Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Manchester United precisa dificultar para o PSG em casa, diz Solskjaer

11 de Fevereiro de 2019, 12:11 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 30 vezes

O United está invicto em todas as competições desde que Solskjaer substituiu José Mourinho em dezembro, e sua melhoria se deve à insistência do norueguês em um estilo de jogo ofensivo, ao invés da postura defensiva adotada por seu antecessor.

Por Redação, com Reuters – de Londres/Paris/Madri

O Manchester United não se acomodará quando o Paris St Germain visitar Old Trafford para a partida de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões na terça-feira, disse o técnico Ole Gunnar Solskjaer.

Ole Gunnar Solskjaer durante treino do Manchester United

O United está invicto em todas as competições desde que Solskjaer substituiu José Mourinho em dezembro, e sua melhoria se deve à insistência do norueguês em um estilo de jogo ofensivo, ao invés da postura defensiva adotada por seu antecessor.

– Temos que redescobrir o jeito de jogar do Manchester United, e não acho que muitos times desfrutam de suas noites em Old Trafford quando estamos inspirados – disse Solskjaer, que acumula 10 vitórias e um empate, ao site da Uefa.

– É questão de dificultar o jogo para o adversário, sempre acreditando em si. Se você perguntasse a outros técnicos que jogaram contra os times de Sir Alex (Ferguson), o ritmo e o andamento eram essenciais para avançar.

– Eu mesmo tenho três bons atacantes. Além de (Marcus)

Rashford, (Anthony) Martial, (Romelu) Lukaku, temos (Alexis)

Sánchez e (Jesse) Lingard. Eles conseguem desafiar a defesa do PSG.”

O histórico de Solskjaer com o United em competições domésticas fala por si, mas a partida de terça-feira será seu primeiro teste no torneio da elite europeia.

Um avanço na Liga dos Campeões reforçaria o argumento a favor da efetivação de Solskjaer no comando do United.

Cavani está fora do jogo

Edinson Cavani foi descartado da partida de oitavas de final da Liga dos Campeões contra o Manchester United, em Old Trafford, nesta terça-feira, afirmou o jornal francês L’Equipe, no domingo.

Uma fonte dentro do clube disse que a ausência de Cavani foi reconhecida, disse a reportagem, sem elaborar.

O atacante uruguaio Cavani sofreu uma lesão na coxa na vitória por 1 a 0 sobre o Bordeaux, no sábado, pelo Campeonato Francês, aumentando a lista de machucados às vésperas do jogo de ida das oitavas de final contra um renascido United.

O PSG já está sem Neymar, afastado por uma lesão no pé, restando à equipe francesa apenas Kylian Mbappé como atacante de primeira linha.

– O clube emitirá um comunicado durante o dia. Na minha opinião, a notícia não será boa – disse o técnico do PSG, Thomas Tuchel, à emissora de TV francesa TF1, no domingo. “Há um pouco de esperança. Sempre torcemos, mas o primeiro exame não foi bom.”

Cavani se machucou no fim do primeiro tempo e saiu mancando do gramado segurando a coxa direita, pouco depois de marcar o único gol, de pênalti.

Real Madrid

O Real Madrid retornou à briga pelo título do Campeonato Espanhol, com a vitória por 3 a 1 sobre o Atlético de Madri, no clássico disputado no Wanda Metropolitano, no sábado.

Casemiro, Sergio Ramos e Gareth Bale marcaram para construir a primeira derrota do Atlético em casa nesta temporada por todas as competições e colocaram o atual tricampeão europeu em segundo lugar, a cinco pontos do Barcelona.

Antoine Griezmann empatou para o Atlético, depois de Casemiro abrir o placar para o Real Madrid, mas Ramos converteu um pênalti, pouco antes do intervalo, e silenciou os torcedores da casa.

Álvaro Morata, do Atlético de Madri, marcou um lindo gol por cobertura contra o seu antigo time, mas foi considerado em posição de impedimento, antes de Bale fazer o terceiro para os visitantes e garantir os pontos para o Real Madrid.

Thomas Partey foi expulso, ao receber o segundo cartão amarelo, ao fim de uma tarde decepcionante para a equipe de Diego Simeone, que caiu para o terceiro lugar, depois de perder pelo segundo fim de semana seguido.

– A briga pelo Campeonato Espanhol está aberta, há muitos pontos a serem disputados e qualquer time pode complicar a sua vida – afirmou o capitão do Real Madrid, Sergio Ramos.

– Ganhar a liga nos motiva, é uma competição muito equilibrada e precisamos continuar lutando por ela e complicando a vida do Barcelona.

Uma atmosfera vibrante no Wanda Metropolitano também carregou uma corrente de raiva, com torcedores do Atlético atirando ratos de pelúcia contra o gol de Thibaut Courtois.

Foi a primeira vez que o goleiro belga retornou para jogar contra o Atlético de Madri desde que assinou pelo Real Madrid, e ele passou por uma tarde desconfortável.

O Atlético começou brilhantemente a partida, com Griezmann acertando o lado de fora da rede, mas o Real Madrid abriu o placar, aos 16 minutos, quando Casemiro marcou um incrível gol de bicicleta, depois de um escanteio.

O Atlético empatou, com Griezmann colocando a bola entre as pernas de Courtois e os torcedores passando por uma espera agonizante, enquanto o assistente de vídeo verificava a posição do atacante francês.

O sistema de vídeo voltou a trabalhar quando José Giménez derrubou Vinícius Júnior na entrada da área, com o árbitro Xavier Estrada Fernández decidindo que a falta continuou dentro da área.

Ramos converteu o pênalti e restaurou a vantagem do seu time, pouco antes do intervalo, e Bale marcou o terceiro, para selar uma vitória impressionante do Real Madrid e uma derrota dolorida para o Atlético, que antes havia concedido apenas quatro gols em casa.

“Perdemos hoje, precisamos olhar para a frente e continuar trabalhando, ainda há muito pelo que se lutar”, disse o capitão do Atlético, Diego Godín.

– Ainda há muito chão pela frente, precisamos fazer nossa parte e o resto não está em nossas mãos.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/manchester-united-precisa-dificultar-psg-solskjaer/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias