Ir para o conteúdo

Marco Civil da Internet

Tela cheia Sugerir um artigo

Marco Civil da Internet

3 de Abril de 2011, 21:00 , por Desconhecido - | No one following this article yet.
Seus deveres e seus direitos na rede mundial de computadores em debate.

Oportunidades e ameças à Liberdade de Expressão!


Alternativas ao Netflix para assistir filmes e séries

11 de Abril de 2019, 14:34, por Marco Civil da Internet Já! Marco Civil da Internet: nenhum direito a menos!

Se você chegou até aqui com certeza está atrás de novas opções para o serviço streaming de filmes, séries e desenhos.

A número um nesse mercado sem dúvidas é a Netflix, mas enganasse que ela seja a única nesse extenso mercado.

Ao contrário, recentemente um grande número de serviços streamings vem surgindo, cada um com suas particularidades e voltado para um público específico.

Nesse artigo separamos alternativas de serviço streaming por assinatura e duas opções que são totalmente grátis, além disso, caso você goste de outro e decida trocar, também trazemos o passo a passo para cancelar a Netflix.

Alternativas de serviço streaming por assinatura

1. Amazon Prime Vídeo

A Amazon Prime Vídeo é um serviço de streaming novo, seu sistema totalmente baseado na concorrente Netflix vem demonstrando bons resultados, afinal a Amazon Prime Vídeo cresceu muito em pouco tempo e caiu no gosto dos Brasileiros.

Suas maiores atrações são os valores da mensalidade, 14,90 por mês sendo reduzidos por 7,90 nos primeiros 6 meses.

Mesmo assim, a empresa ainda aceita apenas pagamento por cartão de crédito e possui um acervo de filmes e séries reduzido se comparado a Netflix.

2. Crackle

O Crackle é uma serviço streaming da Sony e assim como a Amazon Prime Video e a Netflix, também oferece conteúdos originais.

O Crackle oferece alguns conteúdos que não necessitam ter a assinatura, mesmo assim, com a assinatura é possível assistir em duas telas em simultâneo e sem propagandas.

O valor da assinatura do Crackle é de 11,90 por mês e possui um período livre de 30 dias grátis para degustação.

3. HBO GO

A HBO GO, como o nome sugere, é um serviço streaming da HBO.

Para fãs as séries da HBO, é uma ótima opção pois é possível encontrar todas as suas séries originais em alta qualidade apenas pelo HBO Go.

Além do conteúdo original, é possível ter acesso a séries, filmes, documentários e conteúdo adulto.

Não é necessário ser assinante da TV por assinatura para assinar a HBO Go, além disso, após a assinatura é liberado 30 dias grátis de degustação e o valor da assinatura é de 34,90 por mês ou se você for cliente da operadora VIVO, 29,90 por mês.

4. Viki

Para fãs de séries asiáticas, temos duas opções de grande renome, o Viki é a principal delas, oferecendo séries dramáticas chinesas, japonesas, coreanas e tailandesas, além de shows de idols coreanos entre outras atrações.

Os valores do Viki variam conforme o plano de assinatura, são eles, o básico, standard e viki pass plus.

5. Crunhyroll

O segundo streaming com foco na cultura asiática é o Crunchyroll. O Crunchyroll é especializado em animações japonesas e dramas coreanos.

Esse serviço streaming oferece 14 dias de uso gratuito e com ele é possível acompanhar lançamentos de episódios simultaneamente com o Japão.

6. Google play Filmes

O Google Play Filmes não é um serviço streaming propriamente dito, mas pode ser considerado uma ótima alternativa ao Netflix.

Com ele, é possível alugar filmes ou até mesmo comprá-los, e os valores são variados, mas as promoções são bastantes recorrentes na plataforma.

Alternativas de serviço streaming grátis

1. Kodi

O Kodi é a plataforma mais popular entre os streamings grátis, nele é possível assistir séries, filmes, documentários, desenhos e canais de tv, sem a necessidade de uma assinatura.

O Kodi conta com alguns addons (extensões) para reproduzir os arquivos.

O Kodi é compatível com o IOS, Android, Linux, Windows, OS X, ROku e Amazon Fire TV. É necessário baixar e instalar o aplicativo para conseguir usá-lo.

2. PopCorn Time

O Popcorn Time pode ser considerado uma ótima opção gratuita para a Netflix.

O aplicativo é de origem argentina, ele funciona de forma muito simples e prática, fazendo o download do arquivo que você deseja assistir em alta qualidade HD e com muita praticidade.

Além disso, o PopCorn Time conta com tradução para mais de 32 línguas, desse modo, as opções de legenda variam bastante.

Como cancelar a Netflix

Se você gostou das opções para a Netflix que apresentamos aqui e deseja saber o como fazer para cancelar a Netflix, continue lendo!

Cancelar a Netflix é algo bastante simples, basta fazer o login na sua conta, já conectado, vá em conta (Account) e clique em cancelar assinatura (cancel membership)

Vale lembrar que excluir o aplicativo sem cancelar a conta Netflix não funcionará.

O post Alternativas ao Netflix para assistir filmes e séries apareceu primeiro em Marco Civil da Internet Já! Marco Civil da Internet: nenhum direito a menos!.



O que é cobrado na conta de energia elétrica?

8 de Abril de 2019, 15:46, por Marco Civil da Internet Já! Marco Civil da Internet: nenhum direito a menos!

Todas as vezes que recebemos nossa conta de luz são cobradas várias taxas além do que você consome. Geralmente só ficamos atentos ao valor geral cobrado em nossa conta de luz.

A conta de luz reflete o que consumimos em kw/h no fim do mês, ou seja, quanto mais utilizamos a energia elétrica dentro da nossa residência ou negócio, maior será o valor cobrado pela Eletropaulo ou pela empresa que cuida disso na sua região.

Porém é importante que você entenda e saiba tudo que é cobrado na sua conta de energia. Só ao acompanhar o que você gasta mensalmente fará com que você entenda o quão caro você paga nas suas contas.

Além disso, ao acompanhar a sua conta de energia elétrica você não será enrolado de forma nenhuma.

Formas de abaixar seu consumo de energia

Existem algumas formas ótimas para controlar o uso e consumo de energia elétrica na sua casa. Algumas formas para economizar seu dinheiro e pagar menos na sua conta de energia elétrica não exigem nada mais do que atenção.

Confira abaixo algumas dicas para economizar na conta de luz:

  • Lave roupa 1x por semana: Deixe acumular suas roupas por mais tempo. Ou seja, escolha apenas um dia e ligue a máquina de uma vez. Isso fará com que sua conta de luz diminua drasticamente ao fim do mês;
  • Feche o chuveiro durante o banho: Sabe aquela hidratação que você quer fazer no cabelo? Então, o chuveiro não precisa estar aberto enquanto você espera o tempo correto pedido pelo fabricante. O mesmo vale para quando você for fazer a barba ou se ensaboar. Desligue o chuveiro enquanto faz essas coisas;
  • Desligue os eletrônicos da tomada: Eu aposto que você não faz isso. Qual a necessidade de sair e deixar micro ondas, roteador, carregador de celular e qualquer outra coisa na tomada? Lembre-se: isso consome muita energia no final do mês;
  • Controle as médias da sua conta de luz: Você pode controlar as médias da sua conta de luz ao pedir a 2 via eletropáulo direto pelo site. Dessa forma você terá acesso as suas últimas 12 contas e conseguirá ver quando você consome mais energia.

O que eu pago na minha conta de luz?

Você deve saber que você não paga só o que você consome de energia elétrica, certo? Existem vários parâmetros que são abordados na sua conta. O seu consumo de energia é calculado de acordo com a potência elétrica que você consome durante um intervalo X de tempo.

Esse consumo é medido em quilowatt-hora (Kwh). A potência é a quantidade de energia solicitada durante um tempo, ou seja, isso vem especificado nos aparelhos que você compra.

A responsabilidade do pagamento desse consumo é assumido pelo consumidor que cadastra seu CPF na conta de luz do imóvel.

Bandeira Tarifária

Existem alguns tipos de bandeira tarifária que são utilizados pela Eletropaulo na conta de luz. Você as conhece?

O sistema de bandeira tarifária é muito simples de ser entendido: são 3 cores que sinalizam se a sua conta de luz custará mais ou menos. Então você deve ficar muito atento a todas essas informações.

Esse sistema de bandeira também é utilizado para que as pessoas se conscientizem sobre as condições de uso do sistema de energia. Confira as bandeiras:

  • Bandeira verde:

Nessa cor de bandeira as condições de uso são favoráveis para geração de energia e sua conta de luz não sofrerá acréscimo de nenhum valor a mais.

  • Bandeira amarela:

Aqui as condições de consumo são menos favoráveis. Existe nesse tipo de bandeira um acréscimo de R$0,25 centavos na sua conta a cada Kw/h consumido.

  • Bandeira vermelha:

Essa é a pior condição para consumo de energia. Ou seja, para cada Kw/h consumido é acrescido o valor de R$0,055 centavos na conta de energia elétrica.

O post O que é cobrado na conta de energia elétrica? apareceu primeiro em Marco Civil da Internet Já! Marco Civil da Internet: nenhum direito a menos!.



Quando foi criada a Nota Fiscal Paulista?

11 de Março de 2019, 16:09, por Marco Civil da Internet Já! Marco Civil da Internet: nenhum direito a menos!

nota fiscal paulista

Você sabe o que é a Nota Fiscal Paulista? Trata-se de um programa concebido e executado pelo governo do estado de São Paulo com o objetivo de combater a sonegação de impostos e ampliar a arrecadação estatal.

Para conseguir fazer isso, o programa oferece recompensas e prêmios, numa lógica bastante simples: a cada compra que o usuário faz e declara seu CPF/CNPJ é registrada e fornece, posterior e cumulativamente, descontos nos impostos incidentes sobre mercadorias.

Para simplificar, o consumidor recebe parte do dinheiro de seu imposto de volta, bastando que informe seus dados na hora da compra.

Para receber o dinheiro, há 2 opções de pagamento: em dinheiro mesmo, em espécie, ou como um desconto no IPVA, que é um imposto que também está sob a alçada do governo do estado.

Como participar da Nota Fiscal Paulista

O consumidor precisa fazer um cadastro no site da Secretaria da Fazenda do Governo de São Paulo para ter acesso ao sistema online da Nota Fiscal Paulista.

Através deste sistema, é possível acompanhar o acúmulo de créditos, que chegam a até 7,5% do valor da nota fiscal da compra, a depender do tipo de estabelecimento.

Não é preciso fazer o cadastro para começar a acumular, mas tão somente fornecer o CPF/CNPJ na hora da compra. Contudo, é necessário fazer o cadastro para ter acesso aos valores, que são liberados 2 vezes ao ano, em abril e em outubro.

Caso queira usar o valor para descontar no IPVA, o consumidor deverá fazê-lo entre os meses de setembro e outubro.

Lembrando que os créditos tem um prazo de validade de 5 anos, que é período para o usuário fazer o cadastro e sacar os recebíveis.

Trajetória da Nota Fiscal Paulista

E agora, um pouco sobre a história da Nota Fiscal Paulista. Quando esse programa foi criado? Na forma que tem atualmente, o programa foi criado e posto em execução no ano de 2007, pelo governo estadual de São Paulo, então chefiado por José Serra.

Contudo, documentos que recentemente vieram a público confirmam que o projeto, em verdade, é anterior a esse ano.

Ao que tudo indica, o programa que viria a se tornar o Nota Fiscal Paulista começou a ser formulado em 1991, durante a gestão de Luiz Antônio Fleury Filho.

A autoria do projeto, levado a cabo na cidade de Ituverava, onde hoje a prática de consumidores pedirem a Nota Fiscal Paulista é bastante frequente, é de José Roberto Nogueira, o “Pagão”. Ituveravense de nascença, advogado e despachante policial, Pagão concebeu à época uma espécie de “Gincana da Nota Fiscal”, que funcionaria como uma forma de ampliar as receitas do Estado.

Ao mesmo tempo, seu projeto envolvia a destinação de uma parte do ICMS arrecadado para professores e estudantes, na forma de salários maiores e bolsas de estudo.

Em 1991, o Pagão compartilhou a ideia com o governador durante visita a Franca. Fleury gostou da ideia, acreditando que seria uma boa forma de aumentar a arrecadação de ICMS.

Em 1992, a Gincana da Nota Fiscal, ainda que com algumas alterações em relação ao projeto original, passou a funcionar na prática, mas o programa não foi pra frente e acabou nesse mesmo ano.

15 anos depois, o então governador José Serra cria o Nota Fiscal Paulista, muito similar ao Gincana da Nota Fiscal concebido por Pagão.

O post Quando foi criada a Nota Fiscal Paulista? apareceu primeiro em Marco Civil da Internet Já! Marco Civil da Internet: nenhum direito a menos!.



Como construir um relacionamento baseado na interdependência

7 de Março de 2019, 11:12, por Marco Civil da Internet Já! Marco Civil da Internet: nenhum direito a menos!

A maioria de nós valoriza a conexão com os outros, especialmente em nossos relacionamentos românticos. Na verdade, estamos conectados para conexão e isso nos permite criar laços e intimidade com nosso parceiro.

O sucesso dos relacionamentos de longo prazo depende muito da qualidade de nossa conexão emocional um com o outro.

Quando pensamos em nossos relacionamentos ideais, muitas vezes pensamos em um relacionamento maravilhoso, próximo e duradouro com nossa pessoa mais importante.

Então, como construímos esse tipo de relacionamento? Aquele vínculo acolhedor, seguro e de longo prazo com alguém que conhecemos está de volta por um longo tempo?

Um relacionamento que nos dá a liberdade de sermos nós mesmos, que apoia nosso crescimento e nos permite ter flexibilidade uns com os outros?

O que é interdependência?

A interdependência sugere que os parceiros reconheçam e valorizem a importância do vínculo emocional que compartilham enquanto mantêm um sólido senso de si dentro da dinâmica de relacionamento.

Uma pessoa interdependente reconhece o valor da vulnerabilidade, podendo recorrer a seus parceiros de maneira significativa para criar intimidade emocional.

Eles também valorizam um senso de self que permite que eles e seus parceiros sejam eles mesmos sem qualquer necessidade de comprometer quem eles são ou seu sistema de valores.

Ser dependente de outra pessoa pode parecer assustador. Ao crescer, muitas vezes nos é ensinado um valor excessivamente inflado de independência, para ser um pouco autossuficiente, com um alto valor colocado em não precisar de outros para apoio emocional.

Tão valioso quanto ter um senso de independência é, levado ao extremo, isso pode realmente nos atrapalhar a nos conectar emocionalmente com os outros de uma maneira significativa.

A intimidade emocional com um parceiro pode ser difícil de alcançar. Uma dica é ler o livro relacionamento na pratica.

A interdependência não é co dependência

Interdependência não é a mesma coisa que ser co-dependente. Uma pessoa co-dependente tende a confiar pesadamente em outros para o seu senso de auto e bem-estar.

Não há capacidade para essa pessoa distinguir onde ela termina e o parceiro começa, há um senso de responsabilidade enredado para que outra pessoa satisfaça suas necessidades e / ou para que seu parceiro satisfaça todas as suas necessidades para se sentir bem sobre quem ela é.

Os relacionamentos co-dependentes não são saudáveis ​​e não permitem que os parceiros sejam eles próprios, cresçam e sejam autônomos.

Esses relacionamentos não saudáveis ​​envolvem um parceiro, ou ambos, confiando fortemente no outro e no relacionamento para o senso de si, sentimentos de dignidade e bem-estar emocional geral.

Muitas vezes há sentimentos de culpa e vergonha por um ou ambos os parceiros quando o relacionamento não está indo bem.

Como especialista em terapeuta e co-dependência, Darlene Lancer, JD, LMFT descreve, a co-dependência envolve “alguém que perdeu seu senso de self, de modo que seu pensamento e comportamento giram em torno de alguém ou algo externo, incluindo uma pessoa, uma substância ou uma atividade, como sexo ou jogo. ”

Por que a interdependência é saudável para um relacionamento

A interdependência envolve um equilíbrio entre o eu e o outro dentro do relacionamento, reconhecendo que ambos os parceiros estão trabalhando para estar presentes e atender às necessidades físicas e emocionais um do outro de maneiras apropriadas e significativas.

Os parceiros não são exigentes uns dos outros e não olham para o parceiro por sentimentos de merecimento.

Isso dá a cada parceiro espaço para manter um senso de si mesmo, espaço para se mover em direção ao outro em momentos de necessidade e a liberdade de tomar essas decisões sem medo do que acontecerá no relacionamento.

Características de um relacionamento interdependente

Um relacionamento saudável e interdependente pode ser reconhecido por alguns dos seguintes:

  • Limites saudáveis;
  • Escuta ativa;
  • Tempo para interesses pessoais;
  • Comunicação clara;
  • Assumir responsabilidade pessoal por comportamentos;
  • Criando segurança para o outro;
  • Envolvendo e respondendo um ao outro;
  • Autoestima saudável
  • Estar aberto e acessível o tempo todo, um para o outro.

Quando os parceiros se sentem amados e valorizados, o relacionamento se torna um porto seguro e um lugar onde o casal pode ser interdependente.

Isso significa que eles entendem que não estão sozinhos no relacionamento, podem se virar uns para os outros com segurança em momentos de necessidade e se sentir seguros de que seu parceiro estará presente.

Como construir um relacionamento interdependente

A chave para construir um relacionamento interdependente é ter em mente quem você é desde o começo. Muitas vezes as pessoas estão procurando ou entrando, relacionamentos simplesmente para evitar se sentirem sozinhos, sem qualquer reflexão pessoal sobre quem são, o que valorizam e seus objetivos para o relacionamento.

Ter tempo para esse tipo de reflexão pessoal permite que você entre em um novo relacionamento com uma consciência de si que é fundamental para o estabelecimento de um relacionamento interdependente.

Como psicoterapeuta licenciado Sharon Martin, LCSW sugere, é importante manter um senso de auto em nossos relacionamentos íntimos. Ela sugere as seguintes maneiras de manter um senso de si mesmo em um relacionamento:

  • Sabendo o que você gosta e o que importa para você;
  • Não ter medo de pedir o que você quer;
  • Passe tempo com amigos e familiares;
  • Continue perseguindo seus objetivos pessoais;
  • Esteja atento aos seus valores;
  • Arranje tempo para hobbies e interesses;
  • Não tenha medo de dizer “não”;
  • Não se mantenha pequeno ou oculto para agradar os outros.

Permitir que o seu parceiro e a oportunidade de fazer essas mesmas coisas sejam a chave para estabelecer um relacionamento saudável e interdependente.

Começar seu relacionamento desta maneira pode permitir o desenvolvimento de um espaço seguro para ambos os parceiros aprenderem como se voltarem um para o outro intimamente, sem medo de se perderem ou serem controlados ou manipulados.

Relacionamentos interdependentes não deixam as pessoas se sentirem culpadas ou com medo do parceiro ou do relacionamento, mas as deixam se sentindo seguras com o parceiro.

Tire um tempo para refletir sobre quem você é e o que você quer em seus relacionamentos mais importantes. Estar atento a isso no processo de namoro pode ajudar a garantir que seu relacionamento seja saudável e mais sólido a longo prazo.

O post Como construir um relacionamento baseado na interdependência apareceu primeiro em Marco Civil da Internet Já! Marco Civil da Internet: nenhum direito a menos!.



10 dicas sobre economia de energia e redução na sua conta de luz

6 de Março de 2019, 23:15, por Marco Civil da Internet Já! Marco Civil da Internet: nenhum direito a menos!

Economizar dinheiro em suas contas de luz não precisa significa que você precisa usar seu casaco de inverno quando estiver frio. Há muitas maneiras baratas de manter os custos baixos em sua casa, para que você possa usar confortavelmente seu pijama naqueles dias mais gelados.

Mas isso pode não ser o suficiente para manter suas contas de luz da Eletropaulo baixas.

As empresas de serviços públicos são contra o uso reduzido de energia, e estão sempre buscando outras formas de obter mais dinheiro de seus clientes. Confira abaixo dicas de como fugir dessas pegadinhas e economizar mais na sua conta de luz.

O novo ataque à sua conta de energia

Como o Wall Street Journal noticiou em 20 de outubro de 2015, o Environmental Law & Policy Center de Chicago relata que “empresas de serviços públicos em pelo menos 24 estados” solicitaram taxas mensais mais altas aos consumidores pelos custos fixos de manter a eletricidade fluindo pela rede.

Os aumentos podem subir até 68% em Indiana e 50% em Connecticut, atingindo mais duramente os consumidores de baixa renda, como os idosos e os pobres, que tentam poupar dinheiro mantendo os termostatos baixos e aqueles que investiram em aparelhos que economizam energia.

Um mapa dos EUA publicado com o artigo mostrou que apenas 9 estados não tinham uma proposta em andamento ou esperada no futuro.

As legislaturas estaduais determinam os pedidos de utilidade pública para elevar as taxas, e é nesse ponto que os consumidores devem se concentrar se estiverem preocupados com a possibilidade de serem atingidos por essas mudanças propostas.

Verifique seu estado e representante estatal para saber as últimas mudanças possíveis em como você pode ser cobrado.

Seis maneiras de manter as contas baixas

1. Realize uma auditoria de energia

Uma auditoria de energia é uma inspeção de sua casa para formas de reduzir suas contas de luz, normalmente eliminando o uso desnecessário.

Uma auditoria energética simples que você pode executar inclui a procura de vazamentos de ar (espaço aberto ao redor de portas ou janelas), verificação dos níveis de isolamento, contagem de lâmpadas e verificação e troca de filtros em suas unidades de aquecimento e resfriamento.

Você também pode contratar um auditor de energia profissional, ou se você for um locatário, peça ao gerente do seu apartamento para enviar um membro da equipe de manutenção para realizar uma auditoria.

Além disso, considere ligar para sua empresa de serviços públicos, que geralmente emprega um auditor de energia que chegará a sua casa gratuitamente.

2. Instale um termostato digital

O aquecimento da sua casa é caro, por isso não há motivo para pagar por ele quando você não está em casa.

Compre um termostato digital de uma loja de artigos para a casa por menos de US $ 100. Em seguida, programe seu termostato para aumentar a temperatura em sua casa meia hora antes de chegar do trabalho.

Quanto você pode economizar?

De acordo com o Departamento de Energia, você pode economizar 10-15% do seu aquecimento (e conta de resfriamento) anualmente, reduzindo a temperatura em sua casa em 10-15% durante oito horas por dia.

Esta é aproximadamente uma redução de temperatura de 70 graus a 60 graus, enquanto você se vai durante o dia.

Economize ainda mais dinheiro reduzindo a temperatura enquanto você dorme com um edredom pesado ou cobertor grosso à noite. Você pode programar o termostato para uma temperatura noturna que retornará à temperatura diurna antes que o despertador o acorde de manhã.

Embora a programação de um termostato possa lhe poupar dinheiro, lembre-se de não reduzir muito a temperatura enquanto estiver fora, especialmente se tiver animais de estimação em casa ou em casa durante o dia. Se você é um locatário, peça permissão ao seu senhorio ou gerente do apartamento antes de instalar qualquer coisa em sua casa.

3. Acompanhe a segunda via da sua conta

É isso mesmo, você pode acompanhar o consumo mensal da sua eletropáulo segunda via e acompanhe tudo sobre a sua conta de luz.

Ao fazer isso você vai saber se o seu consumo aumenta ou não em algumas épocas do ano. Ou seja, no inverno é bem possível que seu consumo seja bem maior.

No verão a tendência é que os banhos mais frios nos façam gastar menos energia. Concorda? Puxe a AES Eletropaulo 2 Via e veja tudo sobre a sua conta de luz.

O post 10 dicas sobre economia de energia e redução na sua conta de luz apareceu primeiro em Marco Civil da Internet Já! Marco Civil da Internet: nenhum direito a menos!.



Relatório Final