Ir para o conteúdo
ou

Thin logo

McWalenski

Marcos A. S. Lima
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brazil

Pesquise:

Cinema:

Россия Федерация

ZEITGEIST 1

ZEITGEIST 2

ZEITGEIST 3 Final Mo

Além Cidadão Kane

Sonegação da Globo

 Voltar a ConectJano
Tela cheia

A REVOLUÇÃO SERÁ CRIPTOGRAFADA: Aprenda a navegar na internet profunda sem ser vigiado pela NSA

24 de Junho de 2016, 13:37 , por Marcos A. S. Lima - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 492 vezes

A REVOLUÇÃO SERÁ CRIPTOGRAFADA:

Aprenda a navegar na internet profunda sem ser vigiado pela NSA

 

(Siga o coelho)

 siga o coelho

 

Finalmente.

 

Bem-vindo!

 

Se você clicou atraído pelo título ou pelo coelho e está aqui pela primeira vez, como deve ter imaginado, após uma primeira olhadela ao redor, eu sou o Marcos no meu Blog Conecjano. É uma honra conhecê-lo. Caso esteja retornando aqui, fique à vontade. Explore este espaço. É possível que tenha alguma coisa aí do lado, nos links, que poderá ajudá-lo.

 

Agora, permita-me introduzir o tema.

 

A melhor maneira de nos comunicarmos sem que saciemos os ouvidos das paredes vigilantes (depois de nos certificarmos de que a probabilidade de traidores entre nós seja remota – infelizmente nunca teremos certeza absoluta), sem dúvidas, parece ser o velho método da boa e velha conversa em lugares ermos, afastados da urbe. Há quem afirme que as cavernas (as mais profundas) seriam espaços ideais para fazê-lo.

 

Nos séculos anteriores, alguns códigos bem bolados e outros quebrados foram de fundamental importância para a transposição de importantes etapas nos relacionamentos belicosos entre as nações.

 

Mais recentemente, houve quem acreditasse que as florestas, os desertos, as montanhas, seriam ótimos lugares para se esconder, traçar planos e atrair exércitos poderosos do Grande Vigia para uma emboscada, como outrora funcionara.

 

Mas um atualíssimo caso de estratégia para abater a onipotência desse Grande Vigia parece se dar no mundo cibernético, logo na sua maior e mais revolucionária criação.

 

Que estratégia atual me refiro? Simples. Devemos saber usar a internet e ter outros cuidados com os aparelhos de comunicações, conforme apontou Edward Snowden, ex-agente da CIA, caso queiramos conversar em segredo as maneiras de expor nosso Grande Vigia e fazer a Revolução tão desejada pela humanidade responsável.

 

Eu imagino que você deva estar se sentindo um pouco como Alice escorregando pela toca do coelho ao ler estas primeiras linhas, não?

 

Se você respondeu que acha que sim, saiba que eu vejo isso em seus olhos inquietantes querendo ir logo até o final do texto. Tem liberdade pra fazê-lo, mas poderá voltar a esta etapa para entender o enredo.

      

Pois digo que você é uma pessoa que aceita o que vê porque pensa estar sonhando.

 

Ironicamente, não está muito longe da verdade.

 

Você acredita em destino? Não. Por que não?

 

Se você respondeu que não, porque não gosta da ideia de não poder controlar a sua vida, quero lhe dizer que sei exatamente o que quer dizer.

 

Deixe que eu lhe diga porque está aqui. Está aqui porque sabe de uma coisa. Uma coisa que não sabe explicar. Mas você sente. Você sentiu a vida inteira. Que há alguma coisa errada com o mundo. Você não sabe o que é. Mas está ali, como uma farpa em sua mente. Deixando-o louco. Foi essa sensação que o trouxe aqui. Você sabe do que estou falando?

 

Se você respondeu que me refiro ao Grande Vigia, então lhe pergunto: você quer saber o que é o Grande Vigia?

 

O Grande Vigia está em toda parte. Está à nossa volta. Mesmo agora aí na sua sala, no seu quarto, onde quer que esteja, ao lado de sua máquina onde ler isto agora, você o vê quando olha pela janela, ou quando liga a televisão, quando assiste o Jornal Nacional, quando lê a Folha de São Paulo, a Revista Veja, quando acessa o Google, lê seu e-mail, assiste vídeos no YouTube, quando usa o Facebook, o WhatsApp… Você o sente quando vai trabalhar, quando vai à igreja, quando paga seus impostos. É o mundo que acredita ser real para que não perceba a verdade.

 

Que verdade?, você me perguntaria.

 

A verdade de que você e um escravo. Como todo mundo, você nasceu em cativeiro. O cativeiro da ideia que colocaram em sua cabeça de que alguns povos são mais civilizados que outros. O cativeiro da mensagem que sempre lhe disseram de que o padrão de beleza de uma sociedade é superior ao padrão de beleza de outra. O cativeiro das palavras epigrafadas em paredes de templos de que uns são escolhido por Deus em detrimento de outros. O cativeiro da mentira que lhe contaram dizendo que você é burro, ignorante e que não adianta estudar porque já passou da idade. O cativeiro do capitalismo que visa o acúmulo de bens por uma pequena parte de humanos que morrerão dizendo que a grande maioria dos outros humanos passam fome porque querem, porque são inferiores. O cativeiro da falsa ideia que colocaram em sua mente de que a riqueza é fruto do trabalho individual, da competência. O cativeiro da inverdade que estão lhe dizendo que os políticos são todos corruptos e que a Lava Jato vai resolver todos os problemas dos brasileiros. O cativeiro onde se apregoam hipocritamente que muitos juízes e donos da Grande Mídia que espalham tudo isso são comprometidos com a verdade e não roubam.

 

Sim, você nasceu numa prisão que não pode ver, sentir ou tocar. Uma prisão para sua mente.

 

Infelizmente, não se pode explicar o que é o Grande Vigia. É preciso que você veja por si mesmo.

 

Esta é sua última chance. Depois disso não haverá retorno.

 

Para prosseguir, você terá que tomar um desses dois comprimidos:

 

 

Se tomar a pílula azul, fim da história. Vai acordar na sua cama e acreditar no que você quiser; não perca seu tempo continuando a leitura do texto.

 

Se tomar a pílula vermelha, fica no país das maravilhas. E eu vou mostrar até onde vai a toca do coelho.

 

Lembre-se: eu estou oferecendo a verdade, nada mais.

 

 

Os efeitos da pílula vermelha e o País das Maravilhas

 

 

Parabéns pela escolha! Agora vou lhe mostrar o que tem na toca do coelho pra que chegue no País das Maravilhas.

 

O ideal seria você ter um computador para cada tarefa (abrir e-mails, baixar filmes, jogos, mp3, ler notícias, acessar redes sociais, editar textos, abrir documentos pessoais, etc), mas, tal como eu, certamente você também foi vítima da pílula azul e só tem uma máquina.

 

Ubuntu

 

Então, comece obtendo um sistema operacional linux (eu recomendo o Ubuntu). Clique Aqui para baixá-lo gratuitamente (lembre-se: é software livre, não é capitalista). Clicando aqui você encontra instruções para utilizá-lo. Mas, se desejar, posso ajudar nas dúvidas. Não cobro nada, basta me mandar mensagens. Caso ainda se sinta inseguro no começo por não saber mexer com ele, pode testar sem escrevê-lo no HD: toda vez que quiser utilizá-lo terá apenas que rodar o CD ou uma pen, dependendo de onde o salvou.

 

 

Wi-Fi

 

Utilize Wi-Fi pública para dificultar o trabalho dos espiões.

 

 

Tor Browser

 

Baixe o Tor Browser para acessar a internet profunda anonimamente. Se não encontrá-lo em português, depois posso ensinar o caminho. Aqui.

 

Tails

 

Caso deseje algo mais apimentado, baixe o Tails, um sistema operacional livre, que você pode usar em quase qualquer computador a partir de um DVD, de uma memória USB ou de um cartão SD. Ele tem como objetivo preservar sua privacidade e seu anonimato, e lhe auxilia a:

 

a) usar a Internet de forma anônima e evitar censura;
todas as conexões feitas à Internet
não passam necessariamente pela rede Tor;

 

b) não deixar rastros no computador que você estiver utilizando, a menos que você explicitamente queira que isso aconteça;

 

c) usar ferramentas criptográficas do estado da arte para criptografar seus arquivos, e-mail e mensagens instantâneas.

 

Faça o download do Tails aqui.

 

DuckDuckGo

 

Utilize o buscador DuckDuckGo. Ele não rastreia você. Aqui.

 

 

Diaspora*

 

Acesse a rede social Diaspora* Esta é uma rede social totalmente encriptada e segura. Ninguém espiona suas conversas nem seus contatos. A rede diaspora é composta por centenas de servidores autônomos espalhados pelo Mundo. Você pode ter o seu próprio, se achar mais conveniente ou pode escolher um funcional que lhe atenda. Clique aqui.

 

Clique aqui e leia dicas para começar a usá-lo.

 

Conversando em segredo, enquanto estamos todos sendo vigiados

 

Aprenda a criptografar seus e-mails e bate-papos e converse em segredo sobre como fazer a Revolução, enquanto o Grande Vigia apenas lhe olha. Clique aqui e seja feliz.

 

Já disseram que sou muito utópico, até me rotularam de sonhador só porque andei dizendo que acreditava que um dia as ações nebulosas do Grande Vigia seriam descobertas. Isto já foi feito, creia. E o cara que nos mostrou o caminho, o primeiro a tomar a pílula vermelha, está entre nós, pelo menos virtualmente – fisicamente encontra-se asilado temporariamente na Rússia. Chama-se Edward Snowden. Aqui o Twitter dele.

 

The Intercept

 

The Intercept é uma publicação on-line editada por Glenn Greenwald, repórter e advogado de confiança de Edward Snowden. A publicação serve como uma plataforma para informar sobre os documentos divulgados por Edward Snowden, no curto prazo, e para "produzir jornalismo destemido e contraditório em uma ampla gama de questões" no longo prazo.

 

Greenwald e Poitras são as duas únicas pessoas que têm posse de todos os inúmeros documentos referentes aos programas de Vigilância global da Agência de Segurança Nacional, a NSA. Através da publicação desses documentos iniciada em 2013, foi trazida ao conhecimento público a vasta dimensão do sistema de vigilância global dos Estados Unidos.

Acesse-o The Intercept aqui.

Clique aqui e leia os documentos sobre as denúncias feitas por Snowden.

 

WikiLeaks

 

WikiLeaks é uma organização transnacional sem fins lucrativos. É uma publicação editada por Julian Assange, jornalista e ciberativista que tem como objetivo vazar documentos secretos de governos e empresas que visam o domínio mundial. Julian Assange está refugido na embaixada equatoriana em Londres desde 2012. Estados Unidos quer extraditá-lo para processá-lo por ter vasado mais de 500 mil documentos secretos. Acesse-o aqui.

 

 

___________

P.S. O roteiro desse texto foi inspirado a partir desta cena do primeiro episódio do filme Matrix (1999):

 

 

 


0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.