Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Michelle Bachelet, respeito aos direitos humanos na América Latina

17 de Agosto de 2018, 18:29 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 31 vezes

As transgressões de países latinoamericanos aos direitos humanos serão mais facilmente denunciadas, pois a partir do primeiro de setembro e durante quatro anos,, a nova Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos será a ex-presidente socialista do Chile, Michelle Bachelet.

Por Rui Martins, de Genebra:

Ex-presidente do Chile vai cuidar de direitos humanos na ONU

Essa decisão da Assembléia Geral da ONU foi muito bem acolhida pelo jordaniano Zei Ra´ad Al Hussein, que exerce esse posto desde 2014 e que havia apresentado sua demissão no começo do ano. “Ela possui todas as qualidades para ter êxito nessa função – a coragem, a perseverância, a paixão e o engajamento profundo em favor dos direitos humanos. O Alto Comissariado para os Direitos Humanos se felicita de acolher e de trabalhar sob sua direção para a promoção e a proteção de todos os direitos, para todos e em todo os lugares”.

Ao terminar seu segundo mandato como primeira mulher presidente do Chile, Michelle Bachelet tinha manifestado sua satisfação por ter anulado muitas das medidas tomadas pelo antigo ditador Augusto Pinochet. Michelle Bachelet foi presidente do Chile de 2006 a 2010 e de 2014 a 2018.

A nomeação de Bachelet se reveste de importância para o Brasil, pois o candidato à presidência Jair Bolsonaro, primeiro nas sondagens, não se cansa de ridicularizar a política dos direitos humanos, já tendo louvado na Câmara o principal responsável pelas torturas durante a ditadura militar, o coronel já falecido Carlos Brilhante Ulstra, responsável pela institucionalização da tortura no Brasil.

O Brasil já teve um Alto Comissário dos Direitos Humanos, foi Sérgio Vieira de Mello, morto num atentado contra o prédio da ONU em Bagdá, em 2003. Sérgio era filho de Arnaldo Vieita de Mello, consul-geral em Stutgart, na Alemanha, e foi destituído de seu posto pela ditadura militar, em 1969.

Rui Martins, correspondente do Correio do Brasil em Genebra.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/michelle-bachelet-respeito-aos-direitos-humanos-na-america-latina/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias