Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

TSE confirma balaio de mentiras

18 de Outubro de 2018, 10:00 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 20 vezes

 A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, reconheceu no início da semana que aquela corte falhou na tarefa de conter notícias falsas (as Fake News) no processo eleitoral.

Por Jaime Sautchuk – de São Paulo

Uma comissão criada pra isso ainda na gestão passada, do ministro Luiz Fux, não deu conta do recado e, agora, o tribunal “está no meio do vendaval”, segundo disse um ministro à jornalista Mônica Bérgamo, da Folha de SPaulo.

Tribunal Superior Eleitoral

Ao mesmo tempo, o TSE finalmente mandou que fossem retirados do ar os vídeos sobre o tal do “kit gay”, postados pelo candidato paramilitar, o Coiso. Foram semanas até que o pedido feito por apoiadores de Fernando Haddad e Manuela D’Ávila fosse atendido. A mentira tem pernas longas, portanto.

Tentando coibir a enxurrada de mentiras, correndo atrás do prejuízo, a ministra Weber disse que vai convocar representantes do dois candidatos pra que discutam o assunto com o tribunal e formalizem algumas regras de procedimento quanto à mentiras. Essa proposta havia sido feita por Haddad ao vivo, em debate na TV.

É bom lembrar que um dos principais materiais divulgados esta semana pela campanha do Coiso evoca o evangelho pra dizer que ele é o porta-voz da verdade. No entanto, sua campanha é um balaio de mentiras, em todos os sentidos.

Os atestados médicos que ele apresenta pra se esquivar dos debates, por exemplo, têm forte cheiro de falsidade daquela equipe de médicos do Hospital Albert Eistein. Afinal, se o cara está doente com gravidade mesmo, como é autorizado a ir a uma guarnição da Polícia Militar e lá participar de várias atividades.

Mesmo questionado sobre isso, o Conselho Regional de Medicina (CRM) de São Paulo nunca moveu um palito pra conferir essas avaliações médicas. No caso, caberia muito bem uma auditoria independente que aferisse os diagnósticos.

Por outro lado, já ouvi dizerem que o TSE estaria muito envolvido com aspectos das eleições e que, por isso, não teria dado o devido cuidado ao assunto. Em verdade, porém, o próprio tribunal se apressou em explicar que o sistema eletrônico de votação nada tem a ver com o balaio de mentiras.

A equipe que cuida das urnas eletrônicas e da implantação do sistema biométrico é uma e a da Comissão da Mentira é bem outra. Na prática, as duas falharam, pois a biometria não funcionou a contento. Muitos e muitos eleitores, cadastrados nesse tipo de assinatura, tiveram que assinar com caneta mesmo na hora de votar.

Isso, aliás, coloca mais uma vez em dúvida o cancelamento de mais de 1,8 milhão de títulos de eleitores que não haviam feito o cadastro biométrico na Região Nordeste. Afinal, ficou comprovado que o novo sistema ainda estava em testes e que, assim, não se justificava o cancelamento dos documentos.

No fim das contas, mesmo que o PSL aceite conversar com a intermediação do TSE, nada garante que o balaio de mentiras será esvaziado. Até porque a origem de grande parte das mensagens mentirosas é de emissários que estão nos Estados Unidos, não atingidos pela legislação brasileira, conforme rastreamento feito por entidade especializada e também denunciado ao TSE.

Jaime Sautchuk, é jornalista.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/tse-confirma-balaio-mentiras/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias