Ir para o conteúdo

Nocaute

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Presidente do Uruguai manda prender chefe do Exército por opinar sobre projeto de lei

13 de Setembro de 2018, 12:46 , por Nocaute - | No one following this article yet.
Visualizado 124 vezes

O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, mandou prender o comandante em chefe do Exército do Uruguai, Guido Manini Ríos, por 30 dias por opinar sobre um projeto de lei de reforma do sistema de pensões militares e uma nova lei para as Forças Armadas. A sanção foi imposta na segunda-feira.

Vázquez não esclareceu qual das ações de Ríos motivou a punição, mas afirmou que o militar violou a Constituição: “Comentar um projeto de lei que está em discussão no Parlamento é uma atividade política”.

O artigo 77 da Constituição do Uruguai estabelece que os militares em atividade deverão se abster de “fazer parte de comissões ou de clubes políticos, de subscrever a manifestos de partidos, de autorizar o uso de seu nome e, de modo geral, de executar qualquer outro ato público ou privado de caráter político, exceto o voto”.

Manini Ríos já foi alvo de controvérsia diversas vezes. Em julho, o general publicou em sua conta no Twitter uma homenagem ao coronel Artigas Álvarez, assassinado em 1972, irmão do ex-ditador Gregório Álvarez, e afirmou que era “parte de uma política institucional de recordar os companheiros caídos em combate”.

Um mês depois, o general publicou a foto de um quadro com a inscrição “Quando a pátria está em perigo, não há direitos para ninguém, apenas deveres”.

Manini Ríos também foi acusado em novembro do ano passado pela Organização de Mães e Familiares de Detidos Desaparecidos durante a ditadura militar de ter mentido sobre a localização dos restos mortais de um desaparecido.

Não é a primeira vez que um militar é punido no governo Vázquez. Em 2006, durante o primeiro mandato, o presidente destituiu o então comandante em chefe do Exército, Carlos Díaz, por ter participado de uma reunião com o ex-presidente Julio María Sanquinetti e o ex-ministro da Defesa Yamandú Fau. Os generais Pedro Aguerre e Miguel Dalmao, que também estavam presentes no encontro, ficaram presos por cinco dias.

 

O post Presidente do Uruguai manda prender chefe do Exército por opinar sobre projeto de lei apareceu primeiro em Nocaute.


Fonte: https://nocaute.blog.br/2018/09/13/tabare-vazquez-prende-chefe-exercito/

Nocaute