Ir para o conteúdo

Blogoo!

Voltar a Colunistas@Blogoosfero
Tela cheia Sugerir um artigo

Notas rápidas internacionais 18/05/18

18 de Maio de 2018, 10:00 , por Ana Prestes - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 108 vezes
por Ana Prestes

por Ana Prestes    

- Semana foi de apoio de líderes europeus ao ex-presidente Lula. Em duas cartas, uma assinada por ex-chefes de Estado, como Zapatero e Hollande. A outra assinada por mais de 30 parlamentares europeus de vários países e partidos. “A luta legítima e necessária contra a corrupção não pode justificar uma operação que questiona os princípios da democracia”, diz uma das cartas.

- O Chanceler Aloysio Nunes, sendo arrogante, chamou de arrogantes os líderes e parlamentares europeus que se manifestaram em defesa de Lula e de sua candidatura presidencial. “Cometem um gesto preconceituoso arrogante e anacrônico contra a sociedade brasileira e seu compromisso com a lei e as instituições democráticas”, disse o chefe da diplomacia brasileira.

- Semana foi marcada pelo massacre de palestinos na Faixa de Gaza. Em atitude surpreendente o Congresso Nacional brasileiro, em sessão presidida por Eunício de Oliveira na terça (15), fez um minuto de silêncio pelos assassinados na Palestina. O pedido de silêncio foi do Deputado Orlando Silva (PCdoB/SP).

- A CIDH (Comissão Interamericana de Direitos Humanos) inicia hoje (18) uma visita que durará até o dia 21 de maio à Nicarágua. Paulo Abrão, brasileiro e secretário executivo da CIDH é parte da delegação.

- Continua hoje, 18, o diálogo entre Governo e sociedade civil na Nicarágua, mediado pela igreja católica. Ontem um vídeo da derrubada de uma estrutura de ferro em forma de árvore (símbolo do governo de Daniel Ortega) e que matou um cinegrafista guatemalteco chocou o mundo.

- Começou nesta quinta (17) o Ramadã, mês sagrado para os muçulmanos.

- A quinta-feira (17) foi tensa para as relações entre Coreia do Norte e do Sul. Enquanto um dos principais negociadores do Norte chamaram o governo sul-coreano de “ignorante e incompetente”, o Sul reuniu seu Conselho Nacional de Segurança e anunciou que continuará mediando conversas entre EUA  e Coreia do Norte. A Coreia do Sul deu diversos sinais esta semana de estar descontente com a realização dos exercícios militares conjuntos entre EUA e Coreia do Sul e o fato de um ex-embaixador norte-coreano (que desertou em 2016) ter sido ouvido na Assembleia Nacional sul-coreana esta semana. Não está claro ainda o que a Coreia do Norte ganhará em troca de sua desnuclearização.

- Um dos maiores desconfortos da Coreia do Norte com relação aos EUA atualmente é a presença de John Bolton na assessoria de Segurança Nacional de Trump. Há poucos dias Bolton sugeriu que o desarmamento nuclear da Líbia servisse de modelo para a Coreia do Norte, o que deixou os negociadores da Coreia irados. Bolton também foi contrário a acordos anteriores com a Coreia do Norte e foi um dos partícipes da saída dos EUA do acordo com o Irã.

- Relatório da ONU divulgado esta semana aponta que Nova Deli será a cidade mais populosa do planeta até 2028. Atualmente Tóquio é a maior cidade do mundo com 37 milhões de habitantes. Nova Deli tem 27 milhões e Xangai 26 milhões. Cidade do México e São Paulo tem 22 milhões cada.

- Teve alta o ex-agente de espionagem russo cujo envenenamento provocou uma crise diplomática entre Reino Unido e Rússia, que depois se espalhou para outros países e provocou a expulsão de mais de 300 diplomatas russos de mais de 20 países. Até hoje o Reino Unido não conseguiu provar que o envenenamento foi provocado pela Rússia.

- Presidente do Egito, Abdul Fatah al Sisi autorizou que a passagem da fronteira do país com a Faixa de Gaza fique aberta durante todo o mês do Ramadã que começou nesta quinta (17).

- Os argentinos realizaram ontem (17) uma segunda marcha até a Praça Rosada em Buenos Aires em protesto contra o acordo com o FMI.

- Trump e o vice-primeiro-ministro chinês Liu He se reuniram ontem (17) para tratar de temas comerciais.

- Ontem, 17 de maio, o Dia Internacional Contra a Homofobia foi registrado com protestos em todo o mundo. A data marca o dia em que a Organização Mundial da Saúde tirou a homossexualidade da classificação de doenças, em 1990.

- O último comício da campanha presidenci
 
al de Maduro, ontem (17) em Caracas, contou com a presença de Diego Maradona.

- Novo presidente do governo da Catalunha, o independentista Quim Torra, tomou posse ontem quinta (17) sem a presença de representantes do Executivo espanhol.

- Já foram registrados quase 700 feminicídios no México só em 2018. Também no México, que está em plena campanha presidencial, um ex-prefeito foi assassinado e uma candidata a deputada foi sequestrada nas últimas 24 horas. No último debate entre os candidatos presidenciais ocorrido no museu da Memoria e Tolerância, a mediadora Helena Varela da Divisão de Estudos Sociais da IBERO  (universidade ibero-americana) opinou em artigo que falta aos candidatos conhecimento de como vive a sociedade civil ante a violência que já se tornou cotidiana no México.

- Cada vez mais empresas utilizam vigilância eletrônica de seus trabalhadores. A Amazon é uma das que já desenvolveu e patenteou uma pulseira eletrônica que rastreia onde está seu empregado dentro dos armazéns e pode ler os movimentos de suas mãos, segundo eles para ver se o trabalhador errou a caixa de armazenamento de algum produto.

Fonte: Ana Prestes

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar