Ir para o conteúdo

News

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

É preciso mais que um 'Fora Temer'

26 de Setembro de 2017, 11:05 , por segundo clichê - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 510 vezes
 
Carlos Motta
 

Cinquentões e sessentões fantasiados de roqueiros surfaram na nova/velha onda e nos palcos do megaevento promovido pelo espertalhão Medina no Rio incorporaram entre uma e outra de suas primárias canções demagógicos brados de "fora, Temer", com o qual, relatam as notícias, a multidão juvenil se extasiou.

 
O desejo que o grito expressa é o da ampla maioria da população brasileira, que vê no atual ocupante do Palácio do Planalto um ser desprezível, exemplo acabado do que há de pior na política, e, pior entre todos os defeitos de um governante, incapaz de melhorar a vida das pessoas.
 
Apesar disso, é um grito sem consequências práticas e que, infelizmente, como atesta a sua captura por figuras desprovidas de qualquer educação ou vivência política, como artistas globais e pseudorroqueiros, tornou-se um instrumento de marketing para promover quem quer ser visto como "antenado" com a triste realidade do país capturado pelas forças reacionárias.
 
Hoje, o "fora,Temer" tem tanto efeito prático na mudança mais que necessária da situação quanto o "juiz ladrão" que se ouve nos campos de futebol Brasil afora - é mais um desabafo, um exercício até salutar, de catarse.
 
O fato é que, enquanto o "fora, Temer" ecoa país afora, o projeto de destruição da frágil democracia e do incipiente Estado de bem-estar social dos governos trabalhistas, concomitantemente à entrega das riquezas nacionais ao capital internacional e subjugação da soberania aos interesses do "grande irmão do Norte", vai de vento em popa.
 
Parece mesmo que, apesar de um ou outro percalço, em breve estará concluído.
 
Seus opositores, infelizmente, têm poucas alternativas ao "fora, Temer". De certo modo, o que fazem são somente variações inócuas da curta frase de repúdio ao golpista.
 
Recuperar o Brasil exige muito mais - o tempo das palavras, das ofensas, das piadas, já passou. 

Fonte: http://segundocliche.blogspot.com/2017/09/alem-das-palavras.html

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar

    Notícias

    News

    Minha rede