terrorismo e o governo sírio quiser’ apareceu primeiro em Jornal Correio do Brasil.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/ira-permanecera-na-siria-enquanto-houver-terrorismo-e-o-governo-sirio-quiser/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias