Ir para o conteúdo

Cúpula dos Povos

Voltar a Notícias da ONU
Tela cheia Sugerir um artigo

Com apoio da OMS, República Democrática do Congo vacina população contra ebola

21 de Maio de 2018, 18:31 , por ONU Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 9 vezes
Mais de cem especialistas da OMS foram enviados à República Democrática do Congo, para enfrentar reaparecimento do ebola. Foto: OMS

Mais de cem especialistas da OMS foram enviados à República Democrática do Congo, para enfrentar reaparecimento do ebola. Foto: OMS

Com apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS), a República Democrática do Congo começou nesta segunda (21) uma campanha de vacinação contra o ebola, que provocou 26 mortes desde a última sexta-feira (18). Na província de Equador, no noroeste do país, foram identificados 46 casos suspeitos. Nação africana recebeu 7,5 mil doses da vacina contra o vírus, doadas pela farmacêutica Merck.

Hoje, receberam o tratamento imunizante os profissionais de saúde que trabalham nas zonas com circulação do vírus. Nos próximos dias, será a vez das comunidades. Na avaliação do chefe da OMS, Tedros Ghebreyesus, “a vacinação será fundamental para controlar esse surto”.

A Aliança Global de Vacinas, conhecida pela sigla GAVI, apoia a estratégia de imunização e vai repassar 1 milhão de dólares à República Democrática do Congo, para cobrir custos operacionais da iniciativa. O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a organização Médicos Sem Fronteiras também se uniram ao governo congolês para ajudar na implementação da campanha.

O Ministério da Saúde do país adotou um modelo de imunização conhecido como vacinação em anel — quando todas as pessoas que tiveram contato com um paciente confirmado de ebola são rastreadas e vacinadas. O mesmo acontece com os indivíduos que encontraram essas pessoas com potencial risco de terem sido infectadas. Até o momento, cerca de 600 congoleses já foram identificados e devem receber a vacina.

Segundo o diretor regional da OMS para a África, Matshidiso Moeti, a logística para que a campanha dê certo é bastante complexa. “As vacinas precisam ser armazenadas a uma temperatura entre 60ºC negativos e 80ºC negativos. Então, transportá-las e armazená-las nas áreas afetadas é um grande desafio”, explicou o especialista.

A agência da ONU já providenciou equipamentos de refrigeração para auxiliar as autoridades. Apesar do apoio de diferentes instituições e organismos internacionais, a OMS estima que serão necessários 26 milhões de dólares para combater o ebola pelos próximos três meses.


Fonte: https://nacoesunidas.org/com-apoio-da-oms-republica-democratica-do-congo-vacina-populacao-contra-ebola/

Rio+20 ao vivo!