Ir para o conteúdo

Software Livre

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

4 razões para o linux ser o sistema operacional que mais cresce no mundo

22 de Agosto de 2017, 13:21 , por Feed RSS do(a) PSL-Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 52 vezes

No início dos anos 90, Linus Torvalds, o criador do Linux, anunciou que tinha criado um sistema operacional livre, mas que só era um hobby. Naquele momento ele nem imaginava que este se tornaria um dos mais importantes sistemas operacional do mundo e que o Linux receberia o crédito de fazer decolar a internet, a cloud computing e a Internet das Coisas.

Neste post vamos apresentar algumas razões que levaram o Sistema Operacional Linux a se expandir tão rapidamente,  tornando-se presente em uma gama imensa de dispositivos e equipamentos.

1) O LINUX ESTÁ EM TODOS OS LUGARES

O Linux é um software usado para controlar hardware como computadores desktop e laptop, supercomputadores, dispositivos móveis, equipamentos de rede, aviões e automóveis; A lista não tem fim. O Linux está em todo lugar.

Talvez você não saiba, mas certamente você já está usando o Linux todos os dias.Toda vez que você usa o Google ou o Facebook ou qualquer outro site importante da Internet, você está se comunicando com os servidores que executam o Linux. Um número grande de dispositivos, desde desktop e servidores aos seus smartphones e televisores estão rodando Linux. Ainda não se convenceu? Se você estiver usando um telefone Android, você, com certeza, está usando o Linux.

2) O LINUX É VERSÁTIL

Você pode usar o Linux em praticamente qualquer coisa que você desenvolva. Na esteira da tendência tecnológica da Internet das Coisas, que se propõe a interconectar todos os objetos presentes no nosso cotidiano, tais como eletrodomésticos, meios de transporte e até mesmo roupas, e rede de dados.

Por ser tão versátil, com o Linux podemos fazer de grandes a pequenas implementações,  de acordo com nossa necessidade.

Nessa linha, a Linux Foundation encabeça um consórcio para estabelecer um modelo aberto de padronização para a Internet das Coisas, chamado Edgex Foundry. Este consórcio tem como objetivo estabelecer um ecossistema de interoperabilidade. E, sem sombra de dúvida, esta é uma estratégia da Linux Foundation para ter o Linux como sistema operacional padrão na Internet das Coisas.

3) LINUX É UMA COMUNIDADE

A grande genialidade do Linux está em sua comunidade e não na tecnologia. Como disse  Jim Jagielski,  presidente da Apache Foundation: ” Construir um kernel é fácil, em comparação com a construir uma comunidade saudável e viável. O Linux é bem sucedido porque a comunidade é bem sucedida.”

Quando você entra no mundo Linux, você se torna um membro de uma comunidade especial.Sempre que você tiver um problema no Linux, você pode ir a um fórum on-line, onde têm um monte de pessoas prontas para responder seus questionamento com muita agilidade. Um ótimo exemplo disso é a  Viva o Linux, que é a maior comunidade Linux da América Latina.

Outro fator que reflete o poder da comunidade é a grande equipe de desenvolvedores voluntários que participam ativamente no desenvolvimento do kernel do Linux. Só para ter uma ideia a cada 2 a 3 meses são liberadas novas versões do kernel. Nestes desenvolvimentos estão envolvidos milhares de desenvolvedores voluntários e centenas de empresas que investem no projeto.

4) LINUX É SOFTWARE LIVRE

Software livre não está relacionado ao ser de graça, mas à liberdade. O Linux está disponível sob a licença GNU GPL, ela baseia-se em 4 liberdades, as quais são:

  • Liberdade 0 – Liberdade para o programa para quaisquer propósitos;
  • Liberdade 1 – Liberdade para estudar como o programa trabalha e adaptá-lo às suas necessidades. Ter acesso ao código fonte é essencial para isso.
  • Liberdade 2 – Liberdade de redistribuir cópias de forma que você possa ajudar outras pessoas.
  • Liberdade 3 – Liberdade para melhorar o programa e disponibilizar as melhorias para o público, de forma que toda a comunidade possa se beneficiar disso. Ter acesso ao código fonte é essencial também para isso.

Isto significa que o sistema operacional pode ser usado livremente em quase qualquer produto ou serviço que você está desenvolvendo, desde que os termos da licença GPL sejam respeitados.

O software é livre e o objetivo principal da comunidade é melhorar o sistema operacional. Isso significa que você pode usufruir do trabalho dos outros desenvolvedores e nunca será obrigado a comprar uma nova versão ou atualização do sistema operacional. Desde que você contribua para a comunidade, ela contribuirá de forma colaborativa com você.

CONCLUSÃO

À medida que as pessoas melhoram e criam maneiras inteligentes de fazer o Linux rodar em uma quantidade imensa de dispositivos e plataformas, eles proporcionam, também, com suas inovações, que outras pessoas possam participar de forma colaborativa, formando um verdadeiro círculo virtuoso. Esta comunidade é responsável pelo enorme crescimento e versatilidade do Linux. Pelo fato dessas pessoas estarem usando e constantemente contribuindo, este software é melhor e mais versátil que qualquer empresa ou indivíduo poderia criar por conta própria.

Se você gostou deste artigo compartilhe com seus amigos e deixe seu comentário falando o que você acha das 4 RAZÕES PARA O LINUX SER O SISTEMA OPERACIONAL QUE MAIS CRESCE NO MUNDO.

 


Fonte: http://softwarelivre.org/portal/noticias/4-razoes-para-o-linux-ser-o-sistema-operacional-que-mais-cresce-no-mundo