Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

TV continua reinando absoluta, mas não pode deixar de respeitar o novo

15 de Dezembro de 2017, 9:24 , por Jornal Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 11 vezes

Pesquisas divulgadas recentemente demonstraram que a TV, em especial a TV aberta nos últimos tempos, nunca foi tão assistida como neste ano que termina

Por Flávio Ricco – do Rio de Janeiro:

Colaboração – José Carlos Nery

Nas mais diversas andanças motivadas pelo lançamento da Biografia da Televisão Brasileira está sendo possível notar como a TV se tornou importante na vida das pessoas, por mais diferentes que sejam.

O que a televisão não pode, em tempo nenhum, é não considerar ou deixar de se ajustar ao que está surgindo de novo

O nível de informação sobre tudo o que acontece, percebe-se, é dos mais elevados, e como alguém ou algo que se quer muito bem, há também a preocupação do que será ou poderá acontecer com ela no futuro: se conservará seu status de indispensável na vida das pessoas ou acabará se curvando ao crescimento das novas mídias?

Respostas que, evidentemente, ninguém tem, mas que os indicativos em jogo nos empurram para algumas certezas. Pesquisas divulgadas recentemente demonstraram que a TV, em especial a TV aberta nos últimos tempos, nunca foi tão assistida como neste ano que termina.

E, por outra: ainda é, entre as várias disponíveis, a única opção gratuita na vida de qualquer um, como fatores que revelam a sua condição de imprescindibilidade em relação até mesmo aos próximos anos. Com um controle remoto nas mãos, o telespectador chega onde quiser.

O que a televisão não pode, em tempo nenhum, é não considerar ou deixar de se ajustar ao que está surgindo de novo.

TV Tudo

Incerteza

Para esta sexta-feira chegaram a ser confirmadas as participações do presidente Michel Temer e do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, nas gravações do Programa Silvio Santos.

Só que até então a alta hospitalar de Temer estava prevista para quinta-feira. E acabou não acontecendo.

Supermercado

O Fala Brasil, da Record, parece que foi escolhido para levar ao ar matérias concorrentes dos muitos televendas espalhados em outras emissoras.

Só não apareceu até agora a Sylvia Design. No mais, já teve de tudo um pouco.

Muito estranho

Usar o jornalismo como peça comercial, agradar alguém ou pagar benefícios conquistados é uma prática condenável sob todos os pontos de vista.

O SBT Repórter especial, por exemplo, levado ao ar na madrugada da última segunda-feira, deu toda pinta de “missa encomendada”. Mau isso.

Outro lado

O SBT, chamado a se manifestar sobre o mesmo tema, que, aliás, gerou fortes protestos de vários telespectadores, informou que o conteúdo escolhido justificou a produção e exibição de um SBT Repórter Especial.

E que assim será todas as vezes que surgir um assunto de interesse.

Fim de papo

Nesta sexta, último programa da primeira temporada, o Conversa com Bial vai receber Fernanda Montenegro.

Férias extensas. Pedro Bial voltará à grade da Globo somente em abril.

Nova série

Produzida pela Mixer, a série documental Viver para Lutar, em parceria com o UFC, estreia no Sportv na próxima segunda-feira, às oito da noite.

Rodrigo Minotauro viajou por cinco países e três continentes para desvendar os segredos de seis artes marciais. O conteúdo já havia sido mostrado no canal Combate.   

Bastidor

Os atores Vitória Strada e Bruno Ferrari, intérpretes de Maria Vitória e Vicente, na novela Tempo de Amar.

Nos próximos capítulos, eles irão a um lambe-lambe e vão tirar várias fotografias para terem de lembrança quando ela voltar para Portugal.

Festa da firma

A festa de final de ano do SBT, que alguns funcionários tentaram melar, foi realizada nesta sexta-feira, com apresentação de Lívia Andrade.

Participações de McGui e várias duplas sertanejas. O dono esteve gravando programa. Numa dessas…

Vai mudar

A partir de janeiro, o programa da Sabrina Sato surgirá em  novo horário na Record, com início às 22h30. Segundo avaliações da emissora, a apresentadora terá melhores possibilidades de audiência por ali, fugindo da novela da Globo – O Outro Lado do Paraíso.           

Apenas três

Em 2018, a Record pretende manter apenas três programas com auditório: Sabrina, Domingo Show e Hora do Faro.

E o Gugu? Deve aderir mesmo ao formato, o que ele não quer, ou deixar a emissora.

Bate – Rebate

·       Glória Maria e Sérgio Chapelin, uma vez mais, vão comandar a Retrospectiva da Globo. 

·       Lília Cabral é a protagonista do episódio deste sábado do Palavras em Série no GNT, às 23h15…

·       … Em conversa com o diretor Alberto Renault ela revela o seu processo de trabalho na construção de uma personagem.

·       Regiane Tápias poderá até não ser efetivada no comando do Mulheres, em substituição a Cátia Fonseca…

·       … No entanto é uma profissional que a direção da TV Gazeta aposta todas as fichas.

·       A Globo está usando de novos cuidados na escalação das suas novelas…

·       … Todo o processo de escolha passou a obedecer a uma série de critérios…

·       … Aquele velho esquema da “tchurma” para alguns ou igrejinha para outros deixou de existir…

·       … Os interesses do trabalho é que verdadeiramente passam a contar.

C´est fini

Mestre Silvio Luiz, Boris Casoy, Erica Reis, Mariana Godoy, Luciana Camargo, Claudia Barthel, Augusto Xavier, Teo Taveira, Emerson Tchalian, Luciano Jr., Rodrigo Cabral, Fabio Borges e Mauro Tagliaferri estão na lista da Retrospectiva da Rede TV!.

No ar dia 22, das 22h30 à 0h45, com uma nova proposta: os principais acontecimentos daqui e de fora serão relembrados através de uma linguagem diferente, mesclando tecnologia e inovação, e, por vezes, dos locais onde ocorreram os fatos.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

O post TV continua reinando absoluta, mas não pode deixar de respeitar o novo apareceu primeiro em Jornal Correio do Brasil.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/tv-continua-reinando-absoluta-mas-nao-pode-deixar-de-respeitar-o-novo/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias