Ir para o conteúdo

Luiz Muller Blog

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Ainda sobre a pseudo “esquerda pra valer” do PSDB: Censura prévia no evento Direitos-já

9 de Setembro de 2019, 15:21 , por Luíz Müller Blog - | No one following this article yet.
Visualizado 16 vezes

O artigo a seguir é do Luiz Nassif no GGN e o título acima é deste humilde blogueiro aqui. Numa semana onde novamente vozes que se dizem “de esquerda” escrevem dizendo que o PT não quer dar as mãos a ninguém, como fez o Intercept, é conveniente publicar mais um artigo do Nassif falando sobre este estranho Ato que defendeu a democracia e os direitos de todos mas acha que Lula não os deve ter. Ante ontem este blogueiro, que é petista militante, já tinha publicado outro esclarecedor artigo do Nassif, que não é nenhum petista, sobre o tal “direitos Já”

Segue o novo artigo da Nassif.

A censura prévia no evento Direitos-já

Para o evento, foi contatado um grupo para apresentar trechos de “Liberdade, Liberdade”. Seus integrantes sugeriram, então, o trecho sobre o julgamento de Sócrates. Imediatamente instalou-se o mal estar, porque o trecho poderia estimular alguma manifestação pró Lula-livre.Por Luis Nassif -08/09/2019 Compartilhar

Outro episódio revela o viés político do evento Direitos-Já, organizado por grupos ligados à esquerda do PSDB, e que teve a participação de leque amplo de políticos e organizações.

O evento fez um controle feroz da entrada. Só poderiam entrar convidados para evitar a entrada e manifestações de estudantes. Em pleno TUCA.

Para o evento, foi contatado um grupo para apresentar trechos de “Liberdade, Liberdade”, a peça histórica de Millor Fernandes e Flávio Rangel. O grupo teria 6 minutos para uma apresentação sobre o tema direitos. Seus integrantes sugeriram, então, o trecho sobre o julgamento de Sócrates. Imediatamente instalou-se o mal estar, porque o trecho poderia estimular alguma manifestação pró Lula-livre.

O organizador do movimento, Fernando Guimaraes, exigiu então que o grupo submetesse o texto previamente a ele. O grupo considerou que era um ato de censura e se recusou a participar do evento. Era uma ironia atroz: “Liberdade, Liberdade” é uma peça clássica contra todas as formas de coação, incluindo a censura prévia.

Repito: há uma enorme demanda pelo grande pacto nacional contra o arbítrio de Bolsonaro, que supere as divergências partidárias. O movimento dos sonhos juntará os legalistas do PT e PSDB, do MDB e do PcdoB, do DEM e do PSB, associações empresariais e movimentos sociais. Mas não pode, em nenhum momento, ser massa de manobra de qualquer grupo.

Será  veneno na veia de qualquer articulação.

Tenho sido um crítico da insistência do PT em não dividir o protagonismo da oposição com outros atores. Mas criticá-lo por não endossar o Direitos-Já é injusto. Qualquer movimento em defesa dos direitos tem que colocar como ponto central a libertação de Lula. Ao proibir qualquer manifestação pela liberdade de Lula, nem sequer citar a prisão de Lula nos textos do organizador, o evento denotou um oportunismo político de quem tenta galvanizar uma aspiração geral em interesse próprio.


Fonte: https://luizmuller.com/2019/09/09/ainda-sobre-a-pseudo-esquerda-pra-valer-do-psdb-censura-previa-no-evento-direitos-ja/

Novidades