Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Operação da PM termina com suspeitos mortos em São Gonçalo

11 de Outubro de 2018, 14:30 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 16 vezes

Segundo informações da PM, os policiasforam recebidos a tiros quando chegaram no Anaia. Durante o suposto confronto, quatro suspeitos foram atingidos, três deles não resistiram e morreram.

Por Redação, com agências de notícias – do Rio de Janeiro

Uma ação com agentes militares do 7º BPM (São Gonçalo) deixou, três pessoas mortas e um suspeito ferido na comunidade do Anaia, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro.

A polícia apreendeu na operação um fuzil, uma metralhadora, duas pistolas, duas granadas

Segundo informações da PM, os policias foram recebidos a tiros quando chegaram no Anaia. Durante o suposto confronto, quatro suspeitos foram atingidos, três deles não resistiram e morreram.

Relatos divulgados por moradores em uma rede social, no entanto, informam que os moradores atingidos não estavam armados.

A polícia apreendeu na operação um fuzil, uma metralhadora, duas pistolas, duas granadas, além de rádio comunicadores, material entorpecente e dois carros roubados.

Procon

O Procon Estadual realizou na quarta-feira mais uma Operação Bomba Limpa em conjunto com a Secretaria de Estado de Fazenda e a Operação Barreira Fiscal, da Secretaria de Estado de Governo. Os fiscais vistoriaram dois postos de gasolina na Zona Norte do Rio – um no Rocha e um no Estácio – e autuaram um deles.

O autuado foi o Posto 123, localizado na Rua 24 de Maio, 123, no bairro do Rocha, que não possuía o número de extintores exigidos pelo laudo do Corpo de Bombeiros e os que estavam presentes encontravam-se despressurizados. O posto também não possuía a licença de operação ambiental exigida pela Agência Nacional de Petróleo (ANP). Os fiscais recolheram amostra da gasolina para realizar testes laboratoriais.

Os fiscais vistoriaram seis estabelecimentos no Recreio dos Bandeirantes. Todos ficam em prédios comerciais adjacentes na Estrada Benvindo de Moraes e foram autuados.

Na sanduicheria Porto do Sabor (no n° 1880) os fiscais encontraram 500g de pão para lanche vencidos. A lixeira da cozinha estava com pedal quebrado e não foi apresentado o certificado de potabilidade da água.

No mesmo endereço, o Livro de Reclamações do Colégio de A a Z não estava autenticado. Nele havia uma reclamação sobre uma aluna impedida de assistir aulas por estar inadimplente. No entanto, no contrato do serviço não havia tal previsão de punição.

Entre outras irregularidades, três dos estabelecimentos vistoriados não apresentaram o certificado do Corpo de Bombeiros aos fiscais: Gaetano Centro de Beleza e uma filial do Kumon, no n° 1880, e Vou Comprar, no n° 1900.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/operacao-pm-suspeitos-mortos-sao-goncalo/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias