Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Jolie: verdadeiras heroínas são mulheres que protegem os imigrantes

24 de Outubro de 2021, 16:09 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 23 vezes

A atriz, de 46 anos, também é ativista pelos direitos humanos e tem um longo histórico de envolvimento com a causa dos refugiados. Em Eternals, Jolie interpreta Thena, integrante de um grupo de guerreiros eternos que se reúnem após milhares de anos para proteger a Terra e a humanidade.

Por Redação, com Ansa – de Roma

Estrela do filme de super-heróis Eternals, em cartaz nos cinemas brasileiros, a atriz Angelina Jolie afirmou, neste domingo, que as verdadeiras heroínas são as mulheres que dedicam sua vida a acolher migrantes e refugiados. A declaração ocorreu durante a apresentação de Eternals na Festa do Cinema de Roma, encerrada nesta noite, e que deu amplo espaço à crise migratória no Mediterrâneo.

Angelina JolieAngelina Jolie é uma ativista política em prol dos Direitos Humanos

Questionada pela imprensa sobre quem seriam as “super-heroínas de hoje”, Jolie respondeu:

— As mulheres que estão na linha de frente e dedicam cada minuto de suas vidas a acolher migrantes e pessoas que fugiram para evitar a guerra e dar segurança às suas famílias.

A atriz, de 46 anos, também é ativista pelos direitos humanos e tem um longo histórico de envolvimento com a causa dos refugiados. Em Eternals, Jolie interpreta Thena, integrante de um grupo de guerreiros eternos que se reúnem após milhares de anos para proteger a Terra e a humanidade.

Refugiados

Quem também levou o tema dos refugiados para a Festa do Cinema de Roma foi o filme Mediterraneo: The Law of the Sea (Mediterrâneo: A Lei do Mar, em tradução livre), de Marcel Barrena. O longa venceu o prêmio do público no festival e se baseia na história do ativista espanhol Òscar Camps, fundador da ONG ProActiva Open Arms, uma das mais ativas nos resgates de deslocados internacionais no Mediterrâneo.

— Esse prêmio nos dá força, nos dá esperança, porque nos faz lembrar que o mundo precisa ouvir essa história — declarou Barrena em uma mensagem em vídeo.

O filme conta a história de dois salva-vidas espanhóis, Òscar e Gerard, que viajam à ilha grega de Lesbos após terem visto uma foto chocante de um menino afogado no Mediterrâneo. A partir daí, eles descobrem a realidade das pessoas que se arriscam no mar para fugir de conflitos em seus países, e decidem iniciar um trabalho de socorro marítimo para evitar a perda de mais vidas. 


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/jolie-verdadeiras-heroinas-mulheres-protegem-imigrantes/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias