Ir para o conteúdo

Luiz Muller Blog

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Entregadores latino-americanos se juntam à paralisação dos brasileiros nesta quarta

1 de Julho de 2020, 10:20 , por Luíz Müller Blog - | No one following this article yet.
Visualizado 25 vezes

Entregadores de Argentina, México, Chile e outros países da América Latina se somam aos brasileiros no ‘Breque dos Apps’

Do OPERA MUNDI

Entregadores de aplicativos espalhados em diversos países da América Latina aderiram à paralisação que acontece nesta quarta-feira (01/07) em algumas cidades do Brasil. Trabalhadores da Argentina, México, Chile, Costa Rica, Equador e Guatemala se somam aos brasileiros pedindo melhorias no setor.

Os entregadores pedem melhores condições de trabalho, com prevenção e equipamentos de proteção individual (EPIs) contra o coronavírus, a suspensão de bloqueios arbitrários realizados pelas empresas e bônus de emergência.

A maioria dos trabalhadores nestes países realizam entregas para os aplicativos Rappi, Ifood, UberEats, Glovo, Pedidoya e Deliveroo. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, muitos dos que compõem a paralisação são integrantes de grupos no WhatsApp, onde trocam informações e depoimentos dos entregadores que estão se unindo na mobilização. 

Em nota, a associação argentina Agrupación de Trabajadores de Reparto (Grupo de Trabalhadores de Entrega, em tradução livre) afirma que a paralisação desta quarta é pela luta em busca de direitos e pela “regularização” do trabalho, assim como para “desmascarar a relação de ‘colaboradores'”. 

Reprodução
Entregadores pedem melhoras no setor, principalmente na remuneração e garantias de trabalho

“Temos que lutar pelos direitos mais básicos dos trabalhadores, como dias de descanso, férias e reconhecimento da falta de saúde para limitar o horário de trabalho e, assim, realmente evitar as centenas de acidentes que ocorrem diariamente”, diz o comunicado. 

Além do ATR, outros grupos também compõem o #YoNoReparto (em tradução livre, algo como “Eu não entrego”), como o RedApps Unidos Argentina, Treta no Trampo, Entregadores Antifascistas, RiderUnidosYaChile, Glovers, Repartidorxs Unidxz, entre outros.

Outras paralisações

A paralisação desta quarta não é a primeira de alguns dos grupo que estão na linha de frente do “breque”. Em abril e maio deste ano, algumas associações já realizaram outras mobilizações. No entanto, as centrais afirmam que esta nova paralisação será “sentida fortemente no Brasil”.

“Promoveremos campanhas para membros, discussões em nossos locais de trabalho e um grande chamado naquele dia para sair às ruas novamente para exigir o que merecemos”, diz a nota.

Em um vídeo publicado nas redes, entregadores argentinos do grupo La Red, que compõem a Assembleia Nacional dos Entregadores da Argentina, saudaram os trabalhadores brasileiros e afirmaram que estarão juntos na paralisação internacional.

“Estas empresas nos tratam como material descartável em todas as partes do mundo enquanto enchem seus bolsos às custas das nossas vidas”, diz um dos entregadores na filmagem.


Fonte: https://luizmuller.com/2020/07/01/entregadores-latino-americanos-se-juntam-a-paralisacao-dos-brasileiros-nesta-quarta/

Novidades