Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Martha Rocha foi alvo de atentado a tiros, afirma presidente da Alerj

13 de Janeiro de 2019, 13:11 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 37 vezes

Para o presidente da Assembleia Legislativa (Alerj), André Ceciliano (PT), trata-se de um atentado, pois já havia uma ameaça contra Martha Rocha.

 

Por Redação – do Rio de Janeiro

 

Deputada estadual, a delegada de polícia Martha Rocha (PDT-RJ) foi alvo de uma tentativa de assassinato, na manhã deste domingo, no subúrbio do Rio. O carro em que estava a parlamentar foi atingido por tiros nesta manhã quando passava pela Rua Belisário Pena, na Penha, Zona Norte do Rio.

Martha Rocha teve atuação decisiva para a implantação das Delegacias da Mulher, no RioMartha Rocha teve atuação decisiva para a implantação das Delegacias da Mulher, no Rio

Após informada dos fatos, a Polícia Civil do Rio abriu um inquérito para apurar o crime, relatado pela assessoria da parlamentar. Martha Rocha não se feriu, mas o motorista do veículo, o subtenente reformado da PM Geonísio Medeiros, foi atingido no tornozelo por um dos disparos de fuzil, efetuados por um homem encapuzado.

Atentado

Levado para o Hospital Getúlio Vargas, o motorista recebeu os cuidados necessários e foi liberado.

Para o presidente da Assembleia Legislativa (Alerj), André Ceciliano (PT), trata-se de um atentado, pois já havia uma ameaça contra Martha Rocha. Ela é presidente da Comissão de Segurança da Alerj, desde dezembro.

— Não foi um fato isolado, já havia uma ameaça contra ela e por conta disso tivemos uma reunião com o então interventor federal, general Braga Netto, e o então secretário de segurança, general Richard Nunes. Há uma suspeita de a ameaça ter partido da milícia — afirmou Ceciliano, a jornalistas.

DEAM

Apesar da blindagem, uma das balas de fuzil atingiu o tornozelo do motoristaApesar da blindagem, uma das balas de fuzil atingiu o tornozelo do motorista

Assessores da parlamentar disseram que ela estava a caminho da igreja quando seu carro foi interceptado por um utilitário branco. Um homem vestindo capuz e fuzil desceu do veículo e começou a atirar.

O caso está registrado na Delegacia de Homicídios da capital, pois se trata de uma parlamentar e ex-chefe de Polícia Civil. A Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) está indo para a Unidade. Os agentes ainda não classificaram a ocorrência como tentativa de assalto ou atentado. O secretário de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, Marcus Vinícius Braga, esteve no local do crime.

Martha Rocha, de 59 anos, foi a primeira mulher a chefiar a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro e foi decisiva no processo de criação das Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher (Deam). A parlamentar cumpre seu segundo mandato como deputada estadual na Alerj.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/martha-rocha-alvo-atentado-tiros-afirma-alerj/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias