Ir para o conteúdo

News

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Declaração do Presidente da Rússia, Vladimir Putin

14 de Abril de 2018, 10:48 , por Blogoosfero - | No one following this article yet.
Visualizado 43 vezes

Vladimir putin (2017 01 17)

Em 14 de abril, os Estados Unidos, apoiados por seus aliados, lançaram um ataque aéreo contra alvos militares e civis na República Árabe Síria. Um ato de agressão contra um estado soberano que está na linha de frente na luta contra o terrorismo foi cometido sem um mandato do Conselho de Segurança da ONU e em violação da Carta da ONU e das normas e princípios do direito internacional.

Assim como há um ano, quando a Base Aérea Shayrat na Síria foi atacada, os EUA usaram como pretexto um ataque químico encenado contra civis, desta vez em Douma, um subúrbio de Damasco. Tendo visitado o local do pretenso ataque químico, os especialistas militares russos não encontraram vestígios de cloro ou de qualquer outro agente tóxico. Nenhum residente local foi capaz de confirmar que um ataque químico havia realmente ocorrido.

A Organização para a Proibição de Armas Químicas enviou seus especialistas para a Síria, a fim de investigar todas as circunstâncias. No entanto, em um sinal de desdém cínico, um grupo de países ocidentais decidiu tomar medidas militares sem esperar pelos resultados da investigação.

A Rússia condena nos termos mais fortes o ataque contra a Síria, onde militares russos estão ajudando o governo legítimo em seus esforços de contraterrorismo.

Através de suas ações, os EUA tornam ainda pior a situação humanitária já catastrófica na Síria e traz sofrimento aos civis. Na verdade, os EUA oferecem aos terroristas que atormentam o povo sírio há sete anos, levando a uma onda de refugiados que fogem do país e da região.

A atual escalada em torno da Síria é destrutiva para todo o sistema de relações internacionais. A história vai acertar as coisas, e Washington já tem a pesada responsabilidade pela indignação sangrenta na Iugoslávia, no Iraque e na Líbia.

A Rússia convocará uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU para discutir as ações agressivas dos EUA e seus aliados.

Fonte: http://kremlin.ru/events/president/news/57257 (em russo) e http://en.kremlin.ru/events/president/news/57257 (em inglês)


Notícias

News

Minha rede