Ir para o conteúdo

Cúpula dos Povos

Voltar a Notícias da ONU
Tela cheia Sugerir um artigo

Jovens musicistas de favelas do Rio tocam Mozart e Pixinguinha na sede da ONU

21 de Maio de 2018, 17:09 , por ONU Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 20 vezes

Pela primeira vez em Nova Iorque, a Orquestra Camerata Jovem, do Rio de Janeiro, tocou neste mês (16) na sede das Nações Unidas. Grupo reúne 14 jovens de favelas da capital fluminense. Eles são alunos do Ação Social pela Música do Brasil, projeto de educação cultural e inclusão por meio do ensino de música clássica.

Davi dos Santos Nascimento tem 21 anos e é morador do Morro da Babilônia. Há sete anos, começou a tocar contrabaixo, sem nem imaginar que o instrumento o levaria para fora do país. Antes de se apresentar, ele conversou com a equipe do portal de notícias das Nações Unidas em Português, a ONU News.

“É muito emocionante, estou meio apreensivo, o estômago meio embrulhando. É uma emoção muito grande. Eu acho que a gente vai fazer bonito, vamos representar o Brasil. Na verdade, eu nunca pensei que eu chegaria até aqui com meu contrabaixo. Por isso que eu digo que ele é meu companheiro, ele que me leva para os lugares.”

Longe de casa e de instrumento na mão, os jovens da Camerata Jovem encantaram diplomatas e funcionários da ONU com composições de Bach e Mozart, mas também com Carinhoso, de Pixinguinha, Aquarela do Brasil, de Ary Barroso, e Garota de Ipanema, de Tom Jobim e Vinícius de Morais.

Esta foi a terceira vez em que o grupo se apresentou fora do país. Os concertistas levaram sua música para a Alemanha e Holanda.


Fonte: https://nacoesunidas.org/jovens-musicistas-de-favelas-do-rio-tocam-mozart-e-pixinguinha-na-sede-da-onu/

Rio+20 ao vivo!