Ir para o conteúdo
ou

se gostarem avise os amigos se não gostarem avise seus inimigos

Pais: Brasil * Estado: São Paulo * Cidade: Suzano

Para adicionar a comunidade "PCdoB rumo ao futuro" clique em: http://blogoosfero.cc/pcdob-rumo-ao-futuro e clique em +Entrar

 Voltar a Blog
Tela cheia

Fazer politica, é um direito e motivo de orgulho. Abrace esta ideia.

30 de Abril de 2015, 4:08 , por Roberto Gieseke - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 112 vezes

Fazer politica, é um direito e motivo de orgulho. Abrace esta ideia.

Desde que me conheço como gente, o fato de ter uma opção politica. É motivo de barreiras nos movimentos sociais, normalmente impingidas por raposas velhas, hoje a situação parece que está ampliando de forma organizada, institucionalizada, e levando uma grande maioria abominar a politica. Chavões como problema técnico, ”ideológico” ou mesmo politico(no sentido pejorativo) muito comum hoje em dia, no meu entender uma forma covarde de enfrentar os fóruns de luta no Estado de Direito. As SABs, Sindicatos e outras entidades de organização social, estatutariamente elas são laicas e apartidárias, não quer dizer que não podem tomar posições politicas. E mais, os participantes podem e devem ter suas opções politicas, não devem cair nesta armadilha. É forjando na luta que sai nossas lideranças, abandonar é entregar de mão beijada para os inimigos, corrupção, entre outras anomalias.
Vamos pegar dois exemplos em situações diferentes e logicamente não dá para fazer comparações diretas, nem devemos.
Situação:1 - Governo de São Paulo, passou pelo crivo do voto com mais de 50% + 1, profissão médico, Está num partido que defende ou é mais próximo ao neoliberalismo
situação 2 – Che Guevara, revolucionário por uma sociedade mais justa, profissão médico, foi um dos ideólogos e comandantes que lideraram a revolução cubana.

Ai você pensa, não passei pelo crivo do voto, muito menos fiz revolução, não posso falar nada. impotente ante tantas tarefas e objetivos na vida, fica inconformado, ou não vai lutar por seus princípios. Errado!
É exatamente o que as forças mais atrasadas querem que você faça ficar alienado aceitando uma democracia que só aceita ser democrática se concordarem com eles, na realidade é uma ditadura da minoria sobre a classe operária e trabalhadora.
Faço parte dos 50 % - 1, não quer dizer que vou deixar de lutar pelos meus direitos, SUS de qualidade, Educação de qualidade, reforma politica, Não a PL 4330, etc...E qualquer governante que se preze, não esquece isto, também depende e procura atender essa parcela da população.
O mesmo acontece na segunda situação, as condições para mudança de sociedade estavam presentes, e graças a essas lideranças Cuba hoje é referencia e até modelo nas varias áreas da sociedade. Do outro lado temos ( com rios de dinheiro) empresas de mercenários fundeadas em países ditos como “Senhores da democracia e liberdade”, interferindo, aniquilando, povos e a soberania e independência dos mesmos.

Ficou a pergunta porque coloquei médicos? Porque, todos devem, podem, e tem posições diferentes. Ai todos cada um de sua forma devem participar, estudar e tomar posições politicas.
Hoje não vemos com os mesmos olhos, O médico(a), enfermeiro(a), tecelão, operário da construção civil e até um simples carvoeiro. Hoje chama atenção o trabalho escravo nas carvoarias, e até temos leis para combater, Mas não percebe principalmente o médico cirurgião, que aceitando a terceirização, pejotização ou similar, também está caminhando para este abismo, não adianta a carga horária ser de 4 horas, mas ter que ir para outro hospital, ou consultório, para manter o mesmo nível de vida, não é difícil nas várias profissões a pessoa ficar doente por causa disto.

Eu vi quando no ambulatório de um hospital a atuação de uma equipe de enfermeiros, médicos e cirurgião chefe na recuperação de um paciente cardíaco em fase terminal, sendo recuperado com sucesso. A tranquilidade como o cirurgião chefe, orientava a sua equipe, posso quase afirmar que este médico era concursado e não fica pulando de hospital em hospital para viver decentemente. Não faz diferença o jaleco branquinho, ou o maltrapilho carvoeiro todos estão no mesmo barco.
Portanto, esta luta é de todos, individualmente somos fracos, mas unidos podemos barrar a PL 4330, lutar por reforma politica, acabar com esta avalanche de dinheiro que inclusive vem de fora do pais, que para nós parece muito, e põe muito nisso, mas é migalha para esta minoria burguesa.
DIA 1 DE MAIO É UM DIA PARA REFLETIRMOS TODAS ESTAS COISAS, E NÃO TENHA EM HIPOTESE ALGUMA VERGONHA DE TER POSIÇÃO POLITICA, EU TENHO A MINHA ”VIVA O SOCIALISMO CIENTIFICO RUMO AO COMUNISMO”

30/04/2015 Roberto Gieseke

O Analfabeto Político

 

O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.

 

O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais.

 

Bertolt Brecht

 


0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.