Ir para o conteúdo

Cúpula dos Povos

Voltar a Notícias da ONU
Tela cheia Sugerir um artigo

ONU pede fim de atos hostis nas colinas de Golã

17 de Maio de 2018, 13:10 , por ONU Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 6 vezes
Patrulheiros da UNDOF nas colinas de Golã. Foto: ONU/Wolfgang Grebien

Patrulheiros da UNDOF nas colinas de Golã. Foto: ONU/Wolfgang Grebien

O chefe da ONU pediu a suspensão imediata de todos os atos hostis e ações provocativas para “evitar uma nova conflagração” no Oriente Médio, depois de relatos de trocas de fogo de artilharia nas colinas de Golã.

De acordo com relatos da mídia, os militares israelenses atacaram instalações militares iranianas na vizinha Síria em retaliação a um bombardeio de foguetes instigado pelo Irã sobre as posições israelenses no Golã, no início de maio.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, “acompanhou, com grande preocupação, os relatos do lançamento de mísseis da Síria contra alvos israelenses e ataques retaliatórios das Forças de Defesa de Israel”, disse seu porta-voz Stéphane Dujarric em um comunicado divulgado na quinta-feira (10).

Guterres “observa, com alívio, a normalização parcial da situação”, e “apela a uma suspensão imediata de todos os atos hostis e ações provocativas para evitar uma nova conflagração na região já enredada em terríveis conflitos com imenso sofrimento de civis”, acrescentou.

O Golã foi capturado por Israel na guerra de 1967 no Oriente Médio e, em 1974, uma força de observação da ONU foi criada para monitorar o cessar-fogo alcançado naquele ano por Israel e pela Síria.

Dujarric observou que a Força de Observação do Desengajamento das Nações Unidas (UNDOF) manteve contato com forças de ambos os lados durante as hostilidades mais recentes e os instou a exercer a “máxima contenção” e cumprir suas obrigações sob o acordo de 1974.


Fonte: https://nacoesunidas.org/onu-pede-fim-de-atos-hostis-nas-colinas-de-gola/

Rio+20 ao vivo!