Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Troféu do último campeão do Tour de France é roubado na Inglaterra

10 de Outubro de 2018, 12:52 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 20 vezes

As investigações apontam que o desaparecimento aconteceu depois do último dia de mostra, já durante a operação de limpeza.

Por Redação, com EFE – de Londres

O troféu que o britânico Geraint Thomas recebeu pelo título do Tour de France, foi roubado enquanto estava cedido a um dos patrocinadores de sua equipe, a Sky, que realizou uma exibição na cidade de Birmingham, na Inglaterra.

O troféu que o britânico Geraint Thomas recebeu pelo título do Tour de France, foi roubado

Conforme publicou a imprensa local, a mostra foi aberta ao público entre os dias 28 e 30 de setembro, e nela eram exibidas também as taças que o ciclista obteve no Giro d’Italia e na Volta da Espanha.

As investigações apontam que o desaparecimento aconteceu depois do último dia de mostra, já durante a operação de limpeza.

– Não é preciso dizer que um troféu tem valor limitado, para quem o tenha roubado. Espero que devolvam – disse Geraint.

O diretor-geral da empresa Pinarello, que estava com a posse da taça, Richard Hemington, se desculpou e lamentou a situação.

– Aceitamos toda a responsabilidade. Esperamos que o troféu possa ser recuperado – afirmou.

Tóquio 2020

O Comitê Olímpico Internacional (COI) decidiu na terça-feira que nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, haverá uma equipe olímpica de refugiados, como ocorreu no Rio de Janeiro, em 2016.

– Na última vez, tivemos que anunciar a equipe de atletas refugiados com pouco tempo, estávamos com uma tremenda pressão. Agora, a anunciamos com dois anos e já tomamos precauções. Estamos apoiando 51 ou 52 atletas refugiados, e esse número pode crescer em relação a Tóquio 2020 – detalhou o presidente do COI, o alemão Thomas Bach, no fechamento da 133ª Sessão do comitê, que foi encerrada nesta terça-feira em Buenos Aires.

A entidade explicou, através de um comunicado, que tenta dessa forma acolher os imigrantes e transmitir uma mensagem de solidariedade e esperança entre os milhões atletas refugiados ao redor do mundo.

– Em um mundo ideal, estea equipe não deveria existir. Mas, infelizmente, as razões pelas quais criamos esta equipe antes dos Jogos do Rio ainda persistem – lamentou Bach.

No Rio, o time de refugiados teve 10 atletas, nascidos na Etiópia, no Sudão do Sul, na Síria e na República Democrática do Congo.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/trofeu-campeao-tour-france-roubado-inglaterra/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias