Ir para o conteúdo

Nocaute

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Editora Abril entra com pedido de recuperação judicial

16 de Agosto de 2018, 12:39 , por Nocaute - | No one following this article yet.
Visualizado 12 vezes

A Editora Abril entrou com um pedido de recuperação judicial na Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo nesta quarta-feira (15). A empresa tem dívidas que somam cerca de R$ 1,6 bilhão.

A família Civita, dona do Grupo Abril, contratou a consultoria internacional Alvarez & Marsal, para tentar reequilibrar as contas. Com isso, o executivo Marcos Haaland, sócio da consultoria Alvarez & Marsal, assumiu a presidência executiva do grupo e implementou medidas de redução de despesas, como demissões em massa e fechamento de revistas.

A editora demitiu 800 pessoas na semana passada.

As revistas e sites que continuam são: Veja, Veja SP, Exame, Você S/A, Você RH, Quatro Rodas, Placar, Capricho, Claudia, Portal M de Mulher, Bebe.com, Saúde, Viagem e Turismo, Superinteressante, Guia do Estudante e Vip.

Segundo Haaland, a crise da empresa se deve  à “queda expressiva das receitas de publicidade e daquelas provenientes das vendas de assinaturas e de venda em bancas”. O investimento das grandes empresas em publicidade em revistas era de 8,4% em 2010 e caiu pra 3% em 2017, diz o executivo.

Segundo reportagem do Poder 360, o Grupo Abril foi oferecido para vários empresários nos últimos meses. A família Marinho foi procurada para comprar o título mais importante, a Veja. Os donos do Grupo Globo não aceitaram nem começar a conversar.

O post Editora Abril entra com pedido de recuperação judicial apareceu primeiro em Nocaute.


Fonte: https://nocaute.blog.br/2018/08/16/abril-recuperacao-judicial/

Nocaute