Ir para o conteúdo

TVT

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

China mostra em São Paulo oportunidades na área cultural

23 de Agosto de 2019, 16:06 , por Rede TVT - | No one following this article yet.
Visualizado 15 vezes

Em evento concorrido ontem (21), na High Design, em São Paulo, a província chinesa de Fujian abriu um estande com 30 empresas da área cultural, setor que na China movimentou US$ 1,5 trilhão (em 2017) e cresce acima do PIB do país.

FUJIAN é uma das províncias (estado) mais importantes da China, com uma população de 39 milhões de habitantes. Foi sede dos BRICS em 2017, tendo recepcionado o evento na cidade de XIAMEN.

Para mostrar o peso da sua indústria cultural, a província trouxe ao país uma mostra panorâmica do setor, com a participação de 30 empresas, com os mais variados produtos e artistas: laca, cerâmica, escultura em pedra e madeira, pintura, iluminação, artesanatos e medicina tradicional chinesa, que também faz parte da cultura local.

Segundo os organizadores, o objetivo é aproximar a cultura, parte da economia fundamental na geração de emprego e renda, além de expandir os laços culturais entre os dois países. A missão é composta de 40 representantes da província e liderada por Xiao Guixin, vice-Secretário do Departamento de Propaganda da Provincial de Fujian e Chen Yang, vice-Presidente do Comitê Provincial de Fujian do Conselho da China para a Promoção do Comércio Internacional. A abertura contou com a presença de várias autoridades, empresas, imprensa e representantes do setor cultural e de negócios em São Paulo e no Brasil. Representando a comunidade chinesa no país esteve presente Lin Fangyao, presidente da Associação da Juventude da Província de Fujian no Brasil.

Fujian tem uma importante rede de tevê e audiovisual, uma das mais importantes no país. Além de ser um mercado aberto para o intercâmbio de artistas, produtores e a indústria deste setor nos dois países.

CULTURA E ECONOMIA: MERCADO PARA O BRASIL

O crescimento estável da industrial cultural chinesa desempenhou um papel importante para facilitar a reestruturação econômica e manter o crescimento estável. A China está planejando tornar sua indústria cultural em um pilar da economia nacional até 2020, atualizando sua estrutura industrial, criando mais marcas importantes e estimulando o consumo.

O que abre um mercado gigante para artistas e produtores do Brasil, que ainda não estão com suas turnês voltadas para o maior mercado de artes do mundo, que detém a maior bilheteria global, desde março de 2018.

A receita total do setor aumentou 10,8% para 9,2 trilhões de yuans (cerca de US$ 1,5 trilhão) em 2017, disse o Departamento Nacional de Estatísticas (DNE). A taxa de crescimento foi maior que a de 7,5% em 2016 e 6,9% em 2015. O DNE acompanha mais de 55 mil empresas em 10 segmentos de cultura, incluindo seis que oferecem serviços culturais e quatro envolvidos na manufatura de produtos culturais. A receita de serviços de transmissão de informações registrou o maior aumento anual de 34,6%, seguida pelos serviços culturais e artísticos, e serviços de recreação e entretenimento. A produção de produtos culturais, que responde por mais de um terço da receita total do setor, registrou um crescimento de 11,4% em receita. As regiões no leste do país contribuíram com 74,7% para a receita cultural total em 2017, segundo o DNE.

 

 

 

FUJIAN/XIAMEN/BRICS

A cidade de  Xiamen foi anfitriã da 9ª Cúpula do BRICS, em setembro de 2017, na qual organizou um festival de uma semana para celebrar a diversidade cultural e os intercâmbios entre os países do BRICS. O festival iniciou com uma Noite de Balé, com bailarinos do Teatro Bolshoi da Academia Estatal da Rússia, Teatro Municipal do Rio de Janeiro, Balé Joburg da África do Sul e Teatro Nacional de Ópera e Dança Dramática da China. Mais de 200 artistas dos países do BRICS apresentaram 30 espetáculos de teatro, música, dança exposições e cinema. Os intercâmbios interpessoais, incluindo a organização de eventos culturais conjuntos, são um dos três pilares da cooperação entre os países do BRICS.

O evento em SÃO PAULO é uma iniciativa do DEPARTAMENTO DE CULTURA E DESENVOLVIMENTO DA PROVÍNCIA DE FUJIAN, com apoio do CONSELHO DA CHINA PARA PROMOÇÃO DO COMÉRCIO INTERNACIONAL.

 

WhatsApp Image 2019-08-22 at 12.29.44 (1)WhatsApp Image 2019-08-22 at 12.29.46WhatsApp Image 2019-08-22 at 12.29.44

 

CHINA (FUJIAN) BRAZIL ECONOMIC AND TRADE CULTURE PRODUCTS PROMOCION CONFERENCE

INDÚSTRIA CULTURAL DE FUJIAN BRICS (BRASIL) EXPO

HIGH DESIGN – SÃO PAULO EXPO (STAND D120)

Endereço: 1,5, Rod. dos Imigrantes – Vila Água Funda

Data: de 21 a 23 de agosto de 2019. Entrada gratuita!

O post China mostra em São Paulo oportunidades na área cultural é original do Rede TVT.


Fonte: http://www.tvt.org.br/china-mostra-em-sao-paulo-oportunidades-na-area-cultural/