Ir para o conteúdo

Luiz Muller Blog

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Corrupto, Preso pela PF, Alexandre Baldy homenageou Moro e pediu “um Brasil mais justo e menos corrupto”

7 de Agosto de 2020, 9:17 , por Luíz Müller Blog - | No one following this article yet.
Visualizado 14 vezes

por Kiko Nogueira no DCM

Alexandre Baldy vota pelo impeachment de Dilma “contra a corrupção”

Moralistas sem moral, disse Dilma Rousseff.

Preso hoje, o secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy, é investigado por receber ao menos R$ 1,4 milhão em “vantagens indevidas” por meio de caixa dois, em 2014, e envolvimento em fraude em licitação na Fiocruz em 2017, segundo o MPF.PUBLICIDADE

De acordo com a Procuradoria, Baldy atuou a serviço a organização social Pró-Saúde, “recebendo, em contrapartida, valores indevidos”.

Baldy foi deputado federal por Goiás, ministro das Cidades do governo Temer e, entre 2011 e 2013, secretário da Indústria e Comércio de Marconi Perillo.

Aécio o saudou, num vídeo picareta de 2016, como uma “renovação”.

Esteve com Moro numa homenagem de Doria ao então ministro de Bolsonaro.

“A Corrupção é um dos grandes males que precisa ser combatido com firmeza no Brasil”, escreveu no Instagram.

Sergio Moro, segundo ele, “nos últimos anos, com muita dedicação, representou o sentimento de todos os brasileiros no firme combate a esse ato que traz desigualdade social, desemprego, miséria e fome. É com exemplos como este que podemos, dia a dia, construir um mundo melhor.”

Depois fez campanha pela permanência do maringaense na pasta da Justiça:

O trabalho do Ministro Sergio Moro em prol do Brasil é reconhecido por todos nós, brasileiros, e pelo mundo afora. O Brasil precisa do seu trabalho, Sergio Moro. Temos muito a percorrer na construção de um país melhor para os brasileiros, mais justo e menos corrupto! O Estado Brasileiro precisa de você, Ministro! #FicaMoro #Moro


Fonte: https://luizmuller.com/2020/08/07/corrupto-preso-pela-pf-alexandre-baldy-homenageou-moro-e-pediu-um-brasil-mais-justo-e-menos-corrupto/

Novidades