Ir para o conteúdo

Luiz Muller Blog

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Onix Lorenzoni, o desmonte da FUNAI e a demissão e destino do Indigenista Bruno Pereira

17 de Junho de 2022, 11:44 , por Luíz Müller Blog - | No one following this article yet.
Visualizado 25 vezes

Os gaúchos são muito bairristas. Talvez por isto não deem muita bola quando um deles se envolva em questões de Garimpo Ilegal na Amazônia. Mas deveriam. O Garimpo Ilegal extrai milhares de quilos de Ouro dos Rios da Amazônia e o manda para fora sem pagar um centavo sequer de Imposto, o que afeta e muito a todos nós, brasileiros, incluindo os gaúchos. E de “brinde” deixa pra trás rios e terras contaminadas.

Para acessar o artigo do UOL na íntegra, clique aqui

A parte da destruição ambiental a gente até vê na Globo. O que a Globo não mostra e nem vai atrás investigar, é a quantidade de ouro que extraíram e mandaram pra fora e pras contas de quem vai a grana que este ouro vendido ilegalmente rende.

Se antes o garimpo ilegal, especialmente em terras indígenas era combatido, no Governo Bolsonaro a bandidagem tomou conta e se impôs.

Onix Lorenzoni correu a atender Garimpeiros ILEGAIS e uma das consequências de uma de suas reuniões com a bandidagem parece ter sido a exoneração do Indigenista Bruno Pereira da FUNAI, por ter ousado continuar comandando ações e combatendo a bandidagem dos garimpeiros ILEGAIS nas Terras Indígenas sob sua jurisdição.

Onix Lorenzoni assim como seu chefe Bolsonaro, não são só coniventes com a bandidagem. Suas atitudes no governo dão força a bandidagem. Ou não é dar força pra bandidagem articular reunião com Garimpeiros Ilegais e pior ainda, atender-lhes os pedidos feitos?

No Rio Grande não tem ouro no solo, que a gente saiba. Mas tem bastante bandidagem pra ser recebida no Palácio Piratini, se um sujeito destes se elege governador.

Se Sartori e Leite já entregaram parte do Futuro do nosso Estado numa privataria absurda, imagina com um representante direto do milicianismo criminoso instalado ali no Palácio Piratini.

Acorda Gauchada. Ainda dá tempo.


Fonte: https://luizmuller.com/2022/06/17/onix-lorenzoni-o-desmonte-da-funai-e-a-demissao-e-destino-do-indigenista-bruno-pereira/

Novidades