Ir para o conteúdo

News

Voltar a Trabalhadores
Tela cheia Sugerir um artigo

CHAPECÓ e a omissão do SERPROS

10 de Maio de 2018, 21:07 , por ACMDSilva - | No one following this article yet.
Visualizado 118 vezes

Na matéria do dia 9/5, sobre o tema CHAPECÓ, fomos questionados por alguns de nossos seguidores que o email que afirmamos que trata-se dos fatos insofismáveis sobre o pactuamento durante o mandato de nossa gestão nos valores limites de 2 milhões, não era explicito quanto aos fatos.

Sendo assim, vamos esclarecer os fatos de forma transparente:

1- O referido e-mail foi enviado pelos representantes da Chapecó à atual mandataria do SERPROS, mesmo que em outras oportunidades após a posse da tual diretoria temerária e os conselhos do Serpros tenham ocorridos em meados de agosto 2017;

2 - Observem que o email trocado entre as artes remete a data de 03/10/2017 (Termo de Transação Composição Amigável Serpros), com proposta de prazo da CHAPECÓ para a data de 25/10/2017, especificamente à atual diretoria do SERPROS, onde o termo de transação, o mesmo, ainda constava em seu arcabouço a proposição dos 2 milhões nos termos de nossa gestão.

3- Ou seja, durante todo esse período de 03/10/2017 até a data de composição de um acordo judicial que pactuou valores de 3 milhões, isso ocorreu depois da CHAPECÓ judicialmente ter bloqueado valores de uma das contas do SERPROS, conforme já postamos em matéria anterior.

Portanto, além da responsabilidade da PREVIC com o capitão do mato - interventor Parente, e, atual diretoria do SERPROS, concomitantemente o CDE, foram absolutamente omissos em relação ao caso CHAPECÓ e, quando em função de bloqueio na conta bancária do SERPROS deixaram esvair-se das cotas dos participantes - R$ 1.000.000,00 HUM MILHÂO DE REAIS.

Essa omissão chama a responsabilidade do conselho de administração da patrocinadora visando oferecer um posicionamento administrativo, no mínimo. E não adianta esperar nada do diretor da patrocinadora o EMPADUA de rodoviária - ele não entende absolutamente nada de fundo de pensão/previdência complementar.

A nota do SERPROS anteriormente divulgada aos participantes é bem romântica no glossário de previdencia e, com recheios do juriquês. Mas, não afirma que as perdas de R$ 1.000.000,00 será diluída nas cotas dos participantes. Ou seja, pagaremos a conta pelo omissão.

Nao adianta ASPASIANOS se remoerem de ódio golpista, pois quem resolveu enfrentar o assunto CHAPECÓ, foi nossa gestão, contrariamente, todos vocês que controlam com golpe o SERPROS foram omissos e prevaricaram.

Reiteramos o email abaixo objetivando que todos possam comparar o conteúdo do post com o objeto do email dos representantes da CHAPECÓ:

 email chapecó com acordo de 2 milhões..pdf

 

 

 


Fonte: ACMDSilva

Notícias

News

Minha rede

Faça uma doação