Ir para o conteúdo

Luiz Muller Blog

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Denúncia: Marchezan passa dinheiro pra empresas e autoriza demissão de milhares de cobradores de Ônibus

25 de Setembro de 2020, 17:14 , por Luíz Müller Blog - | No one following this article yet.
Visualizado 15 vezes
No inicio deste ano Marchezan já havia tentado a demissão dos 6 mil cobradores de Porto Alegre mas foi impedido pela Mobilização dos Rodoviários e pela Câmara de Vereadores. Agora, usando a pandemia como argumento, o Prefeito assina acordo pra indenizar empresas e ainda por cima autoriza uma demissão em massa.

No inicio deste ano Marchezan já havia tentado a demissão dos 6 mil cobradores de Porto Alegre mas foi impedido pela Mobilização dos Rodoviários e pela Câmara de Vereadores. Agora, usando a pandemia como argumento, o Prefeito assina acordo pra indenizar empresas e ainda por cima autoriza uma demissão em massa.

Segue desabafo de trabalhador Rodoviário sobre a maracutaia que Marchezan fez agora, no apagar da luzes do governo dele, com as empresas de Ônibus.

A covardia e a pilantragem nesta cidade não tem limites, no dia de ontem 24 de Setembro o prefeito Nelson Marquezan que dorme dentro do bolso dos empresários do transporte coletivo de Porto Alegre, se aproveitou da situação da COVID 19 , usando ela como cortina de fumaça, firmou acordo péssimo para Cidade, COVARDEMENTE usaram para firmar esse acordo a CEJUSC-EMPRESARIAL, (provavelmente um setor Novo de mediação para causas empresariais) o acordo trata DE ADITIVO A LICITACAO DOS TRANSPORTES, e já antecipo se foi modificado o contrato da licitação, esta sendo descumprido o edital, ou seja estão fazendo malabares com a coisa pública.

Mas fundamentalmente a tentativa do prefeito e das empresas é acabarem com os cobradores de ônibus, não satisfeitos pela derrota que tiveram no começo deste ano na Câmara de Vereadores, e desrespeitando completamente a voz do povo, que delegou aos vereadores desta cidade a condição de legisladores, e que por ampla maioria e através de votação disseram não a este ataque insano do prefeito e das empresas contra os trabalhadores. Este Prefeito vendido juntamente com esta Patronal insana e covarde, retomaram o projeto diabólico para desempregar pais de família. Participam e assinam este acordo.

O PREFEITO, A ATP, OS 4 CONCORCIOS, A EPTC E A CARRIS. NESTE ACORDO FOI ASSINADO O FIM DOS COBRADORES, E SE TORNOU UMA CERTIDÃO DE OBITO DE UMA PROFISSÃO.

As empresas neste acordo as empresas abriram mão de receberem alguns milhões de reais em remuneração que o município deve para elas, provando que nunca tiveram a tal dificuldade financeira que usaram para roubarem os nossos salários e o nosso ticket. isso é um crime, é um roubo, o prefeito de Porto Alegre estão assaltando os trabalhadores rodoviários mais uma vez e em conjunto com as empresas do transporte coletivo estão roubando o nosso salário e atacando os nossos direitos, se abriram mão de receber remuneração as empresas renunciam o valor de R$ 27.865.208 em milhões de reais e 71 centavos referente à remuneração e depreciação de Capital compreendido somente do período entre 19 de Março de 2020 a 31 de Julho de 2020. Gente nós estamos falando que março abril maio junho julho quatro meses e meio as empresas receberam da prefeitura 27 milhões quer dizer que a cada 4 meses e meio a prefeitura repassa para as empresas 27 milhões de reais e eles tomaram 25% dos nossos salários, agora caiu de vez a máscara.

NADA JUSTIFICA OS ACORDOS DE REDUCAO SALARIAL SE ELES RENUNCIARAM EM 4 MESES MAIS DE 27 MILHÕES DE REAIS. mas eu vou um pouquinho mais à frente aqui para vocês entenderem um o que que as empresas fizeram junto com prefeito neste ACORDO DIABOLICO consta ainda que MEIOS ALTERNATIVOS DE FORMAS DE PAGAMENTO DA TARIFA QUE NÃO SEJAM EM DINHEIRO DEVERAO SER INTEGRADOS dentro do ônibus até o final de 2020 e serão implantados pelas empresas locais físicos de venda externa em mecanismos tecnológicos para aquisição de cartão tri e a partir do período de um ano contados da celebração deste acordo às ficam dispensadas da contratação ou reposição de cobradores para fins de cumprimento da obrigatoriedade da circulação mínima da tripulação, só pra constar eles assinaram que em caso de determinada linha não for lucrativa, a empresa poderá utilizar outro tipo de veículo, ou seja micro ônibus. A título de informação ainda na semana passada foi votado os 3% da EPTC, e este retorno se daria em redução tarifaria, no acordo já resolveram o destino dessa grana viu, e não vai para a passagem coisa nenhuma. 0 sonho de consumo das empresas e do Marquezan em acabar com os cobradores tudo isso deve ser atingida até o final de 2020 conforme o acordo aí vocês Imaginem o que está para acontecer. Não vai escapar ninguém.


A SITUAÇÃO E GRAVE E SOMENTE UNIDOS E MOBILIZADOS MUDAREMOS ISTO, VAMOS JUNTOS FAZER JUSTIÇA E ACABAR COM ESTE ROUBO DOS NOSSOS SALARIOS E VAMOS MANTER O POSTO DE TRABALHO DOS COBRADORES. MOVIMENTO JÁ.
Gerson Assis

Da pra ter dúvida sobre o objetivo do tal “acordo”
Fonte: https://luizmuller.com/2020/09/25/denuncia-marchezan-passa-dinheiro-pra-empresas-e-autoriza-demissao-de-milhares-de-cobradores-de-onibus/

Novidades