Ir para o conteúdo
ou

Thin logo

Tela cheia
 Feed RSS

Eu aqui ;-)

28 de Maio de 2012, 21:00 , por profy Giac ;-) - | No one following this article yet.

Bem que imaginava tudo...

31 de Outubro de 2014, 14:30, por profy Giac ;-) - 0sem comentários ainda

Dessa vez me deu vontade de responder na lista quando li certas palavras, um certo assunto… O engraçado foi as respostas que recebi… bem que imaginava tudo. Eu tive simplesmente confirmação de quanto eu navego distante desse povo do noosfero. Talvez, e digo talvez, para eles foi a primeira vez, mas para mim com certeza não, eu tenho já 4 anos lidando e discutindo certas respostas, já sou “formado nessa faculdade” rss… De qualquer maneira a mais engraçada foi a do “chefe” (sim..o cabeça), algo do tipo “se a coisa não é de seu interesse não se envolva” kkk… Mas é claro que eu não vou me envolver com uma coisa que não me interessa, e foi exatamente por isso que ao contrario me envolvi, porque apareceu uma coisa que me interessava e muito! Realmente, essa resposta dele devo admitir que não faz parte daquela minha “formatura da faculdade” em 4 anos de uso de redes foss/floss :-) . Bom , como já disse, e vou repetindo, hoje em dia me sinto com certeza em outro planeta, em outra galáxia, muito distante desse povo. Mas em geral eu queria também, depois desse tempo todo ( 4 anos e talvez mais ainda), lamentar, expressar a minha decepção em relação ás pessoas do movimento/filosofia foss aqui da Bahia, Salvador em primis. Nesse anos todos de uso de redes alternativas (eu chamaria simplesmente redes foss mas acredito que alguns gostam mais de alternativas – alternativas a que ? :-) ). Esse povo foss/floss da Bahia foi o que mais faltou, o que menos usou essas redes foss nesse tempo todo, comparado com o resto dos brasukas. Foi uma grande decepção para mim, porque (e bem que eu tentei) eu esperava também criar (ou consolidar) algumas amizades de verdade. Eu consegui conhecer e ficar amigos de muitos brasileiros nesses anos de uso dessas “ferramentas” ( diaspora, friendica, redmatrix, identica…), já muitos deles me conhecem bem, claro , como tem que ser depois de anos de conversas na internet :-). Tivemos nossa discussões , algumas mais quentes rss… e outras mais engraçadas, mas até hoje estamos todos ai ainda. Mas esse pessoal foss da Bahia, bom, é o mais estranho mesmo que conheci. O único que sou amigo , já não mora mais aqui na Terrinha, mudou de cidade, faz tempo, e ele mesmo uma vez me confirmou que os daqui eram ‘estranhos’ kkk.. , não tenho a menor duvida. Que nem meninos encasquetaram no uso daquela que para eles é talvez uma bandeira, um simbolo da Terrinha, e também do Brasil, e não saíram daquilo, se não para continuar a usar a outra merda que eu já estou cansado de nomear, na verdade eles sempre usaram mais as outras merdas do que a própria “bandeira” deles..engraçado e ao mesmo tempo bem triste. “Cada macaco no seu galho” ? Não sei se combina, mas também eu imagino o significado dessa frase de maneira diferente talvez, algo do tipo “fique com a sua merda que eu vou ficar com o meu diamante imperfeito” , para alguém talvez meio “utópico” mas eu não deixo (nunca deixei e nunca deixarei) de ser um sonhador, e se hoje eu estou aqui é também porque encarei e venci muitos medos, e “muitos riscos”. Arrivederci ?



Porque usar php no friendica e não Ruby (diaspora, libertree, noosfero)

6 de Abril de 2014, 0:25, por profy Giac ;-) - 0sem comentários ainda

Essa pergunta jã foi feita varias vezes aos devs do friendica/red, e eu, como  vi alguém outro dia  fazendo a mesma  pergunta  novamente nas redes diaspora e friendica,  abusei da paciência deles  e fiz novamente essa pergunta :).

Espero com isso  esclarecer uma vez por todas essa questão.

"You choose a language for the task at hand based on what you wish to accomplish and the environment where that software is going to be used. This involves not only the software environment but the complete environment - software, hardware and user base. I chose php for a number of reasons. Rapid protoyping is essential for developing innovative platforms. The number of existing PHP developers is ten times, no a hundred times, no even more - than for any other web-based platform. This is critical for an open source project. At the same time, the blogging craze started to die off and left huge amounts of unused shared hosting capacity around the planet. I thought this would be a great way to make use of all that spare capacity and the skills of hundreds of thousands of existing LAMP admins. This didn't all play out the way I originally planned, but those are the reasons I chose this platform. Ruby is still a bit of a boutique platform. Not a lot of people are good at it. The hosting community has been slow to adopt it. This isn't reflective on the language and its capabilities - I'm only considering the environment where these webapps need to live. This kind of a project needs to be accessible to all levels of skills, something WordPress proved could be done if you used a commodity stack. There are even "newer" technologies like node.js. They currently don't have the rich set of libraries and utilities to create a project of this scope without a lot of devs working on various aspects of it - just to give it the support infrastructure required to develop rich applications quickly. We don't have the luxury of lots of devs. Several other language platforms were considered and ruled out for other similar reasons. They are great technologies, but commodity webapp environments aren't their strength."

Um outro  dev respondeu: "It's kinda like asking "Why is this Playstation game written for the Playstation?" That's just what the world uses. Commodity hosting uses a LAMP stack. If you use something else for a decentralised service that has to run on commodity hosting, you're an idiot. End of discussion. I suppose you could stretch it out by adding that PHP is good for prototyping, and there's a case to be made for rewriting the whole thing in C later. I suspect you're actually remembering threads about why Ruby developers don't like PHP - but why they don't use it is a very different question to why we do. Basically, they invented an urban myth that PHP is inherently insecure, and that's where most bugs are. There are lots of threads pointing out that, actually, that's complete bullshit. Most bugs are in C, and vulnerabilities are almost always in bad code (like Diaspora), not bad languages (like PHP) anyway. Here's a test - try to get a private photograph from Diaspora (I'll give you a hint - just fusk one), and try to get a private photograph from Red (I'll give you a hint - forget trying to hack your way in, you'll only do it by finding an admin, and hitting him with a wrench - unless it's E2EE, in which case, you'll have to find the owners and hit them with a wrench)." Commodity hosting uses a LAMP stack.

E por aqui termino ;-).



viagem no passado...

24 de Outubro de 2013, 20:09, por profy Giac ;-) - 22 comentários

Hoje eu consegui encontrar uma musica que eu estava procurando há muito tempo. Era a parte final de um programa lindíssimo que se passava na televisão Rai da Itália quando eu era criança, cujo nome era "Avventura". Agora estou compartilhando aqui a minha emoção com vocês. Essa musica é linda demais.

 



Dia de ... vermelha ;-)

29 de Novembro de 2012, 2:00, por profy Giac ;-) - 0sem comentários ainda

hoje é dia de emoção e dia de alegria...dia de entrega da faixa vermelha ;-)




Sabe como é na Bahia né... :-)

26 de Agosto de 2012, 2:00, por profy Giac ;-) - 0sem comentários ainda

:-D