Ir para o conteúdo

Cúpula dos Povos

Voltar a Notícias da ONU
Tela cheia Sugerir um artigo

Projeto de haitianos e brasileiros auxilia construção de moradias em locais vulneráveis a desastres

22 de Janeiro de 2018, 19:08 , por ONU Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 7 vezes

Um dos objetivos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável é tornar cidades e comunidades sustentáveis. Isso inclui diminuir impactos causados ao meio ambiente e facilitar o acesso à habitação segura e adequada.

Na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), alunos e professores desenvolveram um projeto para simplificar a construção de moradias, escolas e hospitais em locais que sofreram e que são vulneráveis a desastres naturais.

Utilizando um sistema de mutirão composto por pessoas das localidades afetadas, o ‘Solução Habitacional Simples’ (SHS) utiliza recursos naturais disponíveis para desenvolver construções com baixo custo e impacto ambiental reduzido.

A iniciativa é um projeto de extensão da UFRJ e conta com uma equipe multidisciplinar de cerca de 100 alunos de diversos cursos. Seus três eixos são: engenharia e arquitetura; tecnologia da construção; e administração de mutirões.

Coordenador do projeto, o professor Leandro Torres explica que todo o programa foi pensado para atuar em condições de desastre. As máquinas utilizadas para a prensagem dos tijolos, por exemplo, são manuais para que não seja necessário o uso da eletricidade.

O material de apoio para aplicação do projeto está sendo traduzido para quatro idiomas e ficará disponível no site do SHS. Seus usuários diretos serão assistentes técnicos, como engenheiros e arquitetos, que possuem a opção de utilizar gratuitamente o conteúdo do projeto em apoio a seu trabalho junto às comunidades afetadas.

“Você também pode capacitar aquelas pessoas que não dominam tanto habilidades construtivas. E aí o mutirão ganha um significado a mais: o de qualificar profissionalmente as pessoas da comunidade, ampliando possibilidades de geração de trabalho e renda deste grupo em um momento futuro”, afirma o pesquisador brasileiro.

Clique para exibir o slide.

O projeto, que nasceu no curso de Engenharia Civil da Escola Politécnica, será aplicado na comunidade haitiana Don de L’Amitié – a cerca de 50km da capital Porto Príncipe – em outubro de 2018. A iniciativa acontece dois anos após a passagem do furacão Matthew, que devastou cerca de 30% do país.

“A ideia é simples. É você proporcionar o melhor para essas pessoas da comunidade e, além do mais, mostrar para outras comunidades o que é possível fazer dentro de um planejamento. Você potencializa os esforços das pessoas e usa os recursos que nós temos”, diz o engenheiro Jac-Ssone Alerte, que nasceu na comunidade e é um dos responsáveis por levar o projeto para o Haiti.

Saiba mais sobre o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 11 – “Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis” – clicando aqui.

O email do projeto é o shs@poli.ufrj.br.


Fonte: https://nacoesunidas.org/projeto-de-haitianos-e-brasileiros-auxilia-construcao-de-moradias-em-locais-vulneraveis-a-desastres/

Rio+20 ao vivo!