Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Polícia do Rio prende homem que mantinha araras em ambiente inadequado

23 de Outubro de 2020, 14:10 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 16 vezes

Com base em um Disque-Denúncia, policiais da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) prenderam em flagrante, um homem que mantinha em cativeiro, sem autorização legal, três araras da espécie Canindé, em um pequeno e inadequado viveiro no quintal de sua residência, na Rua Marques dos Santos, em Santa Cruz.

Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro

Com base em um Disque-Denúncia, policiais da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) prenderam em flagrante, na quinta-feira, um homem que mantinha em cativeiro, sem autorização legal, três araras da espécie Canindé, em um pequeno e inadequado viveiro no quintal de sua residência, na Rua Marques dos Santos, em Santa Cruz. O preso foi autuado por crime ambiental.

Polícia Civil prende homem que mantinha araras em ambiente inadequado em sua residênciaPolícia Civil prende homem que mantinha araras em ambiente inadequado em sua residência

Os animais foram resgatadas pelos agentes da especializada e encaminhadas ao CETAS/IBAMA, onde serão cuidados e, posteriormente, devolvidos ao Meio Ambiente.

As investigações prosseguem  para identificar o vendedor dos animais, que, segundo o acusado, foram adquiridos pela Internet, pelo preço de R$ 1 mil, cada um.

Tráfico de drogas

Policiais da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) prenderam, na quinta-feira, em Foz do Iguaçu, Paraná, um homem que usava menores para transportar drogas vindas do Paraguai para comunidades do Rio de Janeiro. Ele foi localizado após um intenso trabalho de inteligência e monitoramento pela equipe da delegacia, que pôde cumprir um mandado de prisão preventiva pendente.

A investigação teve início após a apreensão de um adolescente na Rodovia Presidente Dutra, em maio do ano passado. Ele conduzia um veículo roubado, transportando 488 quilos de maconha prensada.

Segundo informações preliminares, a droga vinha do município de Foz do Iguaçu e seria entregue pelo adolescente em comunidades como o Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio. Com o adolescente, foi apreendido um telefone celular e, após representação feita pela DPCA, a Justiça deferiu o afastamento do sigilo de dados do aparelho, o que permitiu desvendar a forma de atuação dos criminosos.

De acordo com os dados extraídos do telefone celular, foi possível concluir quem era o verdadeiro responsável pelo envio de drogas de Foz do Iguaçu para as comunidades do Rio de Janeiro, recrutando menores de idade para que efetuassem o transporte do material entorpecente em um veículo “clonado” por ele fornecido. Foi apurado que o homem acompanhava os menores no trajeto de Foz do Iguaçu até o Rio de Janeiro, fazendo uma escolta em outro veículo sem restrições e sem transportar material ilícito, o que dificultaria a sua prisão em caso de abordagens feitas por policiais rodoviários.

O farto material extraído do telefone celular, como mensagens de aplicativos e imagens de vídeo, demonstra que ele aliciava adolescentes para traficar drogas e armas de Foz do Iguaçu, de forma a tentar impedir a sua identificação e consequente responsabilização criminal. Segundo as investigações, as armas e drogas vinham do Paraguai, ingressando no Brasil pela fronteira em Foz do Iguaçu, de onde era distribuídas para diversas comunidades do Rio de Janeiro dominadas por organizações criminosas.

A prisão foi efetuada com apoio do Centro de Operações Policiais Especiais do Paraná e da 6ª Subdivisão Policial de Foz do Iguaçu.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/policia-rio-prende-homem-mantinha-araras-ambiente-inadequado/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias