Ir para o conteúdo

Luiz Muller Blog

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

UMA ECONOMIA CRIATIVA na Economia do Desenvolvimento (Como, quando e o que fazer)

9 de Abril de 2019, 13:10 , por Luíz Müller Blog - | No one following this article yet.
Visualizado 16 vezes

A crítica deve responder a questão, EMPRESAS SÃO AGENTES DE DESENVOLVIMENTO? E a resposta é simples, EMPRESAS NÃO SÃO AGENTES DE DESENVOLVIMENTO.

Os objetivos do Desenvolvimento Sustentavel definidos pela ONU, no Brasil estão ameaçadas .

ODS 1 – ERRADICAÇÃO DA POBREZA e
ODS 10 – REDUÇÃO DAS DESIGUALDADES, com piora;
ODS 4 – EDUCAÇÃO DE QUALIDADE, piora;
ODS 11 – CIDADES E COMUNIDADE SUSTENTÁVEIS, piora;
ODS 12 – CONSUMO E PRODUÇÃO RESPONSÁVEIS, estagnação;
ODS 14 – VIDA NA ÁGUA e
ODS 6 – ÁGUA POTÁVEL E SANEAMENTO, piora;
ODS 16 – PAZ, JUSTIÇA E INSTITUIÇÕES EFICAZES, piora;
ODS 17 – PARCERIAS E MEIOS DE IMPLEMENTAÇÃO, sem avaliação.

Isto é decorrência direta da incapacidade do Estado através da ação governamental atuar decididamente na erradicação dos déficits existentes que são consideráveis e quase todos “explosivos”.

Nesta conjuntura ações da Sociedade Civil aparecem como a única alternativa já que a recuperação do Estado como agente de desenvolvimento parece não estar no horizonte político dos próximos anos, nem na nossa cidade, nem no nosso estado e menos ainda no Brasil.

As ações filantrópicas numa conjuntura como esta são intensificadas mas são paliativas e apenas podem diminuir pontualmente o ritmo desta piora generalizada.

Esta impotência da filantropia no enfrentamento dos problemas estruturais da urbanização e transformações políticas em países marcados por todas as desigualdades e com crenças e valores distantes da ciência e tecnologia modernas, coloca para as classes médias e para as elites a questão de construir saídas desenvolvidas individuais para grupos e segmentos dessas classes médias e elites.

A Economia Criativa é uma saída desenvolvida que presentemente está muito popular em todo o mundo mas uma adoção sem crítica não é recomendável e pior não será compensadora.

A crítica deve responder a questão,
EMPRESAS SÃO AGENTES DE DESENVOLVIMENTO?

E a resposta é simples,
EMPRESAS NÃO SÃO AGENTES DE DESENVOLVIMENTO.

Empresas objetivam extrair lucro da operação portanto não acrescentam valor à respectiva operação. É por isso que a alavancagem dos investidores, aporte de capital adicional, é necessária para expandir a operação e também para o “desenvolvimento tecnológico”.

Se empresas não são agentes de desenvolvimento isto vale também para as empresas da Economia Criativa. Estas desenvolvendo práticas aderentes aos ODS podem ter uma contribuição menos negativa porque no cenário competitivo capitalista podem substituir empresas com contribuição mais negativa.

Então DEVEMOS DESISTIR DA ECONOMIA CRIATIVA?

Não, de maneira nenhuma. Mas é preciso revolucionar os modelos de negócio para termos a Economia Criativa numa Economia do Desenvolvimento.

E é isto que a Associação Software Livre traz:
MODELO DE DESENVOLVIMENTO LOCAL –

Projeto “padrão” com escopo da localidade –, que pode ser coordenado pela prefeitura, por conselhos locais, por ONGs e associações e também por fórum de cidadãos, muito potente e ao mesmo tempo muito fácil e muito simples de projetar, organizar e implementar respectivos empreendimentos e negócios de operações comunitárias.

A ASL.Org (Associação Software Livre) e parceiros oferecem assessoria sobre o modelo e sobre as questões práticas da sua aplicação nas respectivas “localidades”, e têm a disposição e compromisso para participar como parceiros “estratégicos” tanto nas questões técnicas de definição e implementação das ações como nas respectivas ações executivas.

Sobre os demais requisitos, todas as localidades os têm em abundância, já que o modelo se propõe a sustentar, adequar e desenvolver os legados existentes e de domínio técnico das pessoas das respectivas localidades.

A oferta de assessoria e de parceria é condicional, pois essa assessoria e o suporte técnicos são “importantes” somente nas etapas iniciais, até que a própria prefeitura e os entes públicos e privados na localidade se sintam confortáveis prescindindo da nossa ajuda.

INTERESSADOS DEVEM PROCURAR A ASSOCIAÇÃO SOFTWARE LIVRE

Pelo e-mail: asl@asl.org.br

No endereço: Av. Ipiranga, 6681 – TECNOPUC
Prédio.93A – Sala 105
Bairro Partenon – PORTO ALEGRE / RS
CEP.: 90619-900


Fonte: https://luizmuller.com/2019/04/09/uma-economia-criativa-na-economia-do-desenvolvimento-como-quando-e-o-que-fazer/

Novidades