Go to the content

Nocaute

Go back to Blog
Full screen Suggest an article

Como começou a segunda-feira, 9

September 9, 2019 12:22 , by Nocaute - | No one following this article yet.
Viewed 17 times

A semana começa com um silêncio sepulcral do Globo e do Estadão, com respeito aos vazamentos do Intercept. Quem cala, consente.

Os diálogos obtidos pelo site The Intercept e divulgados no fim de semana pelo jornal Folha de S.Paulo, não aparecem nos jornais e certamente não aparecerão nos telejornais. É a imprensa cavando o abismo com seus próprios pés, lembrando os versos do mestre Cartola.

Clique para ler.

Na página A8 da Folha, uma matéria informando que o Partido dos Trabalhadores vai pressionar o Supremo Tribunal Federal a se manifestar sobre os vazamentos obtidos pelo Intercept, publicados pelo jornal no domingo. Dos 22 diálogos de 2016, a Lava Jato escolheu um minuto e pouco e a Rede Globo divulgou ao país, o que acabou desencadeando no impeachment de Dilma Rousseff, eleita democraticamente.

As manchetes principais de hoje:

Isso significa que quando você acabar de ler o “Como começou a segunda-feira”, pelo menos duas mulheres foram agredidas.

Os jornais registram a operação de Bolsonaro, realizada no domingo e que foi bem-sucedida, segundos os médicos. Eles aconselharam o presidente a não falar. O que foi uma boa idéia.

O Globo
Folha de S.Paulo
Estado de S.Paulo

Da coluna de Fernando Gabeira, no Globo:
“Quando eleitores se derem conta de que a luta de Bolsonaro contra a corrupção era da boca pra fora, seu prestígio vai desabar mais”. Operação Poupa Moro.

Clique para ler

A Guerra do Beijo Gay continua nos jornais. O mais recente capítulo da novela proíbe-libera, informa que o ministro Dias Toffoli derrubou decisão que autorizava a apreensão de livros com temática LGBT, segundo o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, contém “conteúdo impróprio”.

Cultura!

Na capa do Segundo Caderno, do Globo, o espetáculo Gil, do grupo de dança Corpo, que estreia amanhã no Rio.

Na ilustrada, da Folha, a abertura da 12ª Bienal de Arquitetura, em São Paulo, que abre também amanhã.

No Caderno 2, do Estadão, livros novos sobre dois ilustres cronistas: Machado de Assis e Eça de Queiroz.

Numa entrevista à Folha, o físico e Nobel russo, Konstantin Novoselov, fala da importância de um país em investir em ciência.

Clique para ler

Nos principais jornais do país, no fim de semana, um anúncio de página inteira do Greenpeace, clamando pelo fim do desmatamento da Amazônia.

Na Folha de hoje, o jornal aproveitou a repercussão positiva de sua capa de sábado pra vender o seu peixe. Uma bela capa!

Dando uma voltinha pelo mundo:

O jornal argentino Clarin, continua sua guerra contra Cristina Kirchner.

O meio-ambiente é assunto de capa da revista semanal portuguesa de informação Visão, da semanal católica francesa La Vie e do jornal Le Monde.

Uma boa matéria de comportamento no suplemento L’Époque, do Monde: “Todos as ex e os ex da sua vida”.

A alemã Der Spiegel brinca com Boris Johnson, o britânico maluquinho.

A capa da New Yorker que começou a circular hoje é de Ivan Brunetti, que mostra os seus rascunhos.

O cartum de Jean Galvão, ontem na Folha, é desses que a gente registra aqui com o maior orgulho.

O post Como começou a segunda-feira, 9 apareceu primeiro em Nocaute.


Source: https://nocaute.blog.br/2019/09/09/segunda-feira-09-09-2019/

Nocaute