Ir para o conteúdo

Luiz Muller Blog

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Tabata é só um peão a serviço de bilionários. Não bato nela. Mas os patrões dela são ladrões e querem roubar o futuro da nação!

15 de Julho de 2019, 12:15 , por Luíz Müller Blog - | No one following this article yet.
Visualizado 13 vezes

Tabata Amaral é jovem, como o são boa parte dos outros 15 Deputados eleitos e patrocinados por Luciano Huck, Jorge Paulo Leman , Jeorge Soros, Omydiar e outros que tais. Os bilionários do mundo, com a participação de alguns palhaços televisivos, decidiram que já não estão mais muito dispostos a deixar a política comandar a vida. Resolveram que agora tem quem tem que comandar é “o Mercado”, sem intermediários. Soros, um grande “jogador” das Bolsas de Valores pelo mundo afora, nem esconde isto. Ele defende que se acabem as fronteiras e que o mundo seja governado pelas 120 maiores corporações do mundo e o guarda-flanco seja os Estados Unidos mas sem Trump e que seu, isto mesmo, seu maior adversário é a China. Para esta turma do Luciano Huck, não da mais pra perder tempo com TODOS os pobres, por que isto custa dinheiro e quem tem cada vez mais dinheiro são os 100 bilionários do mundo. Aliás, os bilhões deles aumentam na mesma proporção em que aumentam o número de pobres e miseráveis no mundo.

No Brasil, onde a Extrema Pobreza havia sido praticamente extinta em 12 anos de Governos do PT, ela volta com toda força. E ela havia sido extinta por que programas e políticas públicas foram destinadas a isto. Estes programas e políticas públicas estão sendo aniquiladas pelo conluio ultra neo liberal dentro do governo nazifascista de Bolsonaro.

E qual a alternativa que a turma que Patrocina Tabata propõe? A saída pela MERITOCRACIA. Velha tática sendo usada por novos capitalistas. Henry Ford já a usava. Vai em determinadas escolas públicas, faz “uma seleção” com critérios não transparentes e escolha “os melhores” filhos da Classe Média Trabalhadora. O número no caso da entidade dirigida por Huck é de 120 jovens. Os outros, os não escolhidos, seguem sua trajetória. Vão ser enquadrados pela falta de recursos na Educação, milhões não chegarão sequer ao nível médio e uns poucos, acreditando no Sistema, farão uma Universidade, que agora até pública, será paga. Passam por uma outra seleção natural dos bilionários. Não se trata de distribuir riqueza, mas de acumular e atrair uma parte bem pequena da plebe para participar de um jogo que formará a elite dos serviçais do capital financeiro, dos bilionários do mundo. E eles, como a época feudal, de quando em vez, ainda entram em guerra entre si ou contra o inimigo externo necessário. Aí fazem uma cruzada. Já foram os países Árabes, detentores de mega reservas de petróleo, que foram dizimados pelas Guerras Híbridas em 2011 e nos anos seguintes. Depois o inimigo foi o BRICS, que foi atingido de morte quando esta mesma turma em 2013 atacou o Brasil, o braço mais ingênuo do grande pacto que daria nova configuração para a Geo Política internacional. É verdade que as estruturas políticas do mundo árabe foram destruídas mais rapidamente do que no Brasil. Mas se o leitor pensar um pouquinho, vai ver que foi bem parecido: mobilizações em massa indo as ruas, chamados pelo Facebook, contra tudo e contra todos, mas com um só objetivo que era o de extirpar uma suposta corrupção instalada no governo.

Tabata é só mais um peão. Não bato nela. Bato nas idéias que ela representa, mas as quais sequer admite existirem. Por que foi ganha para o que muitos chamam de “meritocracia”. E a meritocracia só reserva boas coisas aos que tem o “mérito” de terem ultrapassado outros. As formas pelas quais ultrapassaram os outros e o que acontecerá com os milhões de outros, pouco importa a Tabata e até a muitos que leem este artigo agora. Afinal, “ela se esforçou para chegar lá”.

Ou retomamos o que orientou a construção daquilo que se convencionou chamar “Estado do Bem Estar Social, ou a barbárie será o destino de milhões de brasileiros.

É a Luta de Classes em tempos de Guerra Híbrida, onde a Comunicação é Arma e a Informação e a formação são a munição.

A Classe Trabalhadora esta fora deste jogo que é jogado por dois diferentes grupos de bilionários. Se a Classe não recuperar sua consciência, chutar o tabuleiro e exigir novas regras, ela própria desaparecerá e o que teremos serão escravos e robôs trabalhando lado a lado para o enriquecimento cada vez maior e mais rápido de cada vez menos bilionários.

E quando todas as possibilidades estiverem acabadas por aqui, uns poucos escolhidos irão “colonizar” outros planetas, como anunciou o Fantástico em matéria no Último Domingo.

Acorda Brasil!!!


Fonte: https://luizmuller.com/2019/07/15/tabata-e-so-um-peao-a-servico-de-bilionarios-nao-bato-nela-mas-os-patroes-dela-sao-ladroes-e-querem-roubar-o-futuro-da-nacao/

Novidades