Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Polícia do Rio cumpre mandados de prisão contra suspeitos de tráfico

22 de Setembro de 2020, 14:17 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 24 vezes

Policiais civis e militares fizeram nesta terça-feira uma operação para cumprir 29 mandados de prisão contra suspeitos de envolvimento com a venda de drogas ilícitas em Paraíba do Sul, no Estado do Rio de Janeiro.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Policiais civis e militares fizeram nesta terça-feira uma operação para cumprir 29 mandados de prisão contra suspeitos de envolvimento com a venda de drogas ilícitas em Paraíba do Sul, no Estado do Rio de Janeiro. Também estão sendo cumpridos 31 mandados de busca e apreensão.

Operação combate venda de drogas em Paraíba do SulOperação combate venda de drogas em Paraíba do Sul

A polícia descobriu um grupo de criminosos que controlava a região do Complexo do Jatobá. As drogas, vendidas nos bairros de Grama, Grotão, Jatobá, Morro da Alegria e Bela Vista, tinham etiquetas identificando o grupo criminoso.

O objetivo da ação é manter o baixo índice de letalidade no município. De acordo com a Polícia Civil, nos últimos três anos, as polícias civil e militar fizeram 45 operações integradas no município, que resultaram em 213 prisões.

Estelionatários aplicavam golpes

A Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), por meio da 16ª DP (Barra da Tijuca), prendeu, nesta terça-feira, um casal de estelionatários que aplicava golpes a partir de falsos anúncios de aluguel de imóveis. Eles foram presos pelos agentes quando tentavam embarcar para o Nordeste, no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro.

De acordo com os agentes, um casal vítima dos criminosos procurou a delegacia para registrar que havia caído em um golpe após ver o anúncio de um imóvel no Recreio dos Bandeirantes para alugar, a um preço muito atrativo. Ao entrar em contato com a imobiliária responsável, as vítimas foram informadas que, por conta da pandemia, os corretores não poderiam mostrar a casa pessoalmente, mas garantiriam o aluguel do imóvel a partir do pagamento de um “seguro caução” de R$ 9,6 mil.

O casal fez o depósito e, ao longo das tratativas sobre o contrato, verificou inconsistências no nome apresentado pela mulher que se dizia a corretora responsável pelo anúncio. As vítimas perceberam, então, que caíram em um golpe e que os criminosos usavam nomes falsos para dificultarem sua identificação.

Após trabalho de inteligência e monitoramento, com pedidos de medidas cautelares, os agentes chegaram à identificação dos dois criminosos. Ao longo das investigações, os policiais verificaram pelo menos 22 procedimentos registrados com o mesmo modus operandi dos golpistas, além de constatarem que os endereços das supostas imobiliárias responsáveis pelo aluguel dos imóveis não existiam.

A apuração levantou também que os crimes são cometidos pelo menos desde 2018. Os agentes verificaram que, com o dinheiro obtido de maneira ilícita, o casal adquiria não apenas bens e imóveis, como também faziam gastos ostentativos com viagens, cruzeiros e jóias.

Homem é preso

Policiais da 82ª DP (Maricá) prenderam em flagrante, nesta segunda-feira, um homem acusado de estuprar a própria filha no Centro de Maricá,e ameaçar de morte a família. A vítima, hoje, com 20 anos, era abusada sexualmente desde os 14 anos de idade. O caso aconteceu no bairro da Gamboa, naquele município.

Segundo as informações, a vítima conseguiu ir até a delegacia e denunciou o pai. Levada para Sala Rosa (sala especial para atendimento à mulher vítima), ela prestou o depoimento aos agentes e relatou que vinha sendo abusada sexualmente pelo próprio pai e o último ato havia acontecido no último domingo.

Ao dizer a ele que o denunciaria, o autor fez ameaças dizendo que mataria ela, a mãe e as irmãs, caso isso chegasse ao conhecimento da polícia.

Logo após tomarem conhecimento do fato, os agentes deram início às diligências e, de imediato, capturaram o acusado. Ele foi detido na porta do trabalho da filha, quando a esperava para buscá-la.

O criminoso foi levado para à unidade policial. A vítima fez exames de corpo delito onde comprovou as marcas do abuso.

O acusado foi autuado pelo crime de estupro e enquadrado na Lei Maria da Penha. Ele foi transferido para o sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/policia-rio-cumpre-mandados-suspeitos-trafico/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias