Ir para o conteúdo

News

Voltar a Esportes
Tela cheia Sugerir um artigo

O que se perdeu na copa?

22 de Setembro de 2014, 12:31 , por Rafael Pisani Ribeiro - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 391 vezes

 

Pois bem, foi feito um texto abordando a temática da repressão, um relacionado ao comércio e agora esse que pretende tratar das questões mais gerais da copa. Aquelas coisas que passaram despercebidas ou apareceram distorcidas. Parece que é tarde para falar sobre isso, mas na verdade o assunto não pode passar. Não deve, porque do contrário tornar-se-á campo da trivialidade. Bem, a primeira delas com certeza é a noção de segurança social.

 

Se penso em segurança social, penso em poder sair tranquilamente sem ter ruas fechadas por ninguém, muito menos pelo polícia e sem ter de mostrar a identidade onde quer que vá. Tendo também caso deseje, a liberdade de filmar a ação policial, pois ao menos em tese ela é justa, e se a segurança pública existe para me proteger, porque tenho de me sentir privado de filmar a ação? Medo de filmar a ação? Opressão? Só se ela estivesse sendo realizada de modo errado. Sobre isso vou me abster por agora, pois a cerca desse assunto o segundo texto já falou bastante. Outra coisa que chamou atenção foi a tal máfia de ingressos ilegais.

 

Foi divulgada amplamente uma [1]máfia de ingressos da copa que ganhavam milhões com isso. Não que seja a favor ou contra esses vendedores, o ponto é que a forma como foi colocada os definiu como bandidos, foras da lei enquanto a FIFA saiu como santa. Primeiro porque a FIFA também ganha milhões com os ingressos, e de forma legal, fazendo com que só a classe alta possa ir aos jogos com ingressos caríssimos.( O que de forma nenhuma é negativo para a FIFA, afinal, é muito bom lotar os estádios de burgueses que não tem opções melhores para gastar seu dinheiro.) Segundo porque eles estavam fazendo a mesma coisa que a FIFA, mas fora da regra adotada. Nesse sentido a FIFA fez pior, porque entrou em um país, ditou suas regras dentro do país, pegou um pedaço dele para ela, isto é, o território FIFA e ainda fez a força policial do país trabalhar para ela. Dessa forma ela só tornou seu jogo “legal”, dentro da lei. Na verdade ela fez a lei. Quem dirá a [2]lei geral da copa não?

 É preciso ainda tratar de dois fatos: as [3]vaias à Dilma e a derrota do Brasil ligada à eleição.

As vaias vieram de um público específico, um público de classe alta, ou artistas que entraram de graça. Bem, todos têm direito a opinião, a vaia foi um problema, mas não o pior. O que é mais complicado é tirar disso uma generalização de representação do povo Brasileiro. Primeiro ela não é válida pelo público que a fez, segundo pela quantidade de pessoas.  Isso só mostrou como a mídia estava apoiando Aécio na campanha, e fez de tudo para derrubar Dilma tentando defender seu candidato. A mesma relação se dá com a derrota do Brasil para a Alemanha de 7 a 1. O próprio Aécio disse que Dilma [4]pagaria pela eliminação do Brasil. Ai a derrota é misturada com questões políticas diretas. Como diria Saul Leblon[5] :“A disputa pelo imaginário brasileiro ganhará decibéis redobrados a partir de agora, na tentação rastejante de  transformar  a humilhação esportiva  na metáfora de um Brasil  corroído pelo ‘desgoverno petista.” Até onde o conhecimento geral vai não é critério para ser Presidente, entender de futebol, muito menos treinar jogadores, quem dirá a nível mundial. Se falamos de copa, porque não falar em vidas?

 

Ainda antes da semi final acontece a maior tragédia. Neymar quebra o joelho! Começa uma comoção no Brasil, todos deixando abraço, boa sorte e com pena porque não vai jogar na semifinal. Tadinho! O pior é que ele não estava nem ligando, já havia ganhado o dele. O mais triste? Tanto a derrota quanto a lesão abafaram um drama ainda maior- a queda do viaduto em Belo Horizonte[6]. Várias pessoas morreram, pessoas perderam entes queridos. Enfim, vidas em jogo. Como um jogo e uma lesão podem valer mais que várias vidas?

 

 Lembrem- se de referenciar a fonte caso utilizem algo deste blog. Dúvidas, comentários, complementações? Deixe nos comentários.

 Escrito por: Rafael Pisani

 

Referências:

 

Disponível em: http://blogdotarso.com/2014/06/12/vaias-e-xingamentos-contra-dilma-vieram-da-area-vip-com-ingressos-a-r-990-e-cortesias-para-artistas-globais/ Breno Tarso/ http://blogdotarso.com . Data de acesso: 13 de Agosto de 2014

 

 

Disponível em: http://blogoosfero.cc/news/blog/a-derrota-e-a-disputa-pelo-imaginario-brasileiro  Saul Leblon/ http://blogoosfero.cc . Data de acesso: 13 de Agosto de 2014

 

Disponível em: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2014/07/entenda-mafia-de-ingressos-da-copa.html G1/ http://g1.globo.com . Data de acesso: 13 de Agosto de 2014

 

Disponível em: http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2014/07/engenheiro-aponta-risco-de-nova-queda-em-viaduto-de-belo-horizonte-4558096.html ZH/ http://zh.clicrbs.com.br . Data de acesso: 13 de Agosto de 2014

 

Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/07/1483913-governo-dilma-pagara-pela-eliminacao-do-brasil-diz-aecio-neves.shtml Diógenes Campanha ./ http://www1.folha.uol.com.br . Data de acesso: 13 de Agosto de 2014

 

Disponível em: http://www.portalpopulardacopa.org.br/index.php?option=com_k2&view=itemlist&task=tag&tag=Lei%20Geral%20da%20Copa Licio Monteiro/ http://www.portalpopulardacopa.org.br . Data de acesso: 13 de Agosto de 2014

 


Fonte: Rafael Pisani Ribeiro

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar

    Notícias

    News

    Minha rede