Ir para o conteúdo

Blogoosfero

Tela cheia

Blogoosfero

3 de Abril de 2011, 21:00 , por Desconhecido - | 2 people following this article.
Licenciado sob CC (by)

Atentado contra Donald Trump falha por pouco e atirador é morto no local

13 de Julho de 2024, 23:14, por Feed RSS do(a) News

Agentes do serviço secreto subiram ao palco e retiraram o ex-presidente às pressas, escoltando-o até um carro.

Por Redação, com agências internacionais – de Butler (PA-EUA)

O comício do candidato republicano Donald Trump neste sábado, no estado da Pensilvânia, foi interrompido ao som de tiros e o ex-presidente teve a parte superior da orelha direita atingida por uma bala. Assessores de campanha disseram que seu estado de saúde é estável. Seguranças atingiram mortalmente o atirador foi morto. Outros dois suspeitos de participar do atentado encontram-se feridos, em estado grave, segundo o Serviço Secreto dos EUA. No momento dos tiros, Trump levou a mão à orelha direita e, em seguida, abaixou-se, assim como vários apoiadores que o cercavam. Um grito que parecia de uma mulher pode ser ouvido ao fundo. Ao se levantar, ele tinha um pouco de sangue na orelha, nas bochechas e nas mãos.

Trump, tiroO candidato republicano Donald Trump foi atingido por um tiro, na orelha direita, durante comício

Agentes do serviço secreto subiram ao palco e retiraram o ex-presidente às pressas, escoltando-o até um carro. Trump saiu do palco erguendo o punho, em um gesto para demonstrar força, enquanto o público ao seu redor gritava “USA! USA!” (sigla em inglês para EUA). A foto do momento foi sendo republicada por aliados e apoiadores, nas redes sociais.

 

Facada

O atentado, que se assemelha à suposta facada no então candidato neofascista Jair Bolsonaro (PL), em Juiz de Fora (MG), deixa ainda mais confusa a corrida eleitoral norte-americana. Trump lidera a disputa por uma pequena margem apertada, segundo pesquisas de intenção de voto. A convenção republicana, em que ele será oficializado como o candidato do partido, está programada para começar nesta segunda-feira.

Em uma mensagem na sua rede social, Truth, Trump agradeceu ao serviço secreto e outras forças de segurança, e ofereceu condolências à família do participante que foi morto no comício e do que está ferido.

“É incrível que um ato desses possa acontecer em nosso país. Nada se sabe até o momento sobre o atirador, que agora está morto. Fui atingido por uma bala que perfurou a parte superior da minha orelha direita. Percebi imediatamente que algo estava errado ao ouvir um som sibilante, tiros, e imediatamente senti a bala rasgando a pele. Houve muito sangramento, então percebi o que estava acontecendo. DEUS ABENÇOE A AMÉRICA!”, concluiu.



Julgamento contra Alec Baldwin é cancelado e ator se emociona

13 de Julho de 2024, 15:14, por Feed RSS do(a) News

A juíza Mary Marlowe Sommer determinou, na última tarde, que a acusação foi “altamente culpada” por ter retido provas, não revelando a munição que poderia servir como prova a favor da defesa e que a única maneira de remediar o erro era arquivar o caso.

Por Redação, com DW – de Santa Fé, NM-EUA

O ator Alec Baldwin saiu triunfante de um tribunal de Santa Fé, no Estado de Novo México, EUA, depois de a juíza anular seu julgamento por homicídio culposo pela morte da cinegrafista Halyna Hutchins durante um ensaio para uma cena do filme Rust. A magistrada considerou que a promotoria não havia “revelado provas fundamentais para o réu”.

Alec BaldwinAlec Baldwin não conteve as lágrimas ao ouvir a decisão da Corte de Justiça do Novo México

A juíza Mary Marlowe Sommer determinou, na última tarde, que a acusação foi “altamente culpada” por ter retido provas, não revelando a munição que poderia servir como prova a favor da defesa e que a única maneira de remediar o erro era arquivar o caso.

 

Veredito

“A retenção das provas pelo Estado foi intencional e deliberada”, acrescentou Sommer ao proferir sua decisão, acrescentando que anulava o julgamento “para garantir a integridade do sistema judicial e a administração eficiente da Justiça”.

A decisão foi anunciada no quarto dia do julgamento, pondo um fim abrupto a um caso que já havia sido arquivado uma vez. Como consequência, Baldwin não poderá ser julgado novamente.

Ao ouvir o veredito, o ator chorou. Logo depois, foi consolado pela esposa, Hilaria Baldwin, e também por seus irmãos Stephen e Beth, que estiveram com ele durante toda a semana.

 

Homicídio

O ator deixou o tribunal de Santa Fé acompanhado de sua família e sem dar declarações à imprensa.

Baldwin, de 66 anos, poderia pegar até 18 meses de prisão se tivesse sido condenado por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) pela morte de Hutchins em um set de filmagem em outubro de 2021.

Enquanto ensaiava uma cena do filme, uma bala disparou do revólver Colt 45 que ele segurava, e que fazia parte dos adereços do filme, matando Hutchins.

Do lado de fora do tribunal, a promotora Kari Morrissey disse que respeitava a decisão, mas discordava do veredito.



Parlamento finlandês aprova legislação polêmica contra imigrantes

13 de Julho de 2024, 15:14, por Feed RSS do(a) News

Segundo o primeiro-ministro finlandês, Petteri Orpo, a medida é um “recado forte à Rússia e aos nossos aliados (de que a) Finlândia vai cuidar de sua própria segurança e da segurança da fronteira da União Europeia”.

Por Redação, com DW – de Helsinque

Após a aprovação no Parlamento da Finlândia  por 167 votos contra 31, uma controversa lei provisória que permite barrar pessoas em busca de asilo que cheguem pela fronteira do país com a Rússia está agora pronta a ser aprovada pelo presidente Alexander Stubb. A medida vem após a Finlândia registrar, no ano passado, um aumento significativo no número de requerentes de asilo por esta via vindos de países como Somália e Síria.

FinlândiaGrupo de imigrantes tenta acessar a fronteira com a Finlândia

Helsinque acusa Moscou de estar por trás do fenômeno e afirma que o vizinho “instrumentaliza a migração” para tentar gerar uma crise no país, numa retaliação à entrada dos finlandeses na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). Rússia e Finlândia compartilham uma fronteira de 1.340 km. Ela chegou a ser totalmente fechada no final do ano passado, mas dois postos foram reabertos pouco tempo depois.

 

“Recado à Rússia”

Segundo o primeiro-ministro finlandês, Petteri Orpo, a medida é um “recado forte à Rússia e aos nossos aliados (de que a) Finlândia vai cuidar de sua própria segurança e da segurança da fronteira da União Europeia”.

A lei deve entrar em vigor nos próximos dias, após a sanção presidencial, com efeito por um ano, e deverá permitir a Helsinque restringir temporariamente concessões de asilo sob o argumento de risco à soberania e à segurança nacional, sem possibilidade de recurso. Quando esse for o caso, apenas algumas categorias de refugiados, como crianças ou pessoas com deficiência, poderão pedir asilo.

A medida se soma a ações similares adotadas nos últimos anos por Polônia e Lituânia, que também restringiram a imigração de pessoas que tentam entrar na União Europeia vindas da Rússia ou de Belarus, país aliado do Kremlin.

 

Inconstitucional

Parlamentares que se opuseram à nova lei argumentaram preocupação com eventuais violações de direitos humanos.

— É um dia triste para o Estado de Direito da Finlândia e para os Direitos Humanos — lamentou o líder da aliança de esquerda finlandesa, Li Andersson.

Juristas contrários à medida apontam que ela desrespeita compromissos com os direitos humanos previstos em Constituição e em tratados internacionais, além de afrontar regras da UE.



Bombardeio a campo de refugiados amplia massacre de Israel aos palestinos

13 de Julho de 2024, 15:14, por Feed RSS do(a) News

De acordo com os relatos, os agentes do Hamas que protegeram o complexo também ficaram feridos. Os militares israelenses esclareceram ainda que “não se trata das tendas de pessoas deslocadas internamente” e enfatizaram que “o ataque foi preciso e teve como alvo apenas o complexo do Hamas” e não a zona humanitária.

Por Redação, com Ansa – de Khan Younis, Palestina

Um ataque aéreo israelense neste sábado atingiu o campo de refugiados Al-Mawasi, em Khan Younis, no sul da Faixa de Gaza, e deixou ao menos 71 pessoas mortas e 289 feridas, informou o Ministério da Saúde do enclave palestino. O novo boletim revisa um comunicado divulgado anteriormente que contabilizava ao menos 20 vítimas e 120 feridos após um “bombardeio aéreo massivo” israelense realizado perto do campo de refugiados de Al-Mawasi, que acolhe centenas de milhares de pessoas deslocadas.

GazaMilhares de palestinos encontram-se encurralados em campos cercados pelas forças israelenses

Segundo o grupo fundamentalista islâmico Hamas, a nota atualiza o balanço “sobre o terrível massacre da ocupação israelense”.

O jornal israelense ‘Yisrael Hayom’, citado pelo diário ‘Times of Israel’, citando um “relatório” não especificado, afirmou inicialmente que o alvo do ataque israelense na área de al-Mawasi era o líder do Hamas, Mohammed Deif, comandante da ala militar do grupo.

 

Porta-voz

Entretanto, a ‘Rádio do Exército’, citando três fontes da defesa, informou que o alvo era “muito significativo” e que os resultados não eram imediatamente claros. Além disso, outra figura visada era Rafaa Salameh, comandante da Brigada Khan Yunis.

Um porta-voz militar anunciou que os dois estavam “em um complexo civil que o Hamas tinha cercado com árvores, numa área aberta, com pequenos edifícios, que tem uma estrutura baixa e galpões para que os terroristas pudessem circular com segurança”.

De acordo com os relatos, os agentes do Hamas que protegeram o complexo também ficaram feridos. Os militares israelenses esclareceram ainda que “não se trata das tendas de pessoas deslocadas internamente” e enfatizaram que “o ataque foi preciso e teve como alvo apenas o complexo do Hamas” e não a zona humanitária.

“Aviões de combate foram usados, atingindo vários pequenos alvos diferentes no mesmo complexo cercado pelo Hamas”, acrescentaram, em nota.

 

Mártires

A inteligência militar israelense e o exército estimam atualmente que Deif ficou “gravemente ferido” no ataque, enquanto que a televisão saudita ‘Al Hadath’, que cita fontes não especificadas, disse que Salameh foi morto. Até o momento, porém, não há confirmação oficial.

Por sua vez, um alto representante do Hamas definiu o fato de o ataque israelense ter atingido Deif como “absurdo”. “Todos os mártires são civis e o que aconteceu foi uma grave escalada na guerra genocida, apoiada pelos Estados Unidos e pelo silêncio do mundo”, explicou Abu Zuhri. Para o representante do Hamas, o ataque mostra que Israel não quer um acordo de cessar-fogo.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, foi atualizado “sobre todos os acontecimentos e continuará a receber notícias regulares”, divulgou seu gabinete, lembrando que ele “deu uma diretiva permanente para eliminar altos funcionários do Hamas” ainda no início da guerra. Segundo o governo, Netanyahu “realizará uma avaliação da situação com todas as forças de segurança para discutir os próximos desenvolvimentos e passos”.



Krejcikova conquista Wimbledon, em jogo duro contra Paolini

13 de Julho de 2024, 15:14, por Feed RSS do(a) News

O jogo foi marcado por uma reviravolta notável de Paolini no segundo set, mas Krejcikova conseguiu recuperar o controle e fechar o terceiro set sob intensa pressão.

Por Redação, com Reuters – de Londres

Em uma partida emocionante no Centre Court, Barbora Krejcikova venceu Jasmine Paolini na final feminina de Wimbledon 2024. Krejcikova conquistou o título após uma disputa acirrada, finalizando com parciais de 6-2, 2-6, 6-4. A duração do jogo foi de 1 hora e 56 minutos.

Barbora KrejcikovaA tenista Barbora Krejcikova levanta o troféu após vitória em Wimbledon

Barbora Krejcikova, conhecida por suas conquistas em duplas, demonstrou sua habilidade em simples ao garantir seu segundo título de Grand Slam nesta modalidade. O jogo foi marcado por uma reviravolta notável de Paolini no segundo set, mas Krejcikova conseguiu recuperar o controle e fechar o terceiro set sob intensa pressão. Essa vitória reforça a posição de Krejcikova como uma competidora formidável tanto em duplas quanto em simples.

Paolini saiu frustrada em mais uma final de Major. Foi a primeira desde Serena Williams em 2016 a chegar nas finais do Aberto da França e no Aberto da Inglaterra em um mesmo ano, mas fica com o vice nos dois. Ela foi a primeira italiana em uma final no torneio britânico em simples.

 

Break-point

Krejcikova havia batido a campeã de 2022, a cazaque Elena Rybakina, na semifinal e ergue seu oitavo troféu na carreira.

O jogo foi distinto. No primeiro set domínio no saque e no fundo de Krejcikova, começando com tudo e fechando com duas quebras. Paolini reagiu no segundo e devolveu o placar com autoridade. No terceiro o duelo foi saque a saque no começo até Krejcikova abrir uma quebra no meio e sustentar até o final em um último game tenso onde salvou break-point e desperdiçou match-points até concluir a vitória e vibrar com a taça na mão.



Haddad classifica gestão Bolsonaro de ‘bandidagem’

13 de Julho de 2024, 15:14, por Feed RSS do(a) News

Haddad argumentou, ainda, que as instituições brasileiras demonstraram mais força em comparação com as dos Estados Unidos (EUA) frente à ultradireita. Haddad destacou, por fim, que o perigo da “posição extremista” não passou, apesar de “não ter vida longa”.

Por Redação – de São Paulo

Ministro da Fazenda, o economista Fernando Haddad não poupou críticas ao governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) após tomar conhecimento sobre a investigação da Polícia Federal (PF) em curso, contra a organização criminosa (orcrim) integrada pelo ex-mandatário neofascista e seus seguidores. Eles usavam o aparelho do Estado como uma espécie de Gestapo, a polícia secreta do governo nazista de Adolf Hitler, como indicou o caso da ‘Abin paralela’ e ainda desviou bens valiosos estimados em 6,8 milhões, que deveriam ser destinados ao acervo da presidência, como indicou também a PF no caso das joias sauditas.

HaddadO ministro da Fazenda Fernando Haddad

— As últimas investigações dão testemunho de que tipo de quadrilha que estava no poder, e nós temos que lidar hoje com essa bandidagem, e vai ser assim, até que nós possamos reconstituir os polos em termos moderados para que a disputa democrática seja feita, respeitando as regras do jogo — afirmou o ministro no 19º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), em São Paulo.

 

Extremista

Haddad argumentou, ainda, que as instituições brasileiras demonstraram mais força em comparação com as dos Estados Unidos (EUA) frente à ultradireita. Haddad destacou, por fim, que o perigo da “posição extremista” não passou, apesar de “não ter vida longa”.

— Historicamente falando, é uma chama que vai se consumir a ela mesma. Porque ela é tal uma explosão de irracionalidade, que ela se consome. O problema é o rastro que ela deixa — concluiu.



Biólogos tentam salvar o que restou do Pantanal, em meio às chamas

13 de Julho de 2024, 15:14, por Feed RSS do(a) News

O instituto é uma das organizações da sociedade civil que integram o Grupo de Resgate Técnico Animal Cerrado Pantanal (Gretap), junto a representantes de órgãos, entidades e instituições sul-mato-grossenses e federais, como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Por Redação, com ABr – de Campo Grande

Quatro anos após os devastadores incêndios que incineraram cerca de 30% do Pantanal brasileiro, o fogo volta a ameaçar as espécies animais que vivem na região, considerada um santuário da biodiversidade e um patrimônio natural da humanidade. Enquanto brigadistas, bombeiros, militares e voluntários tentam apagar as chamas as chamas, biólogos, veterinários e outros profissionais se dedicam a minimizar o sofrimento animal

tuiuiuO tuiuiu é uma das aves mais icônicas do bioma pantaneiro

— O fogo é um fator estressante para a biodiversidade. Devemos ter muito cuidado, pois é difícil prever por quanto tempo mais toda essa abundância em termos de fauna e flora resistirá até começarmos a perder irremediavelmente espécies para esses incêndios intensos, que têm queimado repetidas vezes as mesmas áreas — disse à agência brasileira de notícias Agência Brasil (ABr) o biólogo Wener Hugo Arruda Moreno, do Instituto Homem Pantaneiro (IHP), organização não governamental (ONG) que desde 2002 atua na conservação e preservação do Pantanal.

O instituto é uma das organizações da sociedade civil que integram o Grupo de Resgate Técnico Animal Cerrado Pantanal (Gretap), junto a representantes de órgãos, entidades e instituições sul-mato-grossenses e federais, como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

 

Pantaneiro

O grupo foi instituído em abril de 2021, na esteira dos incêndios que se seguiram à grande seca de 2019 e 2020, a mais severa registrada em 50 anos. Cabe ao Gretap monitorar, avaliar, resgatar e dar assistência a animais afetados por eventuais desastres ambientais no Mato Grosso do Sul. Pela experiência de seus integrantes, em maio deste ano, parte do grupo viajou ao Rio Grande do Sul, onde participou do resgate e atendimento a animais domésticos e silvestres atingidos pelas recentes enchentes no estado.

Estudo que pesquisadores brasileiros publicaram em dezembro de 2021, no periódico Scientific Reports, estima que, em 2020, os incêndios pantaneiros mataram, diretamente, cerca de 17 milhões de animais vertebrados.

A mortalidade foi maior entre as pequenas serpentes (os especialistas estimam que 9,4 milhões delas morreram) e pequenos roedores (3,3 milhões). Aproximadamente 1,5 milhão de aves morreram queimadas, intoxicadas ou, posteriormente, de fome. As chamas ou suas consequências também tiraram a vida de 458 mil primatas, 237 mil jacarés e 220 mil tamanduás.

Ainda é cedo para dizer se a tragédia se repetirá este ano, em dimensões semelhantes. Contudo, autoridades já reconhecem que o número de focos de incêndio registrados no bioma ao longo do primeiro semestre deste ano é o maior para o período dos últimos 26 anos, superando inclusive o resultado de 2020.

 

Mapbiomas

Além disso, de acordo com a rede Mapbiomas, em junho deste ano foi registrada a maior média de área queimada para o mesmo mês desde 2012. A marca superou a média histórica de setembro, mês em que os focos de calor tendem a intensificar, dada a persistência do clima seco.

— Aqui, em Mato Grosso do Sul, nosso trabalho se intensificou muito nos últimos tempos, principalmente no último mês. Estamos frequentemente indo às áreas pantaneiras atingidas pelos incêndios. Verificamos o ambiente, e vemos se os animais estão retornam às áreas debilitados, ou se as espécies que lá permanecem têm refúgios para obter os recursos necessários à sobrevivência. Temos observado muitas carcaças de répteis, pequenos roedores e anfíbios, mas ainda estamos começando o processo de contagem — pontuou Moreno.

Ele destacou a velocidade com que o fogo tem se espalhado pela vegetação, que nesta época do ano costuma estar bastante seca.

— O Pantanal não é para amadores. É preciso conhecer bem a área, saber como se formam os corredores de propagação do fogo. O fogo é assustador. A velocidade com que ele avança e o tamanho da área atingida são impressionantes. Combater às chamas e proteger a fauna é um trabalho difícil — concluiu.



Estudo mostra segredo da longevidade no sangue de centenários

13 de Julho de 2024, 15:14, por Feed RSS do(a) News

Foram analisados 12 biomarcadores sanguíneos ligados à inflamação, função renal e hepática, medidores de anemia, desnutrição e metabolismo, eles já tinham sido relacionados ao envelhecimento e/ou mortalidade em trabalhos anteriores.

Por Redação, com ACS – de São Paulo

A cada década aumenta a expectativa de vida humana e o número de centenários em todo o mundo, isso se deve, em grande parte, a mudanças estruturais na sociedade, na ciência e na medicina, mas também sofre influência de uma série de fatores a nível biológico.

LongevidadeO segredo da longevidade ainda é um mistério para os seres humanos

É o que reforça um novo estudo publicado na revista GeroScience que comparou exames de 44 mil suecos com idade entre 64 e 99 anos de idade por cerca de 35 anos, dentre eles, apenas 2,7% viveram até os 100 anos e dentre eles, 85% eram mulheres.

 

Resultados

Foram analisados 12 biomarcadores sanguíneos ligados à inflamação, função renal e hepática, medidores de anemia, desnutrição e metabolismo, eles já tinham sido relacionados ao envelhecimento e/ou mortalidade em trabalhos anteriores.

Os resultados mostraram que centenários tendem a ter níveis mais baixos de glicose, creatinina e ácido úrico desde os 60 anos.

Apesar das medianas desses biomarcadores não mostrarem muitas diferenças entre centenários e não centenários, valores extremos eram raros entre os centenários.

Pessoas com níveis mais altos de colesterol total, ferro, glicose, creatinina, ácido úrico e marcadores de função hepática tinham menor probabilidade de chegar aos 100 anos.

 

Biomarcador

De acordo com a especialista em rejuvenescimento, cirurgiã plástica e criadora do podcast “O segredo da longevidade”, Elodia Ávila, a longevidade é multifatorial, mas é possível estimulá-la ao longo da vida. Avila é uma cirurgiã plástica, formada em medicina pela USP e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

— Identificar esse tipo de biomarcador em centenários ajuda a compreender uma das variáveis envolvidas no envelhecimento, a genética e tentar alguma intervenção, mas existem outros fatores que podem sofrer uma influência mais simples, o estilo de vida. O estilo de vida engloba várias coisas, alimentação, atividade física, sono, saúde mental, entre muitos outros, e mudanças nesses tópicos são comprovadamente importantes para uma maior longevidade, ajudando a regular, inclusive, os fatores genéticos. Mudanças no seu estilo de vida influenciam a longevidade em qualquer idade, mas quanto antes forem feitas, maiores serão os benefícios — resume Ávila.



Brasil se classifica entre as melhores equipes do Pré-Mundial de Debates

13 de Julho de 2024, 15:14, por Feed RSS do(a) News

Cinco estudantes brasileiros passaram por um intenso processo de seleção e, mostrando excepcional habilidade, foram escolhidos entre 313 jovens para representar o Brasil.

Por Redação, com ACS – de Praga

O Campeonato Pré-Mundial de Debates Escolares (World Schools Debating Championships), competição internacional que fomenta o pensamento crítico, a comunicação eficaz e o trabalho em equipe, convoca anualmente os melhores jovens talentos de cada país para um embate intelectual de excelência. Na edição atual, realizada entre 10 e 14 de julho na capital da República Tcheca, este torneio celebra sua maior participação histórica com 66 equipes nacionais. De Praga, eles partem para o Mundial de Debates na Sérvia, que acontecerá de 16 a 26 de julho. Seletivas são promovidas para escolher os melhores debatedores de cada nação, filtrando os mais qualificados para representar seus países no Mundial; o torneio funciona como uma Copa do Mundo de debates.

Equipe de debatesA Seleção Brasileira de Debates enfrentou equipes do Canadá, Coreia do Sul, China, Países Baixos, México e Vietnã

Cinco estudantes brasileiros passaram por um intenso processo de seleção e, mostrando excepcional habilidade, foram escolhidos entre 313 jovens para representar o Brasil. Com um treinamento rigoroso e estudos aprofundados sobre tópicos contemporâneos, a equipe brasileira tem realizado uma participação marcante. Classificada como a 11ª melhor do evento, passou para as oitavas de final, debatendo questões tão variadas quanto as eleições francesas, a crise climática global, a atual ascensão geopolítica da Índia e os desafios da agricultura moderna.

Os representantes do Brasil são Vitor Cezário, Renata Hamdar, Luiz Arns, Halytza Dutra e Ícaro Teixeira. Eles chegaram a Praga após um meticuloso treinamento conduzido por Jess Peixoto e Gabriel Guia, renomados debatedores universitários e representantes do Instituto Brasileiro de Debates (IBD). Esta é a primeira participação presencial do Brasil no Pré-WSDC, após três anos competindo online, uma oportunidade que é fruto do trabalho do IBD, uma entidade sem fins lucrativos dedicada à promoção e organização de debates competitivos no Brasil.

 

Preparação

Jess Peixoto, treinadora da equipe, expressa que “muitas pessoas não entendem o nível de dedicação e esforço que este esporte intelectual exige desses jovens, que, ao invés de estarem jogando videogame ou gastando seu tempo livre longe dos estudos, escolhem passar horas estudando as condições políticas que levam ao atual sistema de votação do Banco Mundial, além de considerar, sem poder escolher seu lado, quais seriam as razões lógicas para mudá-lo ou mantê-lo.”

A Seleção Brasileira de Debates enfrentou equipes do Canadá, Coreia do Sul, China, Países Baixos, México e Vietnã. Vitor Cezário, ao refletir sobre a competição, afirma: “Representar o Brasil neste evento é um privilégio imenso, pois; além de exaltar um esporte intelectual que aprimora habilidades amplamente exigidas na atualidade, simboliza a ascensão da educação brasileira ao topo educacional global”.

— Enquanto diversas nações, como a Coreia do Sul, possuem um legado estabelecido no Mundial de Escolas e na prática do debate competitivo, nós, no Brasil, incorporamos essa prática em nossas escolas apenas há quatro anos. Em tão curto espaço de tempo, registramos progresso significativo e aprimoramos nossa qualidade e preparação. Diante das seleções de elite do mundo e dos elevados níveis de debates, essa evolução torna-se evidente. Ao vencer a Coreia do Sul e a China, duas das mais fortes nações nesse esporte ao longo dos anos, nossa celebração na primeira rodada foi além do triunfo; foi a comemoração do patamar de excelência que nosso país está alcançando — pontuou.

 

Troféus

Renata Hamdar compartilha o entusiasmo da equipe.

— Estamos emocionados em trazer nosso estilo único de debate, caracterizado por paixão, argumentação incisiva e criatividade, para este palco global.” Luiz Arns, um dos debatedores, acrescenta: “Queremos ser conhecidos não apenas como a nação do futebol, mas também do debate e da educação — disse.

O impacto do esforço desses jovens vai além dos troféus. O esforço desses jovens brasileiros é reconhecido e, ao longo dos últimos três anos, os membros da Seleção Brasileira de Debates colheram os frutos desse esforço. Quatro deles foram aprovados com bolsas em universidades estrangeiras de renome, como Harvard e Columbia. Luiz Martins, o capitão do time de 2021, destaca sobre esse processo.

— Através da liderança como capitão da seleção brasileira de debates, desenvolvi habilidades de comunicação e pensamento crítico que foram fundamentais para minha admissão em instituições renomadas como Harvard e Yale. Ao liderar nossa equipe em competições internacionais, mostramos ao mundo que o Brasil é uma nação que valoriza o debate como uma forma construtiva e eficaz de enfrentar desafios — acrescentou.

 

Observadores

O IBD continua a desempenhar um papel indispensável, não apenas treinando os debatedores para alcançar o seu máximo potencial, mas também conscientizando a sociedade brasileira sobre a importância do debate competitivo, inclusive auxiliando escolas a implementar debates competitivos na grade escolar. A entidade defende o debate como uma ferramenta educacional imprescindível para o desenvolvimento de habilidades fundamentais, como pensamento crítico, retórica convincente e respeito por diversas perspectivas. Uma de suas parcerias de sucesso é com o Colégio Arena, de Goiânia. Samuel e Mayana Favoretto, do Colégio, acompanham o evento como observadores para aprenderem mais sobre a competição e iniciar uma expansão das atividades competitivas de debate também para o ensino fundamental.

O IBD, com seu compromisso em promover o debate como ferramenta educacional, está cultivando habilidades essenciais como pensamento crítico, oratória e respeito por diversas perspectivas. Este esforço é um passo estratégico para o avanço da educação brasileira.

— Estamos plantando as sementes de uma geração de líderes pensantes, capazes de enfrentar os desafios do futuro com argumentação sólida e mente aberta — conclui Jess Peixoto.



Cientista que virou enredo de Cartola é reverenciado em seu centenário

13 de Julho de 2024, 11:14, por Feed RSS do(a) News

Se, fisicamente, partiu aos 80 anos, sua memória, pesquisas e estudos resistem ao tempo. Especialmente quando o tema é energia nuclear, raios cósmicos e a partícula atômica méson pi, descoberta ao lado dos dois outros físicos renomados:  o italiano Giuseppe Occhialini e o britânico Cecil Frank Powell.

Por Fábio Pinheiro Lau – do Rio de Janeiro

Ele é um brasileiro enraizado pelo mundo. César Lattes, um dos grandes nomes da Ciência no Brasil, é e será lembrado em qualquer ambiente onde haja o estudo profundo da Física. E o que pouca gente sabe sobre este cientista é que ele inspirou um samba vitorioso da Estação Primeira de Mangueira, composto por duas das suas maiores estrelas da música: Mestre Cartola e Carlos Cachaça.  Nascido em Curitiba num dia como aquele 11 de julho, quando estaria completando 100 anos, ele mereceu outra homenagem agora conferida pelos seus pares: o CNPq batizou o sistema utilizado para cadastrar cientistas, pesquisadores e estudantes como o nome de Plataforma Lattes.

Cesar LattesO cientista Cesar Lattes integrou a equipe do físico britânico Cecil Frank Powell

Mas, se fisicamente partiu aos 80 anos, sua memória, pesquisas e estudos resistem ao tempo. Especialmente quando o tema é energia nuclear, raios cósmicos e a partícula atômica méson pi, descoberta ao lado dos dois outros físicos renomados:  o italiano Giuseppe Occhialini e o britânico Cecil Frank Powell.

 

Nature

E por conta desta descoberta, Powell, e apenas ele, recebeu o Prêmio Nobel de Física de 1950. E por que a tão badalada honraria se restringiu a Cecil e não a todo o grupo – foi a pergunta que César Lattes mais ouviu até o fim da vida? Porque o brasileiro e o italiano eram chefiados por Cecil que, em função disso, mereceu a distinção.

César Lattes trabalhou na USP, UFRJ, na Universidade da Califórnia e foi bolsista na Fundação Rockfeller. Lá, após aprimorar conhecimento na Física, foi considerado entre seus pares como o maior cientista brasileiro.

Ainda sobre o samba vitorioso da Mangueira, vencedor no Carnaval Carioca de 1949, cabe um registro: dois anos antes, Lattes havia virado notícia ao desenvolver a partícula Pic du Midi. O feito foi publicado na revista Nature – uma das principais publicações científicas do mundo. Embora um tema restrito ao mundo científico, a conquista tornou-se orgulho nacional.



Blogoosfero