Ir para o conteúdo

Luiz Muller Blog

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

A gauchada que aderiu ao bolsonarismo não cansa de envergonhar o Rio Grande. É muita chinelagem!

29 de Junho de 2020, 14:53 , por Luíz Müller Blog - | No one following this article yet.
Visualizado 14 vezes

O Rio Grande do Sul, terra do atual Ministro responsável pela Assistência Social, Onix Lorenzoni, parece ser o Estado com maior número de bolsonaristas dispostos a passar vergonha por chinelagem. Pelo menos é o que deu a entender o Fantástico e os noticiários da Globo ontem e hoje. Esta aí em baixo é só mais uma. Também tem empresários dos mais variados tipos, inclusive uns que tem barco de passeio e outros que tais. Enquanto isto milhares de gaúchos e milhões de brasileiros que precisam, não receberam nada.

É só pra lembrar que aquele papo de “combate a corrupção”, na verdade sempre foi o papo dos verdadeiros corruptos, os grandões e os seus lambe botas. Mas o Brasil esta indo ladeira a baixo por causa desta corja que apoiou o Golpe contra a Presidenta Honesta. Não tivesse acontecido o golpe, não estaríamos na merda que estamos hoje. E se a mídia tem muita culpa, canalhas que pensam como esta dondoca aí tem culpa também, por que deram seu voto pra que a merda acontecesse.

Uma cidadã de bem, claro. A mulher da foto é Ana Paula Brocco, de Espumoso, RS. Ela já viajou a vários países do mundo e está de casamento marcado no CARIBE. Pois Ana se cadastrou, foi aprovada e vem recebendo o auxílio emergencial de 600 reais do governo federal, o mesmo a que pessoas realmente pobres não conseguem ter acesso. Ana tentou barrar na justiça uma reportagem da RBS TV que fala sobre fraudes no recebimento do auxílio, mas neste domingo a matéria foi apresentada no Fantástico. Ana não explicou porque, apesar da boa vida, se cadastrou pra receber o benefício. Ana é uma patriota que está cansada da corrupção que assolou este país pelo PT e pela esquerda.


Fonte: https://luizmuller.com/2020/06/29/a-gauchada-que-aderiu-ao-bolsonarismo-nao-cansa-de-envergonhar-o-rio-grande-e-muita-chinelagem/

Novidades