Ir para o conteúdo

Software Livre

Tela cheia Sugerir um artigo

Blog

3 de Abril de 2011, 21:00 , por Desconhecido - | 1 person following this article.

Você pode ajudar um projeto de Software Livre fazendo traduções

22 de Janeiro de 2018, 13:20, por Feed RSS do(a) PSL-Brasil

Bandeiras eua br

Projetos de Softwares Livre que pretendem receber contribuições de pessoas de qualquer lugar do mundo adotam o inglês como língua padrão, por isso é comum ver os sites, os manuais, as trocas de mensagens entre seus contribuidores e os softwares originais em si, utilizando a língua universal. Os desenvolvedores de softwares livres já estão acostumados com esse ambiente internacional mas quando pensamos nos usuários, o uso de um software livre em inglês pode dificultar bastante a sua adoção, especialmente aqui no Brasil.

Para facilitar a utilização de softwares livres internacionais por usuários que tem dificuldades para ler em inglês é extremamente importante o trabalho de tradução realizado pelas comunidades. A tradução, também chamada de localização, é feita por pessoas que dedicam parte do seu tempo para converter os textos do inglês (en) para a língua do seu país. Como não poderia ser diferente, no Brasil existem várias comunidades que fazem as traduções para o português brasileiro (pt-br).

Em 2017 palestrei em alguns eventos mostrando como qualquer pessoa pode contribuir para o Projeto Debian de várias outras formas que não envolvem conhecimento técnico como empacotamento. Tem um vídeo disponível dessa palestra na Campus Party Brasília 2017 e um arquivo dessa apresentação. Decidi escrever esse texto para encorajar aquelas pessoas que gostariam de contribuir para um projeto de Software Livre internacional mas que não envolva o desenvolvimento de código. Se você é uma dessas pessoas, você pode ajudar com as traduções, para isso basta ter um conhecimento mínimo em inglês, uma vontade de trabalhar coletivamente e um espírito de colaboração. Os projetos de Software Livre precisam basicamente traduzir/localizar os seguintes itens:

  • O software propriamente dito;
  • O site oficial;
  • Manuais/tutoriais oficiais.

Uma terminologia importante para as equipes de tradução é a seguinte (crédito do Adriano Rafael Gomes):

  • I18N (internationalization): internacionalização é a modificação de um programa para que ele possa lidar com os múltiplos idiomas e culturas do mundo todo.
  • L10N (localization): localização é a implementação de um idioma específico para um programa já internacionalizada. Leia mais aqui.

Em todos os projetos você pode assumir dois papeis:

  • Tradutor: aquele que vai iniciar uma tradução do zero;
  • Revisor: aquele que revisar a tradução realizada por um tradutor e eventualmente propor correções.

Se você é um iniciante, algumas pessoas recomendam começar fazendo apenas revisões porque é mais fácil. Nas equipes de tradução também existem papeis que ajudam na organização interna, então alguém mais experiente com todo o processo pode assumir o papel de Coordenador para gerenciar os trabalhos.

Espero que esse texto te incentive a começar a contribuir com pelo menos um dos projetos que irei listar a seguir.

Debian

Dos projetos que citados aqui, o Debian é o que eu tenho mais conhecimento porque contribuo com a tradução do site (menos que eu gostaria). O time de tradução do Debian para o Brasil é conhecido como: debian-l10n-portuguese.

Para ajudar o time de tradução o primeiro passo é se inscrever na lista de discussão debian-l10n-portuguese porque é lá que você poderá obter ajuda com os outros tradutores. O próximo passo é ler wiki do time para ter todas as informações necessárias para começar.

Dos itens que você pode traduzir do projeto Debian, dá para destacar as descrições de pacotes e as páginas web. Para traduzir as descrições dos pacotes é utilizada uma ferramenta web própria do Debian chamada DDTSS (Debian Distributed Translation Server Satellite). Já a tradução das páginas web envolve a troca de mensagens na lista de discussão que no início pode parecer um pouco complicada porque envolve pseudo-urls mas depois fica muito mais fácil de entender.

O Adriano Rafael Gomes fez uma palestra no FISL16 explicando o trabalho da equipe de tradução. Vídeo e slides.

Estatísticas:

Existem várias estatísticas que mostram o quanto ainda precisa ser traduzido ou revisado.

Página com status das traduções em andamento.

Contatos:

GNU

O site gnu.org é a principal porta de entrada para quem quer saber mais sobre Software Livre. Lá está todo a história do Projeto GNU, do Movimento Software Livre, das licenças, etc. Nesse site também é publicados os textos escritos pelo Richard Stallman onde ele dá a sua opinião sobre temas diversos.

Quando o Stallman esteve no Brasil em junho do ano passado conversamos sobre a onda de hackathons que estavam acontecendo pelo país, e ele ficou de escrever um texto explicando porque era importante que os trabalhos produzidos fossem liberados sobre uma licença livre. E em setembro o Stallman publicou o texto Why hackathons should insist on Free Software. Sugeri que a Adriana Costa fizesse a tradução desse texto como forma de contribuir para o projeto GNU e também para aprender a dinâmica da equipe de tradução do site. Em novembro a tradução foi publica em: Por que os hackathons devem insistir em Software Livre.

O time de tradução para o português do Brasil do site do projeto GNU, também chamado de www-pt-br utiliza a lista de discussão www-pt-br-general para trocar informações, então é imprescindível que você se inscreve nela. Você também deve criar um usuário na ferramenta savannah que é utilizado para gerenciar as traduções e revisões. O  savannah é um servidor de hospedagem disponível para projetos de software livre do GNU e não-GNU.

Para entender melhor a dinâmica do time e começar a contribuir, acesse a página do time e leia especialmente a parte de documentação.

Estatísticas:

No final do ano passado o Rafael Fontenelle (que assumiu a função de Coordenador da equipe brasileira de tradução em novembro) publicou uma mensagem informando que o foi alcançado 19% da tradução das páginas do projeto GNU web. Veja o quando ainda precisa ser traduzido e revisado no link: https://www.gnu.org/software/gnun/reports/report-pt-br.html

WordPress

Wordpress brasil

A comunidade WordPress realizada periodicamente um evento chamado WordPress Translation Day para que pessoas no mundo todo possam contribuir com tradução durante um dia. A última edição aconteceu em 30 de setembro de 2017 e como o pessoal de Curitiba fez um encontro para fazer as traduções, fui conhecer a dinâmica, mas infelizmente fiquei pouco tempo e não pude contribuir muito.

A ferramenta usada para tradução é GlotPress que fica acessível no sistema oficial de tradução do WordPress. Lá você deverá criar o seu usuário e após fazer o login escolher qual time (locale) você irá ajudar, no nosso caso Português do Brasil. Depois é só escolher o que você quer traduzir: WordPress, Themes, Plugins, Meta ou Apps.

A Sheila Gomes publicou um tutorial bastante detalhado ensinando a fazer a tradução. Ela também tem os slides de apresentações realizadas sobre esse tema.

Diferente de outros projetos de Software Livre que utilizam lista de discussão, a comunidade WordPress usa um grupo do Slack para comunicação.

Gnome

Gnome brasil

Ano passado gravamos um episódio do podcast Papo Livre com o Georges Stavracas (a.k.a feaneron) - colaborador do projeto GNOME, que comentou um pouco sobre o trabalho do time de tradução.

A equipe utiliza a ferramenta Mentiras Cabeludas (Damned Lies) para gerenciar as traduções do GNOME.

Na página do time brasileiro é possível encontrar todas as informações necessárias para contribuir e também é importante se inscrever na lista de discussão gnome-pt_br-list para entrar em contato com os tradutores.

KDE

Texto retirado do site da comunidade KDE Brasil:

O KDE usa uma ferramenta personalizada chamada Lokalize para fazer a tradução dos seus arquivos GUI e DOC. Para entender um pouco melhor sobre como funciona esse processo de tradução você pode visitar a página The Translation HowTo.

Se você deseja se tornar um membro do time de tradução do KDE Brasil, basta entrar em contato com a nossa equipe através da lista de discussão kde-i18n-pt_br

Na página principal do nosso projeto de tradução, você também poderá encontrar tutoriais e um FAQ com dicas sobre como configurar um ambiente de tradução no seu computador e começar a colaborar com o KDE.

LibreOffice

Não achei muitas informações sobre como contribuir com a tradução do LibreOffice. Na página da comunidade LibreOffice Brasil tem uma relação de listas de discussão, e entre elas está a lista de documentação (produção e tradução). No site diz:

Pelo que descobri, a ferramenta usada para a tradução se chama Pootle.

Existem muitos outros projetos de Software Livre que também precisam de ajuda. Agora é só escolher um projeto e coloca a mão na massa!



Ação que fortalece Amizades e leva à formação em Linux.

22 de Janeiro de 2018, 13:20, por Feed RSS do(a) PSL-Brasil

Agora no Norte do Brasil, é possível obter qualificação em Software Livre e fortalecer suas amizades.

Em Belém do Pará existe uma ação muito boa e interessante ocorrendo nos primeiros dois (2) meses do ano, que atenta para o desenvolvimento das relações humanas e companheirismo, e também propicia criação de mão de obra qualificada na plataforma Linux, para o Mercado de Trabalho.

Visando garantir com que o maior número de profissionais possam obter o conhecimento apropriado nessa plataforma de Software Livre. E com isso, enfim atender a crescente demanda para este tipo de profissional no mercado.

Para saber mais acesse: http://virtuallink.com.br/matriculas_abertas_2018/

 



Chamada de atividades para a MiniDebConf Curitiba 2018

16 de Dezembro de 2017, 18:46, por Feed RSS do(a) PSL-Brasil

Sobre a MiniDebConf Curitiba 2018

A MiniDebConf é o encontro da comunidade Debian no Brasil. A edição de 2018 vai acontecer no Campus Central da UTFPR - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, em Curitiba, entre 11 e 14 de abril de 2018.

Durante os dias 11 e 12 vai acontecer a MiniDebcamp, um momento onde vamos nos concentrar em fazer contribuições práticas com o projeto, não havendo palestras ou outras atividades do gênero. Nos dias 13 e 14, acontece a MiniDebConf propriamente dita, com palestras, debates, oficinas, com as atividades práticas continuando em paralelo.

Para mais informações:

https://minidebconf.curitiba.br

Tópicos

Em princípio, qualquer tópico relacionado a software livre está dentro do escopo do evento. No entanto, será dada prioridade a tópicos relacionados ao projeto Debian, e dentre estes, será dada prioridade a tópicos relacionados a contribuição com o projeto.

Diversidade

A MiniDebConf é um evento comprometido com a diversidade. Gostaríamos muito de receber propostas de atividades de pessoas que fazem parte de grupos com pouca representação na comunidade de software livre e que gostariam de falar sobre algo relacionado ao Debian. Se você faz parte de um desses grupos, nos envie sua proposta. Se você conhece alguém que faz parte de um desses grupos, incentive que essa pessoa nos envie uma proposta de atividade.

Se você gostaria de palestrar sobre Debian mas não tem certeza sobre o que poderia falar, entre em contato que podemos te ajudar.

Tipos de atividade

Você pode enviar 4 tipos de atividades:

  • Lightning talk (5 minutos)
  • Painel
  • Palestra
  • Oficina (3 horas)

Para os paineis e palestras você pode escolher o tempo máximo de duração:

  • 30 minutos
  • 1 hora
  • 1 hora e 30 minutos
  • 2 horas

Datas

Limite para submissão: 31 de janeiro de 2018.

Notificação de resultado da seleção aos proponentes : até o dia 11 de fevereiro de 2018.

Submissão

Para enviar sua proposta de atividade acesse o formulário:

http://pesquisa.softwarelivre.org/index.php/574335

 



Porto Alegre: Tchelinux Porto Alegre, Em Sábado, 9 de Dezembro de 2017 - 08h30 às 19h00.

6 de Dezembro de 2017, 11:55, por Feed RSS do(a) PSL-Brasil

Dando continuidade ao calendário de atividades do grupo Tchelinux para o segundo semestre, temos o prazer de anunciar o Tchelinux Porto Alegre 2017 que acontecerá no dia 9 de Dezembro na Faculdade Senac Porto Alegre.

Para quem ainda não conhece, o Tchelinux é um grupo comunitário que reúne entusiastas, usuários e desenvolvedores de Software Livre no Rio Grande do Sul. O evento, organizado por membros deste grupo e voluntários, tem como objetivo integrar a comunidade de Software Livre com palestras, oficinas e outros eventos, a fim de fortalecer a cultura de Software Livre no estado do Rio Grande do Sul. Todos os eventos do Tchelinux são sempre gratuitos, porém os participantes são encorajados a doar 2kg de alimentos não-perecíveis, que são encaminhados a instituições de caridade da cidade onde ocorre o evento.

O Hotsite do evento acaba de ser publicado:

https://poa.tchelinux.org

O formulário para a chamada de trabalhos se encontra logo abaixo:

https://goo.gl/forms/IgmgmCFtwSzvtfaq2

Pedimos para que divulguem em suas redes sociais e para qualquer interessado.



MiniDebConf Curitiba 2018 - 11 a 14 de abril

11 de Novembro de 2017, 12:42, por Feed RSS do(a) PSL-Brasil

Está confirmada a 3a edição do maior encontro brasileiro de usuários e desenvolvedores Debian.

Será de 11 a 14 de abril no Campus central da UTFPR - Universidade Tecnológica Federal do Paraná em Curitiba - PR.

Nos dias 11 e 12 (quarta e quinta) acontecerá a MiniDebCamp - período para colaboradores(as) do Debian se encontrarem e trabalharem conjuntamente em um ou mais aspectos do projeto. Essa será a nossa versão da brasileira da DebCamp, que acontece tradicionalmente antes da Debconf. Não haverá palestras, debates e oficinas nesses dias, teremos apenas "mão na massa" como empacotamentos de softwares, traduções e BSP - Bug Squashing Party :-)

E nos dias 13 e 14 (sexta e sábado) acontecerá a MiniDebConf propriamente dita - palestras, debates, oficinas, e mais "mão na massa" :-D

Em breve divulgaremos os formulários para chamada de atividades e para inscrição gratuita.

Mais informações:

http://minidebconf.curitiba.br

 

Banner debconf curitiba 2018