Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Rio apura irregularidades na venda de mármore

22 de Outubro de 2020, 13:53 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 14 vezes

A Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro (Sefaz-RJ) realizou, nesta semana, a Operação Pedra Bruta III. A finalidade foi desarticular um esquema de distribuição de pedra mármore e de granito com nota fiscal irregular ou sem documentação fiscal.

Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro

A Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro (Sefaz-RJ) realizou, nesta semana, a Operação Pedra Bruta III. A finalidade foi desarticular um esquema de distribuição de pedra mármore e de granito com nota fiscal irregular ou sem documentação fiscal.

Secretaria de Fazenda apura irregularidades na venda de mármoreSecretaria de Fazenda apura irregularidades na venda de mármore

Os auditores fiscais da Receita Estadual estiveram em 12 estabelecimentos localizados na Região Serrana, onde foram identificadas suspeitas de fraude e que tiveram um grande volume de notas emitido nos últimos 12 meses.

– Se as suspeitas forem confirmadas, os contribuintes serão autuados e terão as mercadorias apreendidas. A não emissão de nota fiscal e o uso de notas reutilizadas ou inidôneas são as maiores irregularidades encontradas. Abriremos também processos de cancelamento da Inscrição Estadual para os contribuintes irregulares – afirma o superintendente de Fiscalização da Sefaz-RJ, Rodrigo Aguieiras.

Operação Pedra Bruta III

A Operação Pedra Bruta III faz parte do programa ‘Na Mira da Receita Estadual’, lançado no mês passado pela Sefaz-RJ. Por meio de um planejamento integrado com as demais superintendências da Subsecretaria de Receita e de órgãos parceiros, como o Ministério Público e a Polícia Civil.

O programa visa melhorar a arrecadação estadual sem aumento da carga tributária, fortalecendo o combate à sonegação fiscal e à concorrência desleal, por meio da intensificação das fiscalizações semanais para coibir irregularidades tributárias.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/rio-apura-irregularidades-venda-marmore/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias